TV Escola estreia a segunda temporada de “O futuro que escrevo”


A série documental O futuro que escrevo, da TV Escola, estreia sua segunda temporada no dia 2 de maio, às 9h15. O programa acompanha a viagem de jovens escritores e seus professores, vindos de diversos lugares do país, para as etapas regionais e a final da Olimpíada de Língua Portuguesa. Em cada episódio, uma cidade-sede os recebe para atividades como saraus, oficinas e, claro, a premiação. Nesses encontros, eles compartilham, além de seus textos, suas inspirações e experiências de vida.

Iniciativa do MEC e da Fundação Itaú Social com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), a Olimpíada de Língua Portuguesa é um concurso bienal de redação que movimenta milhares de pessoas entre professores, alunos e suas escolas. Alunos da rede pública de todo o país, do quinto ano do ensino fundamental ao terceiro ano do ensino médio, produzem textos com o tema “O lugar onde vivo”. É uma oportunidade para os estudantes estreitarem vínculos com a comunidade e aprofundarem o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

Em sua mais recente edição, em dezembro de 2016, em São Paulo, a final do concurso foi o ponto alto de um evento que contou com mais de 170 mil inscrições e 39 mil escolas participantes. Agora, a TV Escola, gerida pela Roquette Pinto Comunicação Educativa, exibe a série de cinco episódios.

Referência – Com mais de 90 anos de fundação, a Roquette Pinto Comunicação Educativa é uma organização social com conteúdo educativo acessível a todos os públicos. Além de ser gestora da TV Escola e TV INES, alcançando mais de 45 milhões de domicílios, atua na preservação e difusão do patrimônio cultural do país. Seu conteúdo está disponível tanto na TV aberta e por assinatura quanto em aplicativos para TVs conectadas, tablets e smartphones, com distribuição via satélite, web e multiplataforma.

A organização também está à frente da Cinemateca Brasileira, sendo responsável pela preservação, restauração e difusão de milhares produções audiovisuais brasileiras.

TV Escola – A TV Escola é o canal do MEC, distribuído em multiplataforma, com o objetivo de democratizar o ensino básico e elevar a qualidade da educação brasileira. Há mais de 20 anos no ar, o canal tem como público professores, coordenadores e gestores escolares, além de alunos da pré-escola ao ensino médio da rede pública. A emissora pode ser acessada por satélite, parabólica, DTH, TV a cabo e TV Digital, somando mais de 80 milhões de espectadores, além da web, presente em aplicativos para smartphones, tablets, smartTVs e computadores. São 12 milhões de usuários via web, mais de 370 mil seguidores nas redes sociais, 20 mil downloads do aplicativo para TVs conectadas e mais de 180 mil downloads para smartphones.

Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações da Roquette Pinto Comunicação Educativa