SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE CORONEL FABRICIANO REALIZA O I ENCONTRO COM PROFESSORES DE APOIO À COMUNICAÇÃO, LINGUAGENS E TECNOLOGIAS ASSISTIVAS DAS ESCOLAS ESTADUAIS DA JURISDIÇÃO DO ANO DE 2017


A SRE de Coronel Fabriciano realizou, no dia 27 de Junho, o I Encontro com professores de apoio à Comunicação, Linguagens e Tecnologias Assistivas  da rede estadual de ensino com os seguintes objetivos: apresentar a política educacional do Estado de Minas Gerais, referente ao Atendimento Educacional Especializado com ênfase nas atribuições do Professor de Apoio e suas implicações, instrumentalizar os Professores de Apoio à Comunicação, Linguagens e Tecnologias Assistivas sobre as funcionalidades do cérebro e suas correlações com o aprendizado dos alunos com Necessidades Educacionais Especiais; compartilhar práticas exitosas sobre a temática:Educar incluindo – adaptação curricular, metodologias ativas e tecnologias digitais de comunicação e informação e ainda incentivar a prática de atividades interativas com recursos fílmicos.

O Encontro começou com a apresentação cultural da orquestra de instrumentos de sopro, formada pelo grupo de alunos do ensino médio da Escola Nilza Luzia de Souza Butta que tirou muitos aplausos da plateia e logo após, os alunos do Ensino Fundamental da Escola Prof. Francisco Letro fizeram o público se emocionar com a brilhante apresentação de números de dança.

A formulação de políticas públicas direcionadas para a educação básica em Minas Gerais passa, necessariamente, pelo desenvolvimento de ações pedagógicas inovadoras, assentadas em um conceito amplo de educação e em propostas mais abrangentes, sempre norteadas pelo princípio da inclusão. O Guia de Orientação da Educação Especial na rede estadual de ensino de Minas Gerais é o instrumento norteador das ações pedagógicas no que diz respeito ao Atendimento Educacional Especializado. Com este foco, a Analista Educacional Marise Morais abordou, com muita propriedade, aspectos importantes do documento como as atribuições do Professor de Apoio CLTA e o envolvimento coletivo de toda a comunidade escolar para a efetivação da política de inclusão no Estado.

A professora da Sala de Recursos da E. E. João H. de Menezes, Wanessa de Moura Araújo Rodrigues, fez uma exposição sobre o Cérebro, suas funções, correlação com as deficiências, transtornos globais do desenvolvimento e comorbidade: propostas de adaptação curricular e metodologias a serem aplicadas com vistas a um adequado planejamento das intervenções junto aos alunos que necessitam de atendimento educacional especializado.

Para aprofundar a discussão sobre adaptações curriculares e sensibilizar os educadores quanto a importância da investigação científica com campo na educação especial, foi proposto aos participantes uma Mesa redonda com a Temática: Educar incluindo – adaptação curricular, metodologias ativas e tecnologias digitais de comunicação e informação. Participaram da Mesa as professoras Stela Maris Bretas Souza, Glória Dias Soares Vitorino, Maria Aparecida de Faria Gomes (Professoras do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais UNILESTE,MG) e Simone Aparecida Castro (Professora de Apoio CLTA da E. E. Tenente José Luciano e professora da Sala de Recursos da E. E. Leôncio de Araújo – Timóteo). As professoras deixaram, com um brilhantismo impactante, importantes contribuições quanto ao tema e uma proposta de parceria entre a rede estadual e o Centro Universitário que será efetivada posteriormente.

O I Encontro com professores de apoio à Comunicação, Linguagens e Tecnologias Assistivas da rede estadual de ensino da SRE de Coronel Fabriciano foi um evento marcado por uma excelente participação dos educadores e dicas dos palestrantes para o trabalho docente. Na avalição desses educadores, o encontro muito rico e proveitoso: o que para a equipe organizadora serve como elemento de motivação para a realização dos próximos encontros para os profissionais do Atendimento Educacional Especializado.