Arquivo da categoria: Ensino Superior

Resultado do Fies foi divulgado hoje (04), conforme cronograma


Os pré-selecionados devem complementar a inscrição até esta quinta-feira (06)

O resultado do processo seletivo do 2º semestre de 2020 do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foi divulgado nesta terça-feira (04), conforme previsto no cronograma. Desde a zero hora de hoje (04), os candidatos podem consultar o resultado da chamada única, divulgado na página do Fies. Os pré-selecionados têm de hoje até as 23h59 desta quinta-feira (06) para complementar a inscrição, procedimento que pode ser realizado na página do Fies.

Os candidatos não pré-selecionados na chamada única do Fies podem disputar uma das vagas ofertadas por meio da lista de espera. Todos os não pré-selecionados na chamada única serão, automaticamente, incluídos na lista de espera. O prazo de convocação por meio da lista de espera é de hoje até as 23h59 de 31 de agosto. Cabe ao candidato acompanhar, na página do Fies, sua eventual pré-seleção durante esse período. Continuar lendo Resultado do Fies foi divulgado hoje (04), conforme cronograma

Capes disponibiliza plataforma para cadastro de professores interessados em cursar licenciatura


A Plataforma Capes de Educação Básica estará aberta até o dia 31 de janeiro de 2020, para que os docentes em exercício nas redes públicas manifestem seu interesse em cursar licenciatura na área em que atuam. Continuar lendo Capes disponibiliza plataforma para cadastro de professores interessados em cursar licenciatura

MEC REGULAMENTA REGISTRO E EMISSÃO DE DIPLOMA DIGITAL


O Ministério da Educação publicou em 12/03/2019 a Portaria nº 554, que regulamenta o registro e a emissão de diploma digital pelas instituições de ensino superior que compõem o Sistema Federal de Ensino. Esta é a segunda portaria que trata sobre o diploma digital e visa proporcionar às mais de 2,4 mil instituições o passo a passo para implementar o novo formato. Continuar lendo MEC REGULAMENTA REGISTRO E EMISSÃO DE DIPLOMA DIGITAL

Campus do IFMG em Ipatinga será inaugurado em julho


A instituição vai abrigar cursos técnicos e superiores gratuitos O campus avançado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Minas Gerais (IFMG), em Ipatinga, será inaugurado no início de julho. A instituição vai abrigar cursos técnicos e superiores gratuitos. A informação foi confirmada em um encontro na tarde dessa terça-feira (26) entre o prefeito de Ipatinga, Nardyello Rocha (MDB) e o diretor e o vice da instituição no município, Alex de Andrade Fernandes e Márcio Takeshi, respectivamente. A data exata para a cerimônia ainda será confirmada.

Funcionando provisoriamente nas dependências da Estação Qualifica, no centro, o IFMG vai funcionar em definitivo na antiga Escola Getúlio Vargas, no Morro do Sossego, entre os bairros Veneza I e Veneza II. O prédio foi reformado com verbas viabilizadas por meio de emendas do deputado federal, Leonardo Quintão, e conta com dois pavimentos com capacidade para abrigar até 1.400 alunos. No primeiro piso, são 14 salas administrativas, oito salas de laboratório, uma biblioteca, auditório, área de copa/cozinha, quatro banheiros e uma lanchonete. O segundo piso tem ainda três salas administrativas, 14 salas de aulas, cinco laboratórios e dois banheiros. A área externa do campus avançado, onde está implantada a subestação de energia, oferece ainda uma quadra poliesportiva e estacionamento para até 120 veículos.

Atualmente, já são 85 estudantes matriculados em Ipatinga no curso de graduação em Engenharia Elétrica, sendo mais de 80% deles originários do próprio município. Outros 150 alunos cursam gratuitamente a formação técnica em Mecânica, Segurança do Trabalho e Eletrotécnica, sendo que 80 deles estão sendo diplomados neste primeiro semestre.

Formas de ingresso

O ingresso nos cursos superiores do IFMG se dá por meio da nota do ENEM ou via Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Para utilizar a nota do ENEM, o candidato deve ter feito o Exame em 2015, 2016 ou 2017. Os novos processos seletivos acontecem no segundo semestre, em datas ainda a serem definidas. Para os cursos técnicos – integrados ou subsequentes – há prova objetiva para acesso.

Fonte: Diário do Aço

 

Resultado do Sisu pode ser consultado pela internet


O Ministério da Educação (MEC) liberou o resultado do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nesta edição, o programa oferece 57.271 vagas em 68 instituições públicas de ensino superior em todo o país. O resultado pode ser consultado na página do programa na internet.

Os estudantes selecionados deverão fazer a matrícula nas instituições de ensino entre 22 e 28 de junho. Aqueles que não foram selecionados poderão participar da lista de espera que estará aberta de 22 a 27 de junho. A convocação dos candidatos em lista de espera será de 3 de julho a 21 de agosto.

As vagas foram oferecidas em oito instituições públicas estaduais, uma faculdade pública municipal e 59 instituições públicas federais, com dois centros de Educação Tecnológica, 27 institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia e 30 universidades.

Edição: Lílian Beraldo
Agência Brasil

Termina hoje o prazo de inscrições para o Sisu


Hoje (15) é o último dia para participar do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Nesta edição, o programa oferece 57.271 vagas em 68 instituições públicas de ensino superior em todo o país. Pode concorrer às vagas quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e obteve nota acima de zero na redação.

As inscrições são feitas apenas pela internet. O sistema fica aberto até as 23 horas e 59 minutos, no horário de Brasília.

Ao entrar no sistema, o candidato deverá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso entre as vagas ofertadas. É possível alterar essas opções durante todo o período de inscrição. A última modificação confirmada é a considerada válida.

Hoje também os estudantes podem consultar a última divulgação das notas de corte, ou seja, a nota mínima para ingressar no curso, na modalidade pleiteada. Para calcular a nota de corte dos cursos, por modalidade de concorrência, o Sisu considera o número de vagas disponíveis e o de inscritos até ontem (14). O Ministério da Educação alerta que a nota de corte é, portanto, apenas uma referência e não assegura a classificação final.

As vagas serão oferecidas em oito instituições públicas estaduais, uma faculdade pública municipal e 59 instituições públicas federais, com dois centros de Educação Tecnológica, 27 institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia e 30 universidades.

O resultado da chamada regular está previsto para o dia 18 de junho. O período de matrícula vai de 22 a 28 de junho e o prazo para participar da lista de espera é de 22 a 27 de junho.

Edição: Graça Adjuto
Agência Brasil

Parceria entre Prefeitura Municipal de Timóteo e CEFET-MG pretende ampliar educação federal no Vale do Aço


Nesta quinta-feira (3), às 10 horas, no miniauditório do Campus Timóteo do Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (CEFET-MG), o CEFET-MG e a Prefeitura Municipal de Timóteo firmam parceria para a implantação do curso Engenharia Metalúrgica no município de Timóteo ainda no ano de 2018.

O curso é aguardado desde o ano de 2008, quando o CEFET-MG se comprometeu a criar pelo menos dois cursos superiores na região. A instituição já oferece o curso de Engenharia de Computação em Timóteo.

Esforços de criação do curso foram retomados no ano passado

O curso de Engenharia Metalúrgica foi criado em 2017 e aguardava autorização do Ministério da Educação (MEC) para iniciar sua primeira turma. “O curso foi dispensado de visita in loco e dispensado de autorização pelo MEC no último mês, o que permite ao CEFET-MG sua implantação imediata”, pontua o deputado federal Carlos Melles (DEM), quem forneceu recursos humanos e materiais para que o processo tramitasse mais rapidamente no ministério.

Segundo Evaldo Sérgio de Souza, diretor-adjunto do Campus Timóteo, em oportunidades anteriores o curso chegou a ser anunciado pelo CEFET-MG, mas o projeto político-pedagógico não estava aprovado, o curso não estava criado e recursos essenciais para sua implantação não estavam disponíveis. “Após a autorização em Brasília, alguns poucos professores eram a última necessidade que impedia a concretização do curso”, explica Evaldo de Souza.

Prefeito quer aumento de investimentos no ensino superior gratuito em Timóteo

O prefeito do Município de Timóteo, Dr. Geraldo Hilário Torres, ofereceu a cessão temporária de oito professores com a condição de que o CEFET-MG implante o curso imediatamente.

Segundo o Dr. Geraldo Hilário, investir em conhecimento é o melhor meio de transformar as pessoas e a sociedade ao seu redor e aceitou a parceria: “para que Timóteo e o CEFET-MG possam trazer ganhos educacionais, tecnológicos e sociais para a sociedade do Vale do Aço”, defende.

Processo seletivo

No encontro da quinta-feira (3), além da assinatura do convênio entre as duas instituições, o diretor-geral do CEFET-MG apresentará as características do primeiro processo seletivo que candidatos a estudantes devem observar.

O encontro do prefeito e do diretor-geral acontece às 10 horas no Campus Timóteo, com a presença de servidores, colaboradores e estudantes da instituição. O evento é aberto para a imprensa, dispensado credenciamento prévio.

Com informações: Leonardo Lacerda Alves / Diretoria do CEFET-MG Campus Timóteo / Release Imediato

PROUNI – Prazo para lista de espera tem início nesta sexta-feira, 16


O prazo para que os estudantes manifestem interesse na lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) começa nesta sexta-feira, 16, e segue até o próximo dia 19.  A lista, a ser utilizada pelas instituições de ensino superior na convocação para preenchimento de bolsas não ocupadas, contempla os candidatos que não foram pré-selecionados na primeira chamada.

A participação do estudante se dará mediante confirmação do interesse na bolsa na página do ProUni, e a relação de candidaturas ficará disponível a partir do dia 20 de março. Todos os participantes da lista de espera deverão comparecer às respectivas instituições escolhidas, entre 21 e 22 de março deste ano, para apresentar a documentação necessária à comprovação das informações prestadas durante o ato de inscrição.

O ProUni é o programa do governo federal que oferece bolsas de estudo integrais e parciais (50%) em cursos de graduação de instituições privadas de educação superior. Destina-se a brasileiros sem diploma de curso superior que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano anterior e obtido nota superior a 450 pontos, além de redação pontuada acima de zero. É necessário, ainda, ter cursado o ensino médio completo em escola pública ou instituição privada desde que com bolsa integral.

Nesta edição, o MEC ofertou 243 mil bolsas, das quais 113.863 são integrais e 129.124, parciais. As integrais foram criadas para estudantes com renda per capita de até 1,5 salários mínimos, enquanto as bolsas parciais se destinam àqueles com renda familiar per capita de até três salários mínimos.

Acesse a página do ProUni para confirmar o interesse na bolsa de estudos.  

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Inscrições para o Fies serão encerradas hoje, sexta-feira, 2


O prazo de inscrição para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) será encerrado às 23h59 desta sexta-feira, 2 de março. O prazo foi prorrogado pelo Ministério da Educação a fim de garantir que todos os candidatos e instituições possam concorrer. “Cerca de 400.000 inscrições ainda se encontravam na fase de preenchimento no Sistema de Seleção do Fies”, explicou o diretor de políticas e programas de educação superior do MEC, Vicente Almeida.

Para esta edição, serão ofertadas 155 mil vagas, das 310 mil previstas para serem abertas pelo Fies em 2018. Dessas, 100 mil terão juro zero para os estudantes que comprovarem renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. Até as 9h, o sistema registrou 437.772 inscrições concluídas. Candidatos devem se inscrever exclusivamente pela internet, na página do Fies Seleção.

Para concorrer a uma das vagas é necessário que o estudante tenha realizado uma das edições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média igual ou superior a 450 pontos, e obtido nota maior que zero na redação.

O Novo Fies modernizou o modelo de financiamento estudantil, dividindo o programa em diferentes categorias, o que oferece mais condições a quem mais precisa e flexibilidade para os demais candidatos, a partir da renda familiar declarada. Além da modalidade caracterizada pela aplicação de juros zero ao estudante, o programa passa a contar outras duas, denominadas P-Fies. Elas se destinam àqueles cuja renda familiar é de até cinco salários mínimos. Para atendê-las, o Novo Fies terá recursos dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

A publicação do resultado está prevista para 5 de março, em chamada única. No caso dos estudantes inscritos pelo P-Fies, a relação de selecionados sairá em 12 de março. Com exceção do P-Fies, os candidatos não convocados poderão manifestar interesse pela lista de espera entre 6 e 30 de março.

Podem ser financiados cursos de graduação com conceito maior ou igual a três no Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), ofertados pelas instituições de ensino superior participantes do Fies. Também estão aptos a fazer parte do programa os cursos que ainda não foram avaliados pelo Sinaes, mas que estejam autorizados para funcionamento pelo cadastro do MEC.

Acesse a página do Fies Seleção

Assessoria de Comunicação Social do MEC (editado)

IFMG divulga edital para ingresso no curso de Engenharia Elétrica


A Comissão de Apoio à Organização do Exame de Seleção do Instituto Federal de Minas Gerais – IFMG – Campus Avançado Ipatinga, divulga o Processo de Seleção de alunos para o curso de Graduação em Engenharia Elétrica, 1º Semestre de 2018:
 
 

As inscrições para concorrer a uma vaga vão até 20 de outubro de 2017 e podem ser feitas, exclusivamente, pelo site: www.ifmg.edu.br. A taxa é de R$ 20 reais.

Curso superior ofertado em Ipatinga:

Engenharia Elétrica – 35 vagas – Integral

Rede IFMG

Somando as vagas de todos os campi do IFMG, estão sendo ofertadas 4,3 mil vagas, sendo cerca de 2,5 mil para cursos técnicos e 1,8 mil para graduação.

Confira todos os detalhes do processo seletivo 2018

A novidade desta seletiva é o lançamento de um edital geral, que dita as normas comuns ao processo como um todo, e dois editais complementares: um para cursos técnicos, outro para superiores.

Formas de ingresso

Assim como ocorreu no último processo seletivo, o ingresso nos cursos superiores se dará por meio da nota do ENEM ou via Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Para utilizar a nota do ENEM, o candidato deverá ter feito o Exame em pelo menos um dos seguintes anos: 201720162015.

Para os cursos técnicos – integrados ou subsequentes – haverá prova objetiva, prevista para acontecer no dia 19 de novembro.

Veja informações completas nos editais: 

• Edital geral – nº 91/2017 (divulgado em 15/9/2017)
• Edital Cursos Técnicos – nº 92/2017 (divulgado em 20/9/2017)
 Edital Cursos Superiores – nº 93/2017 (divulgado em 20/9/2017)

Inep assina acordo com mais duas instituições de ensino portuguesas


Mais duas instituições de ensino superior portuguesas firmaram convênio com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) para uso dos resultados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na seleção de estudantes brasileiros. Por meio de correspondências oficiais remotas, o acordo foi assinado pela Universidade Portucalense e o Instituto Universitário da Maia (Ismai).

Com as novas instituições, o Inep completa 26 convênios firmados, 50% deles na atual gestão. Além da possibilidade de assinatura remota, inaugurada em 2016 –, ano até o qual só havia a oficialização presencial –, a permissão de acordos com instituições particulares de ensino superior também impulsionou as parcerias. O primeiro acordo interinstitucional foi celebrado em 2014, com a Universidade de Coimbra.

Como funciona – Em junho, o Inep participou de uma missão oficial a Portugal para visitar algumas instituições conveniadas. O próximo passo é um mapeamento dos estudantes brasileiros que estudam naquele país a partir das notas do Enem, já utilizadas por muitas instituições portuguesas de ensino superior.

O que vem ocorrendo é um movimento de oficialização e institucionalização dessas parcerias. Cada instituição de ensino superior define qual será a nota de corte para acesso aos seus cursos. Com o acordo, as instituições acionam o Inep para conferência dos resultados dos brasileiros que submetem suas avaliações do Enem com vistas à obtenção de uma vaga.

Veja, na página do Inep, a relação das instituições portuguesas conveniadas.

 Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações do Inep 

UFJF recebe inscrições para especialização a distância em Mídias na Educação


São 210 vagas ofertadas e os interessados podem se inscrever até o dia 20/07

Os candidatos interessados em cursar a especialização em Mídias na Educação, na Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), por meio do Centro de Educação a Distância (CEAD), podem se inscrever para o processo seletivo até o dia 20 deste mês. O edital para o curso, na modalidade a distância, prevê 210 vagas, distribuídas nos polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB), vinculados à UFJF, em Juiz de Fora (110), Governador Valadares (50), Lavras (25) e Cataguases (25).

O curso em pauta objetiva a formação continuada, prioritariamente para docentes, podendo atender outros profissionais ligados à educação, oportunizando o conhecimento e a aplicabilidade das mídias na educação. O candidato deve ter diploma de curso superior reconhecido pelo MEC, ser capaz de avaliar a contribuição de cada mídia para a aprendizagem autônoma e interessado em implantar, ampliar e fortalecer projetos de formação docente que tenham como alvo o uso articulado das mídias.

O candidato deverá obter o Formulário de Inscrição no site do CEAD/UFJF, seção Editais, clicando no link próprio referente ao Edital, e preencher todos os dados solicitados. Em seguida, deverá imprimir o formulário de inscrição, que é gerado a partir da conclusão da inscrição, datá-lo e assiná-lo. Com a documentação organizada de acordo com a orientação prevista no Formulário de Inscrição, o candidato deverá encaminhá-la pelos Correios ao CEAD, exclusivamente via SEDEX, com identificação elaborada conforme especificado no edital.

A seleção dos candidatos será realizada por uma banca, formada por três membros indicados pela Coordenação do Curso. O processo seletivo será desenvolvido por meio da análise curricular e da avaliação da Carta de Intenção, no valor de 40 e 60 pontos, respectivamente.

A divulgação do resultado parcial dos candidatos ao curso será feita pelo site do CEAD, no dia 7 de agosto, a partir das 17h.  No caso de recurso, deverá o mesmo ser encaminhado no dia 8, de 8h às 14h, para o e-mail da coordenação do curso (midiasnaeducacao.ufjfuab@gmail.com).

Edital: http://www.cead.ufjf.br/wp-content/uploads/2017/06/www.cead.ufjf.br-edital-16-2017-mi%CC%81dias-final.pdf

Inscrições: http://sistemascead.ufjf.br/proceg/inscricao/editaiscorrentes.zul

Link Cead/UFJF: http://www.cead.ufjf.br/edital/ceadufjf-publica-edital-de-selecao-de-alunos-para-especializacao-em-midias-na-educacao/

Fonte: http://www.educacao.mg.gov.br

UFJF abre seleção para 652 vagas em cursos gratuitos de graduação a distância; inscrições se encerram hoje (23)


As vagas são para os cursos de Licenciatura em Computação, Licenciatura em Educação Física, Licenciatura em Matemática e Licenciatura em Pedagogia da UFJF

A Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) está com inscrições abertas até hoje, 23 de junho, para o processo de seletivo dos cursos de graduação a distância. São oferecidas, no total, 652 vagas, distribuídas nos cursos de Licenciatura em Computação, Licenciatura em Educação Física, Licenciatura em Matemática e Licenciatura em Pedagogia. As atividades de apoio presencial serão realizadas em 13 polos da Universidade Aberta do Brasil (UAB).

Os interessados em participar do processo seletivo devem ler, com atenção, todas as informações do edital. Em seguida, inscrever-se, até às 15h do dia 23, por este link. Após o preenchimento do formulário, os candidatos deverão imprimir a Guia de Recolhimento da União (GRU) correspondente à taxa de inscrição, no valor de R$ 100,00, e efetuar o pagamento exclusivamente no Banco do Brasil. O comprovante definitivo de inscrição pode ser impresso a partir das 15 h do dia 11 de julho de 2017, no site da COPESE.

Os interessados poderão optar por duas modalidades de ingresso – processo seletivo de srovas, concorrendo a proporção de 70% do total das vagas ou, então, aproveitamento da pontuação obtida nas edições 2016/2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), concorrendo a proporção de 30% do total das vagas.

De acordo com o edital, o candidato concorre apenas às vagas destinadas ao curso e ao polo para o qual originariamente tenha se cadastrado. Além disso, não é permitido se inscrever em ambas modalidades de seleção e em mais de um curso/polo. As aulas presenciais ocorrerão nos polos Bicas, Boa Esperança, Cataguases, Conselheiro Lafaiete, Governador Valadares, Ilicínea, Juiz de Fora, Lagoa Santa, Santa Rita de Caldas, Sete Lagoas, Timóteo, Tiradentes e Ubá.

O exame será realizado no dia 16 de julho, nas cidades de Juiz de Fora, Governador Valadares, Boa Esperança e Sete Lagoas. As provas serão realizadas em um único dia, nos horários de 9h às 12 h (primeira prova presencial) e de 14h às 18h (segunda prova presencial), exclusivamente na cidade para a qual o interessado se inscrever, em locais a serem divulgados no comprovante definitivo de inscrição.

Resultado

O gabarito das provas objetivas sai às 9h do dia 17 de julho, no endereço http://www.ufjf.br/copese. No dia 31 de julho, a partir das 15h, será divulgado no mesmo endereço, o resultado final da seleção. Mais informações pelos telefones (32) 2102-3738 ou (32) 2102-3755.

Fonte: http://www.educacao.mg.gov.br

Polo UAB de Timóteo terá Licenciatura em Pedagogia


Haverá duas modalidades de ingresso: por processo seletivo de provas e aproveitamento da pontuação obtida no Enem

mn_2Z8JcPOLO_UAB

O Polo UAB de Timóteo, por meio da Universidade Federal de Juiz de Fora, oferecerá o curso superior gratuito de Licenciatura em Pedagogia na modalidade de Educação a Distância. Serão ofertadas 42 vagas para ingresso no segundo semestre letivo de 2017, a serem preenchidas por processo seletivo. O edital nº 03/2017 completo está disponível na página da copese .

Haverá duas modalidades de ingresso: por processo seletivo de provas (29 vagas) e aproveitamento da pontuação obtida no Exame Nacional do Ensino Médio /2015/2016 (13 vagas). Em ambas as modalidades, é possível concorrer por “amplo acesso” ou por “sistema de cotas”. O valor da taxa de inscrição é de R$ 100,00, a ser pago até o dia 23 de junho. Há previsão de isenção da taxa até o dia 10 de junho.

As inscrições ficam abertas até às 15h do dia 23 de junho de 2017, somente online no site da Copese .

O comprovante definitivo de inscrição deve ser impresso pelo candidato a partir das 15h do dia 11 até 15 julho de 2017 no site da Copese. As provas serão realizadas no dia 16 de julho de 2017 em Governador Valadares, campus da UFJF. Mais informações no CMEI (Centro Municipal de Educação Integrada)/Coordenação Polo UAB (Praça 1º de Maio, Centro Norte, Timóteo), de 7h às 18h, ou pelo telefone 3847 7667 / 3847 4760.

Diário do Aço

Novas instituições de Portugal aceitam resultados do Enem


Cresce a lista de instituições de ensino superior de Portugal que usam as notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para a seleção de alunos brasileiros. A partir desta quinta-feira, 16, o Instituto Universitário de Ciências da Saúde, a Escola Superior de Saúde do Vale do Ave e a Escola Superior de Saúde do Vale do Sousa somaram-se à lista, elevando o número para 21 instituições.

A presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Maria Inês Fini, assinou o 19º acordo de cooperação nesse sentido na manhã desta quinta-feira, 16, com a Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (Cespu), mantenedora dessas três instituições, todas na região do Porto.

Maria Inês Fini adiantou que repassará a todas as instituições portuguesas que já usam o Enem para selecionar brasileiros as principais mudanças que o Exame terá a partir da edição de 2017. “É uma atitude de deferência a todas essas instituições que reconhecem nosso exame”, afirmou. O acordo com a Cespu entra em vigor imediatamente. Os resultados no Enem 2016 já poderão ser usados para as seleções deste ano.

Para selecionar brasileiros interessados em seus cursos de graduação, a Cespu vai usar a nota da prova de ciências da natureza e suas tecnologias. Segundo o diretor Luís Manuel Duarte Martins da Silva, a nota do Enem será somada com a média das notas do ensino médio do candidato. “Hoje, 20% das nossas vagas são direcionadas a alunos internacionais. Se temos no Brasil uma prova nacional e reconhecida para avaliar o ensino médio, devemos usá-la. Vamos priorizar os alunos brasileiros que tiverem feito o Enem”, afirmou.

São as seguintes as instituições de ensino superior portuguesas que mantêm acordos de cooperação com o MEC com o objetivo de receber estudantes brasileiros de acordo com os resultados do Enem:

1.     Universidade de Coimbra (26/05/2014);
2.     Universidade de Algarve (18/09/2014);
3.     Instituto Politécnico de Leiria (24/04/2015);
4.     Instituto Politécnico de Beja (10/07/2015);
5.     Instituto Politécnico do Porto (26/08/2015);
6.     Instituto Politécnico de Portalegre (08/10/2015);
7.     Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (09/11/2015);
8.     Instituto Politécnico de Coimbra (24/11/2015);
9.     Universidade de Aveiro (25/11/2015);
10.    Instituto Politécnico de Guarda (26/11/2015);
11.    Universidade de Lisboa (27/11/2015);
12.    Universidade do Porto (09/03/2016);
13.    Universidade da Madeira (14/03/2016);
14.    Instituto Politécnico de Viseu (15/07/2016);
15.    Instituto Politécnico de Santarém (15/07/2016);
16.    Universidade dos Açores (04/08/2016);
17.    Universidade da Beira Interior (20/09/2016);
18.    Universidade do Minho (24/10/2016);
19.    Cooperativa de Ensino Superior Politécnico e Universitário (16/03/2017)

Assessoria de Comunicação Social do MEC

MEC dá início a programa de desenvolvimento acadêmico com um olhar para a diversidade


Indígenas, além de pessoas autodeclaradas pretas e pardas, pessoas com deficiência, altas habilidades e transtornos globais do desenvolvimento fazem parte do público-alvo do programa de desenvolvimento acadêmico (foto:Agência Brasil)

O ministro da Educação, Mendonça Filho, definiu o orçamento para dar início, em outubro, ao Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento, desenvolvido pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), em parceria com a Secretaria de Educação Superior (Sesu) e com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). A iniciativa é voltada para indígenas, pessoas autodeclaradas pretas e pardas, pessoas com deficiência, altas habilidades e transtornos globais do desenvolvimento.

“O intercâmbio com instituições de outros países, base do programa, é importante tanto para proporcionar aos estudantes selecionados um aprimoramento quanto para destacar, nas universidades internacionais, o reconhecimento da produção científica brasileira”, disse o ministro.

Realizar a primeira edição do programa sinaliza a atuação do MEC na democratização da educação superior, com um olhar para a diversidade.

Ao todo, entre 2016 e 2019, o MEC investirá R$ 25 milhões no programa, que envolverá 32 projetos de mobilidade acadêmica internacional e 23 de formação pré-acadêmica de acesso à pós-graduação, inscritos por instituições de educação superior públicas e particulares. “É um programa muito importante, de ação afirmativa, que possibilita incluir grupos geralmente negligenciados, trazendo para dentro das instituições a temática da linha de pesquisa e de conhecimento inclusiva”, acentua a titular da Secadi, Ivana Siqueira.

No eixo de mobilidade acadêmica internacional, foram selecionados projetos de universidades brasileiras que contemplam graduação-sanduíche e doutorado-sanduíche, modalidades em que o universitário estuda em um período do curso em instituição de ensino superior fora de seu país de origem. Esse processo seletivo foi conduzido pela Capes em 2015. Estados Unidos, Cuba, Colômbia, Moçambique, Cabo Verde, Portugal, Espanha e Alemanha se destacam entre as nações envolvidas nesta parceria.

No eixo de formação pré-acadêmica de acesso à pós-graduação, os projetos consistem em cursos de formação preparatória para mestrado e doutorado em diferentes instituições de educação superior. O processo seletivo foi realizado pela Sesu no ano passado, mas essas iniciativas deixaram de ser realizadas no prazo anteriormente estabelecido por falta de previsão orçamentária da gestão anterior para o exercício de 2015. A atual gestão iniciará a execução dos projetos a partir de outubro próximo.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Mestrado grátis para professor da rede pública no Ifes


As inscrições devem ser feitas até o dia 19 de setembro. Foto: Agência Brasil

Estão abertas 18 vagas para Mestrado Profissional em Letras no Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes) de Vitória.  O mestrado tem duração de dois anos e é gratuito.

As inscrições devem ser feitas até o dia 19 de setembro no site da Comperve e o pagamento da taxa, que é de R$70, deve ser realizada até o dia 20. A isenção de taxa deve ser solicitada até o dia cinco de setembro.

Para participar, o candidato deve ser professor efetivo de língua portuguesa do 1º ao 9º ano do Ensino Fundamental na rede pública. É preciso também ter licenciatura em Letras, habilitação Português, em faculdade reconhecida pelo Mec.

A prova será aplicada no dia 23 de outubro, com 20 questões objetivas e uma discursiva, às 14h, no Ifes, em Vitória.

Confira informações detalhadas no edital.

http://www.comperve.ufrn.br/

http://www.comperve.ufrn.br/conteudo/posgraduacao/profletras/201601/documentos/edital_20160802.pdf

Fonte: http://www.portaltemponovo.com.br/

Unimontes abre inscrições até 15 de setembro para 755 vagas no Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior 2016


São 67 cursos nos 14 campi e polos no Norte, Noroeste e Centro de Minas Gerais e do Vale do Jequitinhonha

Estão abertas as inscrições para o Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior da Universidade Estadual de Montes Claros (PAES Unimontes/2016). O prazo para as três etapas se estenderá até 15 de setembro para candidatos do sistema universal.

O edital prevê que, pelo sistema de reserva de vagas – categorias afrodescendente, egresso de escola pública, pessoas com deficiência e indígena –, os interessados devem efetuar a pré-inscrição no Programa Socioeconômico, somente pelo sitewww.cotec.unimontes.br, até o dia 5 de agosto.

A medida é importante para a avaliação de documentos quanto aos requisitos estabelecidos nos anexos do edital – inclusive para o pleito de isenção da taxa de inscrição. A taxa de inscrição é de R$ 90,00. As provas serão realizadas no dia 20 de novembro de 8h às 12h para os inscritos em 1ª etapa; e de 15h às 19h para os candidatos das 2ª e 3ª etapas.

No ato da inscrição, o estudante deve definir o local que pretende fazer os exames: Almenara, Belo Horizonte, Bocaiúva, Brasília de Minas, Espinosa, Janaúba, Januária, Joaíma, Montes Claros, Paracatu, Pirapora, Pompéu, Salinas, São Francisco e Unaí.

Vagas

Por meio do PAES, a Unimontes oferece 755 vagas em 67 cursos de todos os 14 campi e polos no Norte, Noroeste e Centro de Minas Gerais e do Vale do Jequitinhonha. A concorrência vale somente para os inscritos na 3ª etapa.

As vagas contemplam as áreas de Administração, Agronomia, Artes/Música, Artes/Visuais, Artes/Teatro, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências da Religião, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Sistemas, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Letras/Português, Matemática, Medicina, Odontologia, Pedagogia, Química, Serviço Social, Sistemas de Informação, Tecnologia em Gestão Pública, Tecnologia em Agronegócio e Zootecnia.

Serviço:
Inscrições PAES/Unimontes 2016
Período: 25 de julho a 15 de setembro
Local: http://www.cotec.unimontes.br
Taxa: R$ 90,00
Pré-inscrição socioeconômica: até 5 de agosto (para candidatos pelo sistema de reserva de vagas)

Informações: (38) 3229-8080

(Com informações Agência Minas Gerais)

Unimontes abre inscrições até 15 de setembro para 755 vagas no PAES/2016


São 67 cursos nos 14 campi e polos no Norte, Noroeste e Centro de Minas Gerais e do Vale do Jequitinhonha

Estão abertas as inscrições para o Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior da Universidade Estadual de Montes Claros (PAES Unimontes/2016). O prazo para as três etapas se estenderá até 15 de setembro para candidatos do sistema universal.

O edital prevê que, pelo sistema de reserva de vagas – categorias afrodescendente, egresso de escola pública, pessoas com deficiência e indígena –, os interessados devem efetuar a pré-inscrição no Programa Socioeconômico, somente pelo site www.cotec.unimontes.br, até o dia 5 de agosto.

A medida é importante para a avaliação de documentos quanto aos requisitos estabelecidos nos anexos do edital – inclusive para o pleito de isenção da taxa de inscrição. A taxa de inscrição é de R$ 90,00. As provas serão realizadas no dia 20 de novembro de 8h às 12h para os inscritos em 1ª etapa; e de 15h às 19h para os candidatos das 2ª e 3ª etapas.

No ato da inscrição, o estudante deve definir o local que pretende fazer os exames: Almenara, Belo Horizonte, Bocaiúva, Brasília de Minas, Espinosa, Janaúba, Januária, Joaíma, Montes Claros, Paracatu, Pirapora, Pompéu, Salinas, São Francisco e Unaí.

Vagas

Por meio do PAES, a Unimontes oferece 755 vagas em 67 cursos de todos os 14 campi e polos no Norte, Noroeste e Centro de Minas Gerais e do Vale do Jequitinhonha. A concorrência vale somente para os inscritos na 3ª etapa.

As vagas contemplam as áreas de Administração, Agronomia, Artes/Música, Artes/Visuais, Artes/Teatro, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis, Ciências da Religião, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Direito, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Civil, Engenharia de Sistemas, Filosofia, Física, Geografia, História, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Letras/Português, Matemática, Medicina, Odontologia, Pedagogia, Química, Serviço Social, Sistemas de Informação, Tecnologia em Gestão Pública, Tecnologia em Agronegócio e Zootecnia.

Serviço:

Inscrições PAES/Unimontes 2016

Período: 25 de julho a 15 de setembro

Local: www.cotec.unimontes.br

Taxa: R$ 90,00

Pré-inscrição socioeconômica: até 5 de agosto (para candidatos pelo sistema de reserva de vagas)

Informações: (38) 3229-8080

Instituições devem inscrever estudantes para o Enade até 7 de agosto


As instituições de educação superior devem inscrever os estudantes habilitados ao Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade) de 2016 até 7 de agosto próximo. Farão o Enade concluintes de cursos de graduação de 18 áreas.

Os ingressantes de 2016 também devem ser inscritos, mas são dispensados da prova. Nesses casos, a situação de regularidade é atestada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

Para orientar os responsáveis pelas inscrições nas instituições, o Inep produziu um manual e uma série de vídeos explicativos.

Áreas – Devem fazer as provas os concluintes de cursos das áreas de agronomia, biomedicina, educação física, enfermagem, farmácia, fisioterapia, fonoaudiologia, medicina, medicina veterinária, nutrição, odontologia, serviço social e zootecnia.

No grau de tecnólogo, o exame é destinado a concluintes de agronegócio, estética e cosmética, gestão ambiental, gestão hospitalar e radiologia.

Obrigatório – O exame, realizado pelo Inep, é obrigatório para concluintes de bacharelado com expectativa de conclusão do curso até julho de 2017 ou que já tenham concluído pelo menos 80% da carga horária mínima do currículo do curso até o fim do período de inscrição.

Também devem realizar o exame estudantes de cursos superiores de tecnologia com expectativa de conclusão até dezembro de 2016 ou que tenham cumprido mais de 75% da carga horária mínima do currículo até o fim do período de inscrição.

Provas – As provas serão realizadas em 20 de novembro, às 13 horas (horário de Brasília). Os estudantes terão quatro horas para responder 40 questões. Dessas, dez serão de formação geral (duas discursivas e oito de múltipla escolha) e 30 de conhecimentos específicos (três discursivas e 27 de múltipla escolha).

Assessoria de Comunicação Social do Inep