Arquivo da categoria: Financiamento do Ensino Superior

Resultados da pré-seleção do P-Fies já estão disponíveis para consulta dos candidatos


Já está disponível o resultado da pré-seleção do P-Fies, uma das modalidades do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Os estudantes que se candidataram a uma das 75 mil vagas ofertadas para o primeiro semestre de 2018, destinadas a pessoas com renda mensal por pessoa da família de até cinco salários mínimos, podem consultar o status do pedido na página do Fies Seleção.

O P-Fies é o Programa de Financiamento Estudantil responsável pela concessão de financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC. As condições para concessão do financiamento ao estudante serão definidas entre o agente financeiro operador do crédito (banco), a instituição de ensino superior e o estudante.

Acesse a página do Fies Seleção.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Fies abre inscrições para 75 mil novas vagas


Prazo vai até a próxima sexta-feira, 28

Estão abertas as inscrições para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), referentes ao segundo semestre de 2017. No total, 75 mil novas vagas estão disponíveis aos estudantes que buscam financiamento em instituições privadas de educação superior. O prazo vai até sexta-feira, 28.

Podem se inscrever no Fies aqueles que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010, com média das notas igual ou superior a 450 pontos e nota na redação superior a zero. O candidato também precisa ter renda familiar mensal bruta per capita de até três salários mínimos. O estudante pode consultar previamente as instituições e os cursos ofertados na página eletrônica do Fies Seleção.

“Passado o prazo final, não tem mais como se inscrever. Por isso, se houver qualquer dúvida durante o processo de inscrição, nós solicitamos aos candidatos que entrem em contato com o nosso canal de atendimento”, informa o diretor substituto de Programas e Políticas de Educação Superior do MEC, Fernando Bueno. O telefone da central de atendimento do MEC é o 0800-616161, que atende a todas as regiões do país. A ligação é gratuita. Continuar lendo Fies abre inscrições para 75 mil novas vagas

Contratos do Fies devem ser renovados até 31 de maio


Conforme determinação do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), dia 31 de maio é o último dia para fazer a renovação de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) no primeiro semestre deste ano. O prazo de aditamento, anteriormente fixado em 30 de abril, foi estendido para que nenhum estudante seja prejudicado.

 “Todos os estudantes com contratos do Fies terão a oportunidade de renovar seus financiamentos”, afirma o presidente do FNDE, Silvio Pinheiro, lembrando que o aditamento dever ser feito no Sistema Informatizado do Fies (SisFies). Cerca de 1,28 milhão de contratos devem ser aditados neste semestre.

O normativo também estende para 31 de maio o período para a realização de transferência integral de curso ou de instituição de ensino e de solicitação de dilatação do prazo de utilização do financiamento.

Os contratos do Fies devem ser renovados a cada semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades e, em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies.

No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato – como mudança de fiador, por exemplo –, o estudante precisa levar a documentação comprobatória ao agente financeiro (Banco do Brasil ou Caixa) para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do FNDE 

Instituições federais de ensino recebem R$ 230 milhões do MEC


O Ministério da Educação liberou nesta sexta-feira, 4, R$ 230,6 milhões às instituições federais de ensino. A maior parte dos valores, R$ 165,92 milhões, foi repassada às universidades federais, incluindo hospitais universitários. A Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica recebeu R$ 62,93 milhões. O restante, R$ 1,75 milhão, foi repassado às unidades do Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines), ao Instituto Benjamin Constant (IBC) e à Fundação Joaquim Nabuco (Fundaj).

Os recursos serão aplicados na manutenção, custeio e investimento das instituições. Com esta liberação, desde 13 de maio, o MEC repassou mais de R$ 4,5 bilhões às instituições federais, incluindo as universidades, os institutos, o Ines, o IBC e a Fundaj.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

MEC repassa R$ 212,18 milhões a programas e bolsas da Capes


O Ministério da Educação liberou R$ 212,18 milhões para pagamentos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Esse valor, somado ao limite financeiro que se encontra em poder da Capes, no valor de R$ 86,4 milhões, totaliza uma aplicação de R$ 298,58 milhões. Esse total vai custear, somente neste mês de novembro, aproximadamente 130 mil bolsas em diversos programas de pós-graduação, além de garantir a realização de eventos e avaliações.

A maior parte desses recursos, R$ 176 milhões, será destinada ao pagamento de 83 mil bolsistas em diversas modalidades: mestrado, doutorado, pós-doutorado, professor visitante sênior, iniciação científica, além do programa Idioma sem Fronteiras. O MEC destinará ainda R$ 47 milhões ao pagamento de 73.309 bolsas do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), 5.860 bolsistas do Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor), 1,011 bolsistas do Observatório da Educação e 1,3 mil bolsistas ligados à Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Além disso, R$ 1,22 milhão serão destinados ao repasse de descentralizações às instituições participantes do Pibid e do Parfor.

 Estão garantidos ainda R$ 22 milhões para os pagamentos a 17 mil bolsistas – incluindo mestrado profissional – e 61 instituições participantes da Universidade Aberta do Brasil (UAB). As bolsas e projetos relacionados ao programa Ciência sem Fronteiras terão disponíveis R$ 2,3 milhões. Para o custeio de programas tradicionais serão destinados R$ 4 milhões para pagamento a 1.830 bolsistas e 907 projetos desenvolvidos.

 Serão concedidos ainda R$ 31,5 milhões para atender o financiamento do Programa de Excelência Acadêmica (Proex) e do Programa de Apoio à Pós-Graduação (Proap), com vistas a proporcionar melhores condições para formação de recursos humanos de alto nível no país. Outros R$ 14,56 milhões custearão despesas com custeio e administração da Capes, apoio à realização de eventos científicos, projetos de pesquisa, capacitação de pessoal, entre outros. A liberação foi realizada em 3 de novembro.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

MEC adia prazo para estudantes renovarem Fies até 15 de dezembro


Mariana Tokarnia – Repórter da Agência Brasil

O prazo para a renovação de contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) neste segundo semestre foi prorrogado para o dia 15 de dezembro. Inicialmente, o processo seria encerrado hoje (31). De acordo com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), dos 1,5 milhão de estudantes que devem renovar o financiamento, 980 mil o fizeram até esta manhã.

Os contratos do Fies precisam ser renovados todo semestre. O pedido de aditamento é feito inicialmente pelas faculdades. Em seguida, os estudantes devem validar as informações inseridas pelas instituições no SisFies. No caso de aditamento não simplificado, quando há alteração nas cláusulas do contrato, como mudança de fiador, por exemplo, o estudante precisa ainda levar a documentação comprobatória ao agente financeiro para finalizar a renovação. Já nos aditamentos simplificados, a renovação é formalizada a partir da validação do estudante no sistema.

Os estudantes precisam validar as informações no sistema e, no caso de aditamentos não simplificados, procurar os agentes financeiros do Fies (Caixa ou Banco do Brasil) para formalizarem a renovação dos contratos.

Os aditamentos, normalmente feitos no início do semestre, ficaram congelados devido à falta de recursos. No entanto, após a aprovação de crédito suplementar para o programa pelo Congresso Nacional, o sistema foi liberado para renovações.

O investimento nos financiamentos é de R$ 8,6 bilhões, já garantidos no orçamento, de acordo com o Ministério da Educação. A pasta assegura que, para 2017, o governo federal já enviou ao Congresso Nacional Projeto de Lei Orçamentária que contempla R$ 21 bilhões para o Fies, o que garantirá a continuidade dos financiamentos e a manutenção dos contratos com os agentes financeiros do fundo.

Edição: Amanda Cieglinski
Agência Brasil