Arquivo da categoria: Juventudes e Trabalho

Meu Primeiro Negócio desperta o interesse de jovens estudantes pelo empreendedorismo


Na primeira edição do programa do Governo de Minas Gerais, cerca de 2.500 alunos da rede estadual foram envolvidos. Segunda seleção está com inscrições abertas e vai contemplar até 650 escolas

De manhã, atividades comuns de aulas escolares: ensinos de Matemática, Física, Química, Geografia, História, Biologia, Português. À tarde o que parecia uma rotina de adolescentes se transforma nas ocupações do mundo adulto: funções e hierarquias de empresa; criação, produção e comercialização de produtos; como angariar clientes e patrocinadores.

Essa foi a realidade de alunos de 120 escolas que participaram do projeto Meu Primeiro Negócio, cuja segunda seleção está com inscrições abertas até 11 de fevereiro de 2018. Continuar lendo Meu Primeiro Negócio desperta o interesse de jovens estudantes pelo empreendedorismo

Últimos dias de inscrições para o Programa de Aprendizes da Usiminas


As vagas abertas são para Operador de Movimentação e Armazenagem de Cargas e para Operador de Processos Siderúrgicos

Termina no próximo domingo, dia 14 de maio, o período de inscrições para o processo seletivo do Programa de Aprendizes da Usiminas.

mn_lAC0Haprendizes_usiminas
As aulas terão início no mês de julho com oportunidades também para pessoas com deficiência

As vagas abertas são para Operador de Movimentação e Armazenagem de Cargas e para Operador de Processos Siderúrgicos. A oportunidade é destinada a estudantes a partir do 3º ano do ensino médio e os interessados devem se inscrever diretamente no site da empresa – http://www.usiminas.com.

As aulas terão início no mês de julho com oportunidades também para pessoas com deficiência. Os cursos serão realizados pelo Senai, no Centro de Formação Profissional Rinaldo Campos Soares, no bairro Horto, em Ipatinga. A parte prática será desenvolvida na Usina de Ipatinga e Unigal. Os alunos selecionados receberão bolsa de estudos, assistência médica e seguro de vida.

Fonte: Diário do Aço

Em Brasília, técnicos da educação e trabalho da OEA debatem formação de jovens


Da Agência Brasil

Técnicos dos ministérios do Trabalho e da Educação dos 35 países-membros da Organização dos Estados Americanos (OEA) participam hoje (15) do Seminário Intersetorial sobre Emprego Juvenil: Articulação entre Educação e Trabalho.

O evento, que prossegue até amanhã, apresenta estratégias desenvolvidas pelos ministérios da Educação e do Trabalho para melhorar os sistemas de educação e formação de jovens, a fim de preparar força de trabalho de acordo com necessidades dos países em desenvolvimento e da demanda dos setores produtivos.

Para o ministro da Educação, Mendonça Filho, que participa do encontro, a Medida Provisória nº 746/16, que regulamenta a reforma no ensino médio, vai auxiliar na capacitação dos jovens.

“A medida vai possibilitar maior oferta de ensino médio com formação técnica profissionalizante, o que significa aumento de renda e mais empregabilidade”, disse. Segundo o ministro, a baixa oferta de ensino profissionalizante prejudica o futuro do jovem.

“Infelizmente, no Brasil temos poucas ofertas de educação técnica profissionalizante, ela é restrita ao sistema S, a rede federal de educação técnica profissionalizante e algumas redes estaduais. No restante, você não tem acesso à educação técnica profissionalizante. Na ausência da oferta, o jovem tem que se matricular em uma educação regular e, muitas vezes, conclui o nível médio sem tempo de buscar uma formação técnica depois da conclusão, porque já tem que se voltar para mercado de trabalho. Isso prejudica todo seu futuro, toda sua vida como cidadão” concluiu.

Durante o seminário, os participantes vão identificar e analisar iniciativas específicas de colaboração e coordenação entre os ministérios do Trabalho e da Educação dos países membros para melhorar a empregabilidade dos jovens. Além de abrir espaços para diálogo entre todos os participantes, com visita de campo para conhecimento de experiência local exitosa e discussões em subgrupos.

Edição: Maria Claudia