Arquivo da categoria: NOTÍCIA

Divulgada a relação das escolas que receberão o Prêmio “IDEB Transformação” – Escolas do vale do aço receberão prêmio


Lista com os nomes das unidades escolares foi publicada, nesta sexta-feira (18/9), no Diário Oficial de Minas Gerais

Já está disponível para consulta a lista com os nomes das escolas da rede estadual que se destacaram nos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) 2019, divulgados na última terça-feira (15/9), e que receberão o Prêmio “IDEB Transformação” instituído pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG). A edição atual do IDEB mostrou que Minas Gerais alcançou sua maior nota no índice, considerando o ensino médio. Os resultados alcançados são fruto da dedicação e empenho de gestores, professores, alunos e famílias.

Todas as 125 unidades de ensino contempladas demonstraram eficiência e muita dedicação e, por isso, serão homenageadas publicamente. Devido à pandemia, a cerimônia – que ocorre nos dias 21,22 e 23 deste mês -, será feita de forma on-line e vai agraciar escolas do ensino fundamental e médio. A lista completa está publicada, na página 18, da edição desta sexta-feira (18/9) do Diário Oficial de Minas Gerais.

O Prêmio “IDEB Transformação” tem o objetivo reconhecer publicamente as escolas públicas estaduais que se destacaram no Sistema de Avaliação da Educação Básica (SAEB) e no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). A resolução que instituiu o Prêmio foi publicada na última quinta-feira (17/9).

As escolas serão premiadas em cinco categorias: IDEB; Variação do IDEB; Desempenho na avaliação SAEB; Variação de desempenho nas duas últimas edições do SAEB; e Gestão.

IDEB em Minas Gerais

Os resultados do IDEB mostraram que, após três edições seguidas de queda, Minas Gerais inverteu a tendência e, além de recuperar a trajetória de boa qualidade nos ensinos fundamental e médio, também apresentou os melhores indicadores já alcançados em fluxo e proficiência. Trata-se do maior salto no ensino médio na história do IDEB no estado.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br/ (editado)

2° JORNADA DIGITAL DA EDUCAÇÃO – PNLD ENSINO MÉDIO E PNLD LITERÁRIO ENSINO FUNDAMENTAL ANOS FINAIS


Evento será realizado entre os dias 31/08 e 04/09, pela Editora Moderna. Podem participar professores e coordenadores em uma série de workshops que vão abordar, de modo prático, o trabalho com metodologia de projetos. 

Moderna-Explica-PNLD-Literário-Fundamental 2-2020 (1)

Convite-2-Jornada-Digital-da-Educação-Novo-Ensino-Médio

Moderna-BNCC-EM

Q7nW7LmmrkqUaQJyIaJwABsY8pvH9ge3CbiXwCiWz-GrUl9wx889MFLfgPybD--KSKjnMzadE0k-JYk4v_npXqq0g7SS4v_AT2gShOt1GB9dlN1BLcukDViU0HERm8UdkGT-iKR_

unnamed

 

Prorrogado o prazo de inscrição para o Prêmio Gestão Escolar


Escolas têm até 31 de agosto para se inscreverem

prorrogação premio gestaão escolar 2020

Escolas públicas de todo país ganharam mais tempo para participar da edição especial do Prêmio Gestão Escolar (PGE). O prazo de inscrição, que terminaria no dia 15 de agosto, foi prorrogado e as unidades de ensino têm agora até o dia 31 de agosto para participar da iniciativa. Um novo cronograma com as demais datas será publicado pelos organizadores do Prêmio.

Escolas municipais e estaduais de ensino regular podem se inscrever no Prêmio. As inscrições devem ser feitas pelo site www.premiogestaoescolar.com.br. Todo o processo de inscrição deverá ser realizado exclusivamente por meio eletrônico, inclusive na submissão de documentos. Vale destacar que só serão considerados válidos os cadastros finalizados pelas escolas. Continuar lendo Prorrogado o prazo de inscrição para o Prêmio Gestão Escolar

SEDESE ENCERRA HOJE A SEMANA ESTADUAL DAS JUVENTUDES


A Semana Estadual das Juventudes está sendo um sucesso, com momentos de compartilhamento de conhecimento e debates sobre as juventudes do estado de Minas Gerais. E ela já está encaminhando para o final.

Hoje, terça-feira (18/8) , às 18h ocorrerá o evento de encerramento: “Participação Social, conectando Juventude e Poder Público”.

As inscrições podem ser realizadas AQUI ou acesse: https://serdh.mg.gov.br/inscricao

Código de inscrição: SEDESE551

Após fazer sua inscrição, acesse a live AQUI ou acesse: https://www.youtube.com/watch?v=zTeErGngG7g

Ou ainda, pelo Facebook do Cejuve em AQUI ou acesse: https://www.facebook.com/CejuveMinas/videos/1368485903360834/

encerramento semana estadual das juventudes

Fonte: SEDESE Minas

ABERTAS AS INSCRIÇÕES PARA A OLIMPÍADA EMPREENDEDORA DO SEBRAE MINAS


olimpiada sebrae minas

O SEBRAE MINAS e sua Unidade de Educação Empreendedora, com o apoio dos parceiros, realiza o Programa Olimpíada Empreendedora “Qual digital você vai deixar no mundo?” para estudantes e professores do Ensino Fundamental e Ensino Médio das Escolas Públicas do estado de Minas Gerais.
O objetivo é criar situações de aprendizagem para que o pensamento crítico e criativo seja uma oportunidade dos educadores levarem os seus estudantes a dialogarem com problemas reais da comunidade escolar e, por meio do desenvolvimento de habilidades empreendedoras, encontrar soluções conectadas com as tecnologias digitais, incentivando o protagonismo estudantil.   
O evento de lançamento ocorreu no dia 12/08 e está gravado no canal do youtube – Olimpíada Empreendedora.
🎞Assista e confira como essa *Jornada de Aprendizagem* irá transformar a sua Vida! 
🚀🚀 Embarque na Olimpíada Empreendedora! 
📚 Material disponível em:
Link do Edital: encurtador.com.br/dhAO5
Link do E-book: encurtador.com.br/mtTW8
ATENÇÃO
📍Inscrições de 17 a 21/08 no site www.cer.sebrae.com.br

SEMINÁRIO DE 30 ANOS DO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE – “ENTRE A FICÇÃO E A AÇÃO”


O Seminário “Entre a Ficção e a Ação” no aniversário de 30 anos do ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente, é uma realização da FAE/UFMG e dos estudantes da Linha de Pesquisa “Infância e Educação Infantil” do Programa de Pós-Graduação em Educação “Coletivo Geral Infâncias”; o evento conta com o apoio do “Pensar a Educação, pensar o Brasil”

Cartaz divulgação seminário 30 anos eca

Cartaz 2 divulgação seminário 30 anos eca

Mais informações: Equipe do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Infância e Educação Infantil

NEPEI – FaE / UFMG

Acesse os links com a programação:

17 de agosto

17 de agosto Continuar lendo SEMINÁRIO DE 30 ANOS DO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE – “ENTRE A FICÇÃO E A AÇÃO”

Semana Estadual das Juventudes aborda desafios enfrentados pelos jovens em tempos de pandemia


site-semana-juventude

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de Minas Gerais (Sedese) e o Conselho Estadual de Juventude (Cejuve) realizam a edição 2020 da Semana Estadual das Juventudes, entre os dias 11 e 18 de agosto. O evento será on-line, e terá a temática “Juventudes e Conexões: Os desafios de ser jovem em tempos de pandemia”.

O encontro vai realizar debates e discussões sobre assuntos que são influenciados diretamente pelo cenário causado pela pandemia de Covid-19, e como esses assuntos refletem na vida das juventudes. A programação está dividida em 7 linhas de discussão, que envolvem interações sociais, desigualdades e também empregabilidade, dentre outras.

A abertura será no dia 11/8, com o lançamento do Diagnóstico das Juventudes de Minas Gerais, documento que traz dados sobre a situação dos jovens em diversos setores, como trabalho e emprego, saúde, educação e segurança, destacando ainda como a raça e o gênero influenciam nestas condições. No evento, a secretária de estado de Desenvolvimento Social, Elizabeth Jucá, entregará simbolicamente o documento ao Conselho Estadual de Juventude, que solicitou a sua elaboração. A programação completa está disponível aqui.

De acordo com Tomaz Moreira, coordenador de Políticas para a Juventude da Sedese, os temas são uma oportunidade para refletir o momento atual, e como a pandemia afeta as diversas conexões que os jovens têm rotineiramente. “Esse cenário de pandemia é algo novo, que ninguém nunca vivenciou ou está acostumado. Percebemos que os jovens enfrentam esse momento com mudanças nas relações pessoais, conexões virtuais e também no mercado de trabalho, ao mesmo tempo que enfrentam desafios nessas perspectivas. Então nosso objetivo é abordar as diversas situações ao longo da semana, mostrando como estes desafios influenciam nas diversas áreas”, explica.

As ações da Semana Estadual da Juventude serão transmitidas no canal do YouTube da Sedese, no Portal SER-DH e também no Facebook do Cejuve. Os interessados em receber certificados de participação poderão fazer sua inscrição aqui, com o código específico que será disponibilizado para cada live.

Fonte: http://www.social.mg.gov.br/

Estudante de Ipatinga está na pré-seleção estadual do programa Parlamento Jovem Brasileiro de 2020


Ao todo, 32 projetos de estudantes mineiros seguem para avaliação final da Câmara dos Deputados;  pré-selecionado, Marcos Adriano Cruz Viana é estudante da Escola Estadual João XXIII em Ipatinga

Já está disponível para consulta os nomes dos 32 estudantes que tiveram seus projetos pré-selecionados pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) para participar do programa Parlamento Jovem Brasileiro (PJB).

Em Minas Gerais, na edição desse ano, 87 alunos mineiros se inscreveram para participar do programa. Os projetos foram avaliados os critérios estabelecidos pela Câmara dos Deputados como, a justificativa da proposição, relevância/mérito da proposição para a sociedade e técnica Legislativa. A Banca Avaliadora foi constituída por servidores da SEE/MG.

Os 32 projetos foram encaminhados para a Câmara dos Deputados, órgão responsável pela avaliação final e a seleção dos oito projetos de Minas Gerais que participarão da Jornada Parlamentar em Brasília. O resultado dos pré-selecionados de todos os Estados será divulgado no dia 10 de agosto, no site da Câmara dos Deputados: www.camara.leg.br/pjb.

A divulgação dos 78 finalistas do PJB 2020 está prevista para o dia 18 de setembro.

Clique aqui e confira a lista dos pré-selecionados na etapa Estadual

A iniciativa

O Parlamento Jovem Brasileiro (PJB) é um programa de educação para a democracia realizado anualmente pela Câmara dos Deputados. O PJB tem por objetivo proporcionar aos estudantes de ensino médio a vivência do trabalho dos Deputados Federais, por uma semana, na Câmara dos Deputados.

Os estudantes selecionados são empossados como deputados jovens e podem vivenciar as principais etapas de um processo de elaboração de leis, escrevendo projetos de lei e debatendo temas de grande importância para o nosso país.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br/

Participantes devem pagar taxa do Enem até esta quarta, 10


O prazo para pagamento da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 acaba nesta quarta-feira, 10 de junho. O procedimento precisa ser realizado pelos participantes que se inscreveram e não se enquadram nos perfis isentos.

Para pagar, é necessário acessar a Página do Participante e gerar a Guia de Recolhimento da União (GRU) com a nova data. O valor é de R$ 85 — a taxa pode ser quitada em qualquer banco, casa lotérica ou agência dos Correios.

Vale lembrar que o período para pagamento foi prorrogado por 12 dias para que os inscritos não tivessem prejuízos durante o período de isolamento social.

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação das provas, o Enem 2020 recebeu 6,1 milhões de inscrições. Cerca de 300 mil ainda necessitam efetuar o pagamento para assegurar a participação no exame. Aproximadamente 4,8 milhões de participantes se enquadram nos termos de gratuidade.

Canais de informação – As informações do Enem 2020 podem ser acompanhadas nos portais do Inep e do MEC, assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do governo federal. Dúvidas relativas ao processo de inscrição podem ser sanadas pelo Fale Conosco do Inep, por meio do autoatendimento on-line ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Fonte: https://www.gov.br/mec/pt-br

Trabalho conjunto entre família e escola é fator importante para os bons resultados do Regime de Estudo não Presencial


Ações realizadas pelas escolas e apoio das famílias têm contribuído para que os estudantes possam dar continuidades aos estudos

O ano letivo de 2020 trouxe vários desafios para a educação e, na rede pública estadual de ensino mineira, eles estão sendo superados a partir de um importante trabalho feito em conjunto entre as escolas e as famílias na realização das iniciativas propostas por meio do Regime de Estudo não Presencial.

A distribuição impressa dos Planos de Estudos Tutorados (PETs) para aqueles alunos que não têm acesso à celular ou internet, o contato próximo dos gestores escolares e dos educadores com as famílias e alunos, mesmo que por telefone ou por aplicativo, são algumas das ações que estão sendo realizadas e que têm fortalecido essa parceria.

adriana
Maria Helena recebeu os PETs dos seus filhos em casa. Foto: Arquivo Pessoal

Um exemplo está na história de Maria Helena de Queiroz Sousa. Ela mora na zona rural do município de Ipaba e tem dois filhos estudando na Escola Estadual Emília Cabral Mota, localizada no distrito de Vale Verde. Para que conseguissem dar continuidade aos estudos, os filhos de Maria Helena receberam os PETs em casa, o que deixou a família muito agradecida. “Aqui o acesso à internet é bem difícil e meus filhos não estavam conseguindo acompanhar on-line. Mas a diretora Adriana veio até minha casa trazer as apostilas para eles. Eu fiquei muito feliz, porque assim eles não vão ficar prejudicados”, ressalta. Continuar lendo Trabalho conjunto entre família e escola é fator importante para os bons resultados do Regime de Estudo não Presencial

Inscrições para o Parlamento Jovem Brasileiro podem ser feitas até o dia 30 de junho


Iniciativa é realizada pela Câmara dos Deputados e voltada para alunos do ensino médio ou técnico de escolas públicas e privadas

Até o dia 30 de junho, estudantes de escolas públicas e privadas de todo o país podem se inscrever para participar da edição deste ano do programa Parlamento Jovem Brasileiro (PJB). Podem participar estudantes do ensino médio regular ou da modalidade da Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou técnico, com idades entre 16 e 22 anos. A iniciativa é realizada pela Câmara dos Deputados.

Para participar do PJB, o aluno deve preencher uma ficha de inscrição on-line, anexar um projeto de lei de sua autoria (de tema livre e impacto nacional) e também a documentação necessária.

parlamento

As inscrições devem ser feitas na página do Parlamento Jovem Brasileiro ou pelo WhatsApp da iniciativa (61) 3216-1867 (o número é fixo, mas recebe mensagens). Vale ressaltar que, em função da pandemia da Covid-19, excepcionalmente nesta edição do Programa, não serão admitidas inscrições pelos Correios para o Estado de Minas Gerais. Clique aqui para fazer a inscrição.

Serão selecionados 78 projetos de lei. O número de vagas para deputados jovens por estado e pelo Distrito Federal é proporcional ao número de deputados federais. Minas Gerais, por exemplo, conta com 53 deputados e terá direito a indicar oito jovens.

Outras informações no Guia do PJB

A iniciativa

O Parlamento Jovem Brasileiro é um programa de educação para a democracia realizado anualmente pela Câmara dos Deputados. O PJB tem por objetivo proporcionar aos estudantes de ensino médio a vivência do trabalho dos Deputados Federais, por uma semana, na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Os estudantes selecionados são empossados como deputados jovens e podem vivenciar as principais etapas de um processo de elaboração de leis, escrevendo projetos de lei e debatendo temas de grande importância para o nosso país.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br/

 

Ministério da Saúde cria cartilha lúdica para explicar coronavírus às crianças


Material deve ser divulgado aos pais, mães, responsáveis e cuidadores de crianças

cartilha corona virus

“Nesta situação que estamos vivendo durante a pandemia do coronavírus, é importante conversar e explicar às crianças o que está acontecendo. A curiosidade é normal em qualquer idade e, juntamente com as dúvidas, podem surgir sentimentos como insegurança, medo e até raiva. Se é comum nos adultos, imagina nas crianças…

A mudança de rotina causa ansiedade, e os adultos devem mostrar que é papel de cada um proteger-se e proteger as pessoas mais vulneráveis nessa pandemia.

Também é importante brincar, pois é assim que crianças aprendem da melhor forma. Cantem juntos, dancem, façam atividades e tentem se distrair em meio à nova rotina e às novas obrigações.

Além de manter as crianças bem entretidas, use a informação como um instrumento de proteção para sua família.”

Acesse a cartilha: Cartilha CoronaVamosNosProgeter

Mais informações: https://www.saude.gov.br/campanhas/46452-coronavirus

Inscrições para o Enem 2020 terminam hoje, quarta-feira (27)


O prazo para as inscrições do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 estará aberto até as 23h59 desta quarta-feira (27). O prazo foi prorrogado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e pelo Ministério da Educação (MEC).

Além da prorrogação das inscrições, o Inep e o MEC postergaram a aplicação das provas para um período entre 30 e 60 dias após as datas inicialmente divulgadas nos editais. Os participantes poderão opinar quanto à melhor data para aplicação das provas em enquete, a ser realizada por meio da Página do Participante, no final de junho. A isenção da taxa de inscrição para o Enem está assegurada para todos os participantes que atendem aos critérios descritos nos editais. Os demais devem gerar a Guia de Recolhimento da União (GRU) no valor de R$ 85 e fazer o pagamento até quinta-feira, 28 de maio.

Fique atento às datas do Enem 2020 no cronograma atualizado abaixo:

 

Inscrições 11 a 27/5/2020
Pagamento da taxa de inscrição 11 a 28/5/2020
Atendimento especializado Solicitação 11 a 27/5/2020
Resultado 5/6/2020
Recurso 8 a 12/6/2020
Resultado do recurso 18/6/2020
Tratamento pelo nome social Solicitação 1º a 5/6/2020
Resultado 12/6/2020
Recurso 15 a 19/6/2020
Resultado do recurso 25/6/2020
Aplicação Data a ser divulgada

Canais de informação – As informações a respeito do Enem 2020 podem ser acompanhadas no portal do Inep e do MEC, assim como nas redes sociais oficiais dos dois órgãos do Governo Federal. Dúvidas relativas ao processo de inscrição podem ser sanadas pelo Fale Conosco do Inep, por meio do autoatendimento on-line ou do 0800 616161 (somente chamadas de telefone fixo).

Acesse a Página do Participante do Enem

Leia os editais do Enem 2020

Fonte: INEP

Prorrogadas as inscrições para o Enem 2020


enem

Inscrições prorrogadas até 27 de maio

Os participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 terão mais dias para se inscrever no exame. O novo prazo, definido pelo Ministério da Educação (MEC) e pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), será até às 23h59 da próxima quarta-feira, 27 de maio. Após a inscrição, o pagamento do boleto deve ser realizado até dia 28 do mesmo mês.

As inscrições são realizadas exclusivamente pela internet, na página do participante. Para fazer a inscrição no Enem 2020, o estudante deverá informar um CPF próprio, não sendo aceitos documentos de pai, mãe ou responsável, também precisará informar um número de celular e um endereço de e-mail. Na edição de 2020, todos os inscritos deverão anexar foto ao sistema de inscrição.

As provas do Enem 2020, que aconteceriam em novembro, agora devem ser realizadas em dezembro ou janeiro de 2021 — ainda não há uma data definida. Segundo o MEC, será feita uma consulta aos inscritos, em junho, para que eles possam opinar sobre os dias de realização do exame.

Fonte: INEP

Experiência e dedicação dos professores da rede estadual são fundamentais para o sucesso das teleaulas do “Se Liga na Educação”


Educadores e profissionais da Rede Minas contam como superaram os desafios de produzir o programa que tem batido recordes de audiência na TV e na internet

BastidoresRedeMinas
Equipe de professores surpreendeu com desenvoltura e empenho. Foto: Divulgação/SEE/MG

A primeira semana de exibição das teleaulas do “Se Liga na Educação” foi um sucesso de audiência. Os números verificados demonstram o interesse pelo programa veiculado pela Rede Minas. A boa recepção ao conteúdo não poderia ser diferente, considerando a dedicação e o empenho dos professores, que estão à frente das teleaulas, e dos profissionais da emissora.

Na segunda-feira (18/05), foram ao ar as primeiras teleaulas, mas o trabalho de todos os envolvidos começou bem antes, ainda em abril. Com vários anos de experiência em sala de aula, mas sem muita intimidade com estúdios e câmeras de TV, os professores da rede estadual que aceitaram participar do desafio de conduzir as teleaulas entenderam a necessidade de se dedicar ao momento e partiram para encarar o “novo”.

Novo aprendizado

Desafio! Essa é a palavra dita por todos ao relatar como venceram a insegurança da novidade e fizeram para transformar o receio em aprendizado. A professora de Ciências, Leonora Batista Campos, que tem 25 anos de profissão, contou como está fazendo para viver a nova realidade. A experiência acumulada com o tempo foi usada, segundo ela, no momento de encarar a câmera. Continuar lendo Experiência e dedicação dos professores da rede estadual são fundamentais para o sucesso das teleaulas do “Se Liga na Educação”

Escolas participantes do Saeb 2019 podem se cadastrar para consultar resultados preliminares da avaliação


Os representantes legais das mais de 73 mil escolas que participaram do Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) 2019 podem se cadastrar para a consulta aos resultados preliminares por unidade educacional. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação da avaliação, disponibilizou o acesso ao cadastro no sistema eletrônico do Saeb. As secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal indicaram interlocutores para reforçar os contatos com os diretores das redes de ensino. A parceria irá fortalecer a disseminação das informações necessárias para consultar os dados.

As escolas poderão conferir os resultados preliminares no final de maio, e terão 15 dias após a publicação para interpor recursos, caso considerem necessário. O processo também é realizado pelo sistema on-line e o Inep irá analisar as justificativas que fundamentem a solicitação. As informações relativas ao Saeb são publicadas periodicamente na página de notícias e nas redes sociais do Inep.

Cadastro – O sistema só pode ser acessado pelo representante legal de cada unidade escolar ou por seu substituto. Para realizar o cadastro, ele deve fornecer dados pessoais como CPF e data de nascimento. Também é necessário fornecer os dados do estabelecimento de ensino, entre eles o código da escola. Ao concluir o cadastro, uma senha temporária será enviada para o e-mail cadastrado. Quem não receber a mensagem deve verificar a caixa de spam. As instruções para cadastrar a senha definitiva estarão descritas no e-mail. Continuar lendo Escolas participantes do Saeb 2019 podem se cadastrar para consultar resultados preliminares da avaliação

Teleaulas do “Se Liga na Educação” estreiam com sucesso na Rede Minas


Primeiro dia de exibição do programação comprovou o interesse de pais e/ou responsáveis, alunos e professores no conteúdo do Regime de Estudos não Presencial desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG)

SeLigaAoVivo
Primeiro dia de transmissão das teleaulas teve mais de 10 mil participações nos canais de atendimento

Estreou nesta segunda-feira (18/05), na Rede Minas, o programa “Se Liga na Educação”, que faz parte do Regime de Estudo não Presencial, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG). As teleaulas gravadas começaram a ser exibidas às 7h30 da manhã e foram até às 11h15. Desse horário até às 12h30, os professores esclareceram as dúvidas, ao vivo, encaminhadas pelos alunos aos canais de contato.

Já na estreia, a ferramenta alcançou números relevantes. Só no canal da emissora no Youtube foram registrados picos de cerca de 270 mil visualizações simultâneas e até o momento, mais de 760 mil visualizações da transmissão do programa.

A interação dos estudantes com o “Se Liga na Educação” também foi outro ponto alto. Os canais de atendimento receberam mensagens de todas as partes do estado, sendo a maior parte encaminhada via Whatsapp.

O interesse pelo Regime de Estudo não Presencial já chamava atenção e despertava a curiosidade de pais, alunos e professores mesmo antes da estreia das teleaulas. Durante a coletiva da Secretaria de Estado de Educação, na semana passada, o site da Rede Minas teve pico de quase 23 mil acessos. Continuar lendo Teleaulas do “Se Liga na Educação” estreiam com sucesso na Rede Minas

Site criado pela Secretaria de Estado de Educação reúne as informações do Regime de Estudo não Presencial


Pais, responsáveis, estudantes e professores poderão acessar o estudeemcasa.educacao.mg.gov.br e conhecer as ferramentas ofertadas pela SEE

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) está realizando diferentes ações que têm por objetivo reaproximar os alunos da rede pública estadual de ensino à rotina de estudos neste período em que as atividades escolares presenciais estão suspensas por tempo indeterminado como medida de prevenção e enfrentamento à Covid-19. Para auxiliar a comunidade escolar a entender melhor cada ferramenta do Regime de Estudo não Presencial e a ter um acesso mais rápido a elas, a SEE/MG criou o site estudeemcasa.educacao.mg.gov.br.
Na aba “Planos de Estudos Tutorados (PET)” estão todas as apostilas desenvolvidas pela equipe pedagógica da SEE/MG. Elas devem ser baixadas para que alunos e professores possam trabalhar os conteúdos das disciplinas ao longo deste período. O material contempla desde a educação infantil ao ensino médio e atende a todas as modalidades de ensino. Além disso, as apostilas trazem os conteúdos separados por disciplinas. Para baixar o PET é só clicar no caderno relativo ao ano de escolaridade do estudante.

estudeemcasa2 (1)

A aba “Se Liga na Educação” ajuda a conhecer um pouco mais sobre o programa que será transmitido na Rede Minas, de segunda-feira a sexta-feira, de 7h30 às 12h30. No site é possível acessar a programação semanal, verificar quais conteúdos serão trabalhados em cada dia, saber como participar dos momentos ao vivo do programa e como sintonizar a emissora.

Já o espaço “Conexão Escola” é dedicado ao aplicativo que será disponibilizado aos alunos e professores. No site, será possível acessar o termo de uso, o manual do professor e do aluno. Além disso, será possível consultar a matrícula do aluno, informação que será necessária para o acesso à plataforma.

Espaço para esclarecer dúvidas

Para facilitar o acesso de toda comunidade escolar, o site reúne, ainda, guias práticos para pais, alunos, professores e diretores. Por meio destes materiais será possível esclarecer dúvidas sobre o uso dos Planos de Estudos Tutorados.

No link “Dúvidas Comuns” estão listadas perguntas e respostas que possam surgir sobre as diferentes ferramentas e o regime de teletrabalho dos servidores da Educação.

Já na guia “Mais” é possível conhecer as legislações referentes à educação que foram publicadas pelo Governo de Minas Gerais desde que teve início a pandemia da covid-19 em nosso estado e acessar o Fale Conosco da SEE/MG.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br/

SRE DE CORONEL FABRICIANO INICIA HOJE WEBCONFERÊNCIAS COM GESTORES DAS ESCOLAS ESTADUAIS


Iniciativa da Diretoria Educacional, serão realizadas hoje (14) uma série de webconferências, envolvendo diretores e especialistas das escolas estaduais de ensino fundamental e médio da jurisdição. Também são convidados os gestores das escolas de tempo integral.

Os eventos foram possíveis após publicações da SEE sobre os regime de teletrabalho e orientações aos estudantes, professores e pais/responsáveis sobre os Planos de Estudos Tutorados.

Ao longo do dia, três webconferências serão conduzidas pelos analistas da Equipe Pedagógica e Inspeção Escolar. Pela manhã, os convidados são os gestores dos anos finais do ensino fundamental. À tarde, serão compartilhados dois eventos com abordagem para o ensino médio regular e integral. Amanhã, 15, o espaço é para os anos iniciais.

Todos os diretores foram convocados para participação nas atividades do dia de hoje. O link de acesso foi enviado ao e-mail institucional da escola.

Secretaria de Estado de Educação lança Regime de Estudo não Presencial para alunos da rede pública estadual de Minas


Estratégia para garantir o ensino foi feita considerando as diversas realidades das regiões do estado e a criação de distintas ferramentas para chegar aos alunos e professores

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) apresentou, nesta terça-feira (12/05), o Regime de Estudo não Presencial para os alunos das escolas da rede pública estadual. O conjunto de ferramentas foi pensado e desenvolvido pela equipe da SEE/MG com o apoio das redes municipais. A medida pretende minimizar os efeitos da necessidade de suspensão das aulas presenciais, determinada pelo Comitê Gestor do Plano de Prevenção e Contingenciamento em Saúde do COVID-19 – Comitê Extraordinário COVID-19 – e da Secretaria de Estado de Saúde (SES) para proteger vidas, evitando a aglomeração e circulação de pessoas.

Em vídeo, a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, destacou a importância da iniciativa e o formato usado para dar continuidade ao processo de ensino e aprendizado dos estudantes neste período. Ao lançar o Regime de Estudo não Presencial, ela enfatizou que a estratégia é mitigar os efeitos do distanciamento social na vida das famílias e fazer com que a rotina de aprendizado seja garantida neste momento. “Sabemos que nada substitui a relação presencial entre alunos e professores em sala de aula. Mas é nossa função garantir a continuidade dos estudos de nossas crianças e jovens mineiros da melhor forma possível”, destacou.

Ainda de acordo com a secretária, todas as ferramentas foram pensadas considerando as diversas realidades vivenciadas no estado e, neste momento inicial, o importante é que as atividades sejam retomadas tomando todas as precauções que o momento exige, de acordo com a orientações da SES. Ela explicou que a primeira semana será para que os alunos e professores se aproximem do material. “Essa próxima semana será uma semana muito tranquila, para que vocês, professores e alunos, possam ir se reaproximando das atividades escolares de forma serena e muito compreensiva a esse momento sensível e cuidadoso pelo qual todos nós estamos passando”, disse.

O importante papel dos gestores das escolas também foi lembrado pela secretária durante sua fala. Ela classificou o trabalho e a organização dos diretores como “essenciais” durante o processo de concepção do modelo e na viabilização das ferramentas do Regime de Estudo não Presencial.

Confira o vídeo da secretária Julia Sant’Anna

Continuar lendo Secretaria de Estado de Educação lança Regime de Estudo não Presencial para alunos da rede pública estadual de Minas

Secretaria publica resolução que estabelece diretrizes e atribuições dos Núcleos de Tecnologias Educacionais


Núcleos são responsáveis pela gestão tecnológica nas SREs e escolas estaduais

Resultado da troca de experiências e conversas com as Superintendências Regionais de Ensino (SREs), a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) publicou, no Diário Oficial de Minas Gerais do último sábado (9/5), a Resolução SEE nº 4.327/2020. O documento estabelece diretrizes, atribuições e vinculação dos Núcleos de Tecnologias Educacionais (NTEs), além de definir as atribuições das funções de seus membros.

Com a publicação, o NTE passa a ser vinculado diretamente ao gabinete da Superintendência Regional de Ensino, o que representa um novo enfoque de atuação das unidades. Os NTEs são responsáveis pela gestão tecnológica nas regionais e nas escolas estaduais e neles devem atuar servidores responsáveis por suporte técnico e pedagógico, profissionais que oferecem formações continuadas aos educadores para apropriação e uso das tecnologias.

De acordo com a Resolução, a composição da equipe NTE será de, no mínimo, três servidores, quantitativo exigido pelo Ministério da Educação (MEC). Todos os Núcleos deverão contar com um coordenador, um técnico de suporte e um técnico pedagógico. Além disso, o documento determina que as regionais deverão, gradativamente, adequar o quadro de servidores do NTE para, no mínimo, cinco, de acordo com as frentes de trabalho.

Núcleo de Tecnologia Educacional

Os NTEs devem fomentar a utilização intensiva das Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação (TDIC) tendo como objetivo a melhoria da qualidade do ensino e aprendizagem dos estudantes, manter o parque tecnológico das escolas e SREs em funcionamento adequado, além de atender às secretarias municipais de educação no que diz respeito à implementação e uso das TDIC.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br/

Inscrições para o Enem 2020 começam nesta segunda-feira


Inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 começam nesta segunda-feira (11) e vão até o dia 22 de maio, podendo ser feitas por meio da página do Enem na internet; participante pode optar entre exame impresso ou digital

Enem digital

A partir deste ano o Enem terá duas modalidades de provas, as impressas, com aplicação prevista para os dias 1º e 8 de novembro, e as digitais, para os dias 22 e 29 de novembro. O participante que optar por fazer o Enem impresso não poderá se inscrever na edição digital e, após concluir o processo, não poderá alterar sua opção.

A estrutura dos dois exames será a mesma. Serão aplicadas quatro provas objetivas, constituídas por 45 questões cada, e uma redação em língua portuguesa. Durante o processo de inscrição, o participante deverá selecionar uma opção de língua estrangeira – inglês ou espanhol.

Neste ano, será obrigatória a inclusão de uma foto atual do participante no sistema de inscrição, que deverá ser utilizada para procedimento de identificação no momento da prova. O valor da taxa de inscrição é de R$ 85 e deverá ser pago até 28 de maio.

Isenção de taxa

De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), todos os participantes que se enquadrarem nos perfis especificados nos editais, mesmo sem o pedido formal, terão isenção da taxa. A regra vale tanto para os participantes que optarem pelo Enem impresso quanto para os que escolherem o Enem digital e se aplica, inclusive, aos isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e não tenham justificado ausência.

Portanto, no ato da inscrição para o Enem 2020, terão isenção de taxa os candidatos que estejam cursando a última série do ensino médio este ano, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo da Educação Básica; tenham feito todo o ensino médio em escolas da rede pública ou como bolsistas integrais na rede privada e tenham renda per capita familiar igual ou inferior a um salário mínimo e meio; ou declarem estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por serem membros de família de baixa renda e que estejam inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

A consulta aos resultados dos pedidos de recurso para a isenção de taxa de inscrição do Enem, os interessados devem acessar a Página do Participante, no aplicativo ou no site do Enem, e conferir as informações.

Acessibilidade

A Política de Acessibilidade e Inclusão do Inep visa dar atendimento especializado aos participantes que necessitarem. Para facilitar a compreensão no momento da inscrição, os atendimentos específicos (gestantes, lactantes, idosos e estudantes em classe hospitalar) foram incluídos na denominação “especializado”. As solicitações para esses atendimentos também deverão ser feitas entre 11 e 22 de maio. Os resultados serão divulgados em 29 de maio. Para os pedidos que forem negados, está prevista uma fase para apresentação de recursos. O resultado final estará disponível no dia 10 de junho.

Os pedidos de tratamento por nome social serão feitos entre 25 e 29 de maio, com previsão de divulgação dos resultados em 5 de junho. O período para apresentação de recursos será entre 8 e 12 de junho e a disponibilização dos resultados finais em 18 de junho.

Agência Brasil – https://agenciabrasil.ebc.com.br/

Edição: Aécio Amado

Benefício Bolsa Merenda em Minas pode ser solicitado via aplicativo


MG App facilita acesso e consultas referentes ao auxílio que já beneficiou quase 75 mil alunos

bolsa_merenda

A partir desta sexta-feira (8/5), a solicitação do Bolsa Merenda e demais dados sobre a concessão do benefício já pode ser feita a partir do MG App, aplicativo de serviços do Governo de Minas Gerais, acessado a partir de smartphones.

No app gratuito, disponível para download nas lojas virtuais dos sistemas Android e iOS, basta entrar na aba “Desenvolvimento Social” para navegar pelo Bolsa Merenda.

Auxílio

O auxílio, criado pelo Governo de Minas para ajudar as famílias nesse momento de dificuldades com a pandemia do novo coronavírus, é disponibilizado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), em parceria com o Ministério Público de MG (MPMG), e já beneficiou quase 75 mil alunos matriculados na rede estadual de ensino.

O tíquete de R$ 50 será pago por quatro meses e deve beneficiar, ao todo, cerca de 380 mil estudantes, cujos pais estejam inscritos no Cadastro Único. Continuar lendo Benefício Bolsa Merenda em Minas pode ser solicitado via aplicativo

FNDE já liberou mais de R$ 720 milhões direto para escolas públicas na pandemia


Mais de 105 mil instituições foram beneficiadas; dinheiro pode ser usado na compra de produtos de higiene para facilitar retorno às aulas com segurança

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação, já liberou R$ 721.651.342,00 para escolas públicas para combate à pandemia. Os recursos, do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) Básico, são fonte importante de renda para as instituições comprarem álcool em gel, sabonete líquido, toalhas de papel e outros produtos de higiene, por exemplo.

O dinheiro é repassado para as escolas que já atualizaram os dados cadastrais no sistema PDDEweb e não possuem pendências sobre a prestação de contas de anos anteriores. Até o momento, 105.188 receberam. Quando as demais unidades atualizarem os cadastros, também ficarão aptas a obter recursos. O número pode chegar a 138 mil escolas e o valor total, a R$ 900 milhões. Continuar lendo FNDE já liberou mais de R$ 720 milhões direto para escolas públicas na pandemia

SRE DE CORONEL FABRICIANO REALIZA HOJE WEBCONFERÊNCIA COM GESTORES ESCOLARES DA JURISDIÇÃO


edvania web
Edvania Lana de Morais Andrade –   Superintendente de Ensino

Edvania reúne em videoconferência cerca de 70 diretores de escolas estaduais, gestores e analistas das diretorias da SRE. À tarde, os convidados são os secretários municipais de educação de 11 municípios da jurisdição.

Estão na pauta as medidas de enfrentamento à pandemia da Covid – 19, bem como o Regime Especial de Atividades não Presenciais – REANP.

inara PET
Inara Viana Teixeira – Diretora Educacional

 

 

 

 

Abertas as inscrições para o curso gratuito de Saúde Vocal


Formação é voltada para professores da rede estadual e inscrições podem ser feitas até o dia 4 de maio

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) ampliou a oferta do curso de Saúde Vocal do Professor. A formação é gratuita e voltada para os professores que desejam se capacitar e aprimorar os conhecimentos sobre o uso adequado da voz.

As inscrições podem ser feitas até o dia 4 de maio no site da Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores da SEE/MG. O curso será realizado on-line no período de 12 de maio até 12 de junho.

A capacitação sobre Saúde Vocal é estruturada na modalidade de educação a distância (EaD) e tem carga horária de 20 horas. No curso, o professor tem acesso a orientações de como atuar preventivamente nos cuidados com a voz, sua principal ferramenta de trabalho, evitando hábitos e atitudes que contribuam para o adoecimento vocal. Continuar lendo Abertas as inscrições para o curso gratuito de Saúde Vocal

Gestores escolares começam atividades em teletrabalho que auxiliarão na oferta do Regime de Estudo não Presencial para os alunos da rede estadual


Justiça decide que diretores e coordenadores de escola devem retomar as atividades em regime de teletrabalho

A justiça de Minas Gerais determinou, nessa segunda-feira (27/04), após recurso apresentado pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) em conjunto com a Advocacia-Geral do Estado (AGE), a liberação das atividades não presenciais para os diretores e coordenadores das escolas da rede estadual de ensino. Com isso, por meio do teletrabalho, os gestores escolares poderão retomar a organização administrativa que auxiliará na oferta do Regime de Estudo não Presencial, iniciativa que está sendo desenvolvida para os alunos da rede pública estadual neste período em que as atividades escolares presenciais para os estudantes estão suspensas como medida de prevenção e enfrentamento da Covid-19.

Para auxiliar os gestores escolares na retomada das atividades, a SEE/MG encaminhou às Superintendências Regionais de Ensino (SREs) e escolas um memorando com as orientações. No documento estão estabelecidas quais as medidas necessárias que os gestores devem tomar para a implementação das atividades não presenciais por meio do Regime Especial de Teletrabalho e as excepcionalmente presenciais, nos termos das determinações e diretrizes impostas pelo Comitê Extraordinário COVID-19 e pela SEE/MG.

Aos gestores escolares caberá, entre outras funções, realizar as atividades administrativas como enturmação de estudantes que ainda precisam ser incluídos no Sistema Mineiro de Administração Escolar (Simade), promover a associação de docentes e lançamento de informações no quadro de horários, por exemplo, além da realização de levantamentos de dados para a formulação do plano de escalonamento e o esquema de rodízio de trabalhadores das unidades escolares.

Os gestores também realizarão levantamentos necessários para o desenvolvimento do Regime de Estudo não Presencial. As SREs acompanharão as ações desenvolvidas pelos gestores escolares. Vale lembrar que as escolas públicas estaduais continuam fechadas e as atividades escolares presenciais para os estudantes estão suspensas por tempo indeterminado.

Ciente da necessidade de garantir a saúde e segurança dos servidores, para os profissionais que não tiverem em casa os equipamentos necessários para exercer suas funções e que precisarem de equipamentos do Estado, a SEE/MG vai autorizar o empréstimo desse material.

Regime Especial de Atividades não Presenciais

O Regime Especial de Atividades não Presenciais foi instituído pela Resolução SEE nº 4.310, de 17 de abril, e é composto de procedimentos específicos, meios e formas de organização das atividades escolares não presenciais e tem como objetivo a garantia das aprendizagens dos estudantes e ao cumprimento das horas letivas legalmente estabelecidas e das propostas pedagógicas.

FNDE promove videoconferência para esclarecer principais dúvidas de gestores da educação


Com foco em obras paralisadas, PDDE, PNAE, encontro on-line será realizado na próxima quinta-feira, 30 de abril, às 15 horas

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) vai realizar, na próxima quinta-feira, 30 de abril, o primeiro webinar para esclarecer dúvidas de gestores e técnicos da educação sobre a execução dos programas durante a pandemia do novo coronavírus. A videoconferência será transmitida no portal da autarquia, às 15 horas. 

A iniciativa integra as ações do “FNDE em Rede”, projeto da vinculada ao Ministério da Educação (MEC) que visa dar assistência técnica aos estados e municípios.

“Esta será a primeira webconferência do FNDE em Rede e a proposta é atualizar informações sobre as principais iniciativas da autarquia em relação às medidas de enfrentamento à pandemia de coronavírus, por isso é muito importante a participação dos profissionais da educação”, destacou a presidente do FNDE, Karine Santos.

A reunião será pautada pela utilização dos recursos do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e por informações de obras paralisadas. Os interessados devem se inscrever aqui. No formulário de inscrição, há um campo para envio de sugestões de assuntos a serem tratados na webconferência.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do FNDE

Disponível em http://portal.mec.gov.br/

Resultados de pedidos de isenção de taxa no Enem estão disponíveis


Interessados devem acessar a Página do Participante, no site ou no aplicativo do exame

Interessados em participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 que tenham encaminhado sua justificativa de ausência na edição de 2019, e solicitado isenção da taxa de inscrição para a edição deste ano já podem consultar sua situação na Página do Participante, no site ou no aplicativo do exame.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela aplicação do Enem, analisou os pedidos recebidos até o momento e deferiu todas as solicitações que comprovaram, com documentos, os perfis de isenção definidos pelos editais do Enem.

O sistema segue aberto para o envio de novos pedidos. Todas as justificativas de ausência no Enem 2019 também foram deferidas, e futuros inscritos nesta situação já têm garantida a gratuidade de inscrição para o Enem 2020.

Agora, o Inep abre oportunidade para aqueles que não conseguiram comprovar pertencer aos perfis de isenção — e, portanto, tiveram seu pedido indeferido — encaminharem documentação complementar para nova análise.

A partir de segunda-feira, 27 de abril, os interessados poderão enviar a documentação que comprove a situação de solicitação de isenção, observando a opção escolhida, por meio da Página do Participante. Serão aceitos somente documentos nos formatos PDF, PNG ou JPG, com o tamanho máximo de 2MB. A lista com os documentos de comprovação aceitos está aqui.

Isenção – Os editais do Enem 2020 garantem gratuidade da taxa de inscrição para o participante que:

  • estiver cursando a última série do ensino médio no ano de 2020, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar;
  • tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio, conforme o art. 1º, parágrafo único, incisos I e II, da Lei nº 12.799, de 10 de abril, de 2013;
  • declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, nos termos do art. 4º do Decreto nº 6.135, de 26 de junho, de 2007, e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Inscrições – A isenção não garante entrada automática no Enem. Todos os interessados deverão acessar a Página do Participante no período de 11 a 22 de maio e realizar a inscrição para confirmar participação no maior exame de acesso à educação superior do país.

Durante as inscrições, o Inep irá conceder isenção, de ofício, para todos os inscritos que se encaixarem nos perfis descritos no edital, mesmo sem o pedido formal durante a oportunidade aberta pelo Instituto. A regra vale tanto para os participantes que optarem pelo Enem impresso quanto para os que escolherem o Enem Digital.

Aqueles que não se encaixarem nos perfis de isenção deverão realizar a inscrição nos prazos e critérios estabelecidos e efetuar o pagamento da taxa para poder participar.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

Governo de Minas inicia pagamento do Bolsa Merenda


Benefício de R$ 50, concedido a estudantes da rede estadual, começa a ser pago nesta segunda-feira (27/4)

Estudantes da rede pública estadual de ensino começam a receber o Bolsa Merenda, no valor de R$ 50 para compra de alimentos, a partir desta segunda-feira (27/04). Para viabilizar a entrega do benefício, o Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social (Sedese), conta com a parceria da instituição PagSeguro PagBank.

O benefício, exclusivo para alunos da rede estadual de ensino inscritos no CadÚnico, tem objetivo de reduzir os impactos da suspensão das aulas em função da pandemia do novo coronavírus e garantir a segurança alimentar de aproximadamente 380 mil crianças e adolescentes. Os estudantes que serão beneficiados atendem ao critério de extrema pobreza, de famílias com renda mensal de até R$ 89 por pessoa.

bolsa_merenda
Os beneficiários podem usar o dinheiro de duas formas: utilizando apenas o aplicativo no seu smartphone, para pagar boletos, fazer transferências ou realizar compras usando QR Code. Foto: Divulgação Sedese

Serão contemplados todos alunos da família. Se uma família tiver três estudantes matriculados na rede estadual de Educação, terá o direito de receber um benefício no valor de R$150,00 (R$ 50 x 3 alunos). Participantes do programa de Educação de Jovens e Adultos (EJA) também poderão receber o benefício.

O Bolsa Merenda terá duração inicial de quatro meses – de abril a julho – e poderá ser estendido de acordo com o calendário das aulas. Do valor total de R$ 50 do tíquete, R$ 30 serão custeados pelo Governo de Minas, e os outros R$ 20 são fruto de uma parceria com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que destinou R$ 30 milhões para os quatro meses de programa. Além disso, o PagBank irá depositar R$ 20 extras a todos os beneficiários do Bolsa Merenda no primeiro mês. Continuar lendo Governo de Minas inicia pagamento do Bolsa Merenda

Secretaria de Educação ofertará Regime de Estudo não Presencial para alunos da rede estadual de ensino


Iniciativa será realizada durante o período de suspensão das aulas devido à pandemia da Covid-19 e contará com Plano de Estudo Tutorado (PET) e Programa de TV realizado em parceria com a Rede Minas

A pandemia do Covid-19 e o cenário extraordinário de isolamento social trouxe para o mundo a necessidade de adotar medidas excepcionais e na Educação não é diferente. Tendo em mente a necessidade da continuidade aos estudos em tempos de crise e como forma de garantir que não haja interrupção total das atividades escolares, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) elaborou o Regime de Estudo não Presencial para alunos da rede estadual de ensino.

“Sabemos que nada substitui a relação presencial entre aluno e professor, mas no momento em que a gente vê que essa relação não pode ser de contato próximo, a SEE tem a responsabilidades de apresentar algo que tente minimizar os riscos tanto para a vida dos servidores e alunos, quanto para a aprendizagem”, afirmou a secretária de Estado de Educação, Julia Sant’Anna, durante reunião na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) realizada na última quarta-feira (15/4).

A iniciativa terá três frentes de atuação: Plano de Estudo Tutorado (PET), programa de TV “Se Liga na Educação” e um reforço na disseminação das informações no site e redes sociais da SEE. Todas as frentes foram pensadas de modo a garantir o máximo de inclusão e participação dos estudantes das escolas estaduais. As atividades serão realizadas a distância e as unidades escolares continuarão fechadas.

Iniciativas

O PET consiste em apostilas mensais de orientação de estudo e atividades por ano de escolaridade (1º ao 9º ano do ensino fundamental e 1º ao 3º ano do ensino médio). Os conteúdos foram baseados no Currículo Referência de Minas Gerais (CRMG) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC). A distribuição será prioritariamente por meios virtuais (site da SEE, e-mail e WhatsApp dos pais cadastrados nas escolas, entre outros) e terá início no dia 4 de maio.

petsite
Serão produzidos PETs para alunos de todos os anos. Foto: Divulgação SEE

Para aqueles alunos que não têm acesso à internet, as escolas e Superintendências Regionais de Ensino (SREs) identificarão a melhor forma de distribuição do material, sempre levando em consideração todas as orientações de prevenção ao Covid-19 determinadas pela Secretaria de Estado de Saúde (SES).

“A nossa principal preocupação é o acesso e como garantir o recebimento e utilização desse material pelos professores e alunos. Estamos bastante otimistas sobre as distintas estratégias de cobertura”, explicou Julia Sant’Anna. Continuar lendo Secretaria de Educação ofertará Regime de Estudo não Presencial para alunos da rede estadual de ensino

Inep formaliza alterações de calendário e procedimentos do Enem 2020


Versão digital foi adiada para 22 e 29 de novembro; exame impresso mantém datas de aplicação

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) formalizou mudanças no calendário e em alguns procedimentos do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Uma das principais alterações é o adiamento da versão digital para 22 e 29 de novembro, medida já anunciada. A aplicação da prova impressa permanece prevista para 1º e 8 de novembro.

As alterações constam nos novos editais (aqui e aqui) do maior exame para acesso à educação superior do país, publicados na edição desta quarta-feira, 22 de abril, do Diário Oficial da União (DOU).

Os editais divulgam as novas regras da solicitação de isenção da taxa de inscrição do exame, antecipadas nos portais do Inep e do Ministério da Educação (MEC). Todos os participantes que atendam aos critérios especificados nos editais serão contemplados com a gratuidade, mesmo sem o pedido formal dos inscritos.

A regra vale tanto para os participantes que optarem pelo Enem impresso quanto para os que escolherem o digital e se aplica, inclusive, aos isentos em 2019 que faltaram aos dois dias de prova e que não tenham justificado ausência. Portanto, no ato da inscrição para o Enem 2020, terá a sua isenção de taxa garantida, de ofício, o participante que:

  • esteja cursando a última série do ensino médio no ano de 2020, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar;
  • tenha cursado todo o ensino médio em escola da rede pública ou como bolsista integral na rede privada e tenha renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio, conforme o art. 1º, parágrafo único, incisos I e II, da Lei nº 12.799, de 10 de abril, de 2013;
  • declare estar em situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda, nos termos do art. 4º do Decreto nº 6.135, de 26 de junho, de 2007, e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), que requer renda familiar per capita de até meio salário mínimo ou renda familiar mensal de até três salários mínimos.

O Inep também formalizou as novas cidades de aplicação do Enem Digital, agora distribuídas nas 27 unidades da Federação, decisão que já havia sido divulgada. O plano inicial era em apenas 15 capitais.

A estrutura do exame no modelo digital será igual à da versão impressa. As inscrições para os dois modelos de prova deverão ser realizadas de 11 a 22 de maio na Página do Participante ou no aplicativo Enem. O participante que optar por fazer o Enem 2020 impresso não poderá se inscrever na edição digital e vice-versa. Após concluir o processo, o candidato não poderá alterar a opção escolhida.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações do Inep

Plano de Estudo Tutorado ofertado aos alunos da rede pública estadual também poderá ser utilizado pelas redes municipais de ensino de Minas Gerais


De acordo com a Undime-MG, o uso do material pelas prefeituras será facultativo, mas todos receberão o Plano de Estudo Tutorado (PET) e poderão adequar o material de acordo com a sua realidade

Neste cenário extraordinário de isolamento social causado pela pandemia do Covid-19, a parceria entre a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) e a União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação Seccional Minas Gerais (Undime-MG) se fortalece ainda mais na construção de iniciativas voltadas para a continuidade do processo de ensino e aprendizagem dos estudantes mineiros. A entidade auxiliou a SEE/MG na elaboração do Plano de Estudo Tutorado (PET) voltado para a educação infantil e para os anos iniciais do ensino fundamental e, além das escolas estaduais, o material será disponibilizado também para as redes municipais. O PET integra o Regime de Estudo não Presencial.

“A Undime-MG é sempre parceria da Secretaria porque entendemos que estado e municípios devem caminhar juntos. Nos deu muito prazer participar da confecção dos cadernos. Em um momento difícil como esse, a nossa parceria tem que se fortificar ainda mais”, destaca a presidente da Undime-MG, Andréa Pereira da Silva.

O PET consiste em apostilas mensais de orientação de estudo e atividades por ano de escolaridade. Os conteúdos foram baseados no Currículo Referência de Minas Gerais (CRMG) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Segundo Andréa, o material estará disponível para todas as prefeituras e seu uso será facultativo. “Mesmo se o município já estiver desenvolvendo alguma atividade, ele poderá usar o material e adequá-lo de acordo com a sua necessidade. Todos irão receber”, afirma.

A subsecretária de Desenvolvimento da Educação Básica da SEE/MG, Geniana Faria, ressalta que a utilização do material pelas redes municipais de ensino terá impacto positivo no desenvolvimento do estudante. “Estamos mais uma vez consolidando essa parceria e esse regime de colaboração com a Undime-MG. Esse material chegando também às redes municipais de ensino ajudará a dar continuidade ao processo de desenvolvimento dos alunos evitando, assim, uma interrupção brusca. É muito importante estarmos juntos pensando em todos os alunos do estado”.

Programa de TV “Se Liga na Educação”

Além do PET, os alunos das redes municipais também poderão acompanhar outra ação que será ofertada dentro do Regime de Estudo não Presencial. O programa “Se Liga na Educação” será transmitido, pela Rede Minas, de segunda a sexta-feira, sempre de 7h30 até as 12h30.

Serão quatro horas de aulas gravadas (7h30 às 11h30), além de uma hora (11h30 às 12h30) ao vivo onde os estudantes poderão interagir, por meio das redes sociais, WhatsApp e telefone, com os professores no estúdio. A previsão é que o primeiro programa seja transmitido no dia 11 de maio.

O programa de TV é resultado de uma parceria entre a SEE/MG e a Rede Minas, que é uma rede de televisão brasileira de cunho cultural e educativo. A emissora está no ar no canal 17 UHF ou 9.1 (HD) e 9.2 (SD); Net 20 e Net HD 520; Oi 09; One Seg (para celulares e portáteis) 9.3 e através do satélite Brasilsat C2 para a América Latina. O conteúdo também é disponível ao público pela Internet, através do site da emissora www.redeminas.tv e do aplicativo (redeminas.tv/aplicativoRedeMinas).

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br/

Morador de Santana do Paraíso é aprovado em curso de Harvard


Leonardo Oliveira Teixeira, de 17 anos, estudará Ciência da Computação a distância

download

O estudante Leonardo Oliveira Teixeira recebeu uma boa notícia nos últimos dias. O jovem de 17 anos, morador do bairro Cidade Nova, em Santana do Paraíso, foi aprovado para um curso a distância em Harvard, dos Estados Unidos, uma das universidades mais famosas do mundo. Ele irá estudar Ciência da Computação e, ao fim de três anos, terá um certificado de curso superior na área. Aluno de escola pública, o aluno terá a oportunidade de dar um novo rumo em sua vida. Leonardo cursa o 3º ano do ensino Médio na Escola Estadual Herbert José de Souza – Betinho.

Ele conta que soube do curso em uma pesquisa na internet, sobre as faculdades que disponibilizavam cursos EAD. “A deles se chama HarvardX. Entrei e vi que estava liberado para fazer a prova. Consegui passar e fiquei muito feliz”.

A prova tinha questões de matemática, inglês, língua estrangeira – Leonardo escolheu espanhol -, biologia, física e química. Foram 80 questões, “bem difíceis”, segundo ele. Não é minha língua mãe, né? já é difícil identificar pegadinhas no Enem, por exemplo, imagina num outro idioma. Quando recebi a notícia da aprovação eu fiquei em choque. E foi por e-mail, por causa do novo coronavírus (Covid-19), a carta está demorando para chegar, mas vai vir junto com o material e o moletom. A chave de acesso da plataforma eu já tenho. Minha mãe ficou pasmada, meu pai me deu parabéns, todo mundo ficou feliz”, destaca.

Superação

Integrante da tradicional família brasileira, que luta para pagar suas contas e superar os desafios do dia a dia, Leonardo afirma que sua realidade não é diferente da de muitos no país. “Eu faço pré-vestibular e estudo em escola pública. Minha mãe é técnica em segurança, mas fica em casa pra cuidar da gente, apenas meu pai trabalha fora. Esse curso é, para mim, uma possibilidade de mudar a direção da minha vida. Eu nunca fui aos Estados Unidos (a universidade fica localizada em Cambridge, estado de Massachusetts), mas sempre quis viajar. O porém é que minha família não tem condições. Mal viajamos para outro estado. Faço cursinho para passar na federal e mesmo assim é caro”, pontua.
Sobre mudar de país, o jovem pondera que não pretende fazer isso agora. “Mas sempre quis morar fora, adoro assistir vídeos desses youtubers que mostram a vida em outros países e onde as possiblidades financeiras e de vida são mais amplas também. Daqui a algum tempo, pretendo fazer uma pós-graduação nessa área. Como passei nesse curso, minha intenção é fazer bacharelado em Física”, anseia.

Fonte: Diário do Aço (editado)

Por Bruna Lage (repórter do Diário do Aço)

Alunos da rede estadual podem participar de concurso de desenho da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia


Inscrições vão até 16 de março e quem ganhar terá a arte divulgada

Concurso desenho

Alunos dos anos finais do ensino fundamental (6º ao 9º ano) e do ensino médio de escolas públicas e particulares podem participar da 4ª edição do concurso de Desenho da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. O tema deste ano é “Inteligência Artificial: A Nova Fronteira da Ciência Brasileira”. A arte que vencer será usada em todas as peças gráficas e nas mídias relacionadas ao evento. Além disso, quem vencer vai participar da cerimônia de abertura das comemorações, em Brasília, e ainda poderá levar um acompanhante.

Os interessados em participar do concurso devem se inscrever pelo site: snct.museu.cp.ufmg.br até o dia 16 de março. Já o resultado será divulgado no dia 25 de março. A semana é realizada em outubro, mês dedicado à Ciência e Tecnologia.

A iniciativa do concurso é do Museu Itinerante Ponto da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em parceria com o Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

O site da 4ª Edição do Concurso de Desenho traz dicas de como fazer uma arte que tenha mais chances de sair vitoriosa da disputa. Evitar textos no desenho, peças com muitos elementos juntos e histórias em quadrinho são alguns dos toques para quem for participar.

“O desenho deve ter expressividade, fácil memorização e estar de acordo com o tema do concurso. Ser colorido, ter fundo transparente e não usar efeitos que tirem a visibilidade da peça”, informa a página dedicada ao concurso.

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial é um ramo da ciência da computação que se propõe a elaborar dispositivos que simulem a capacidade humana de raciocinar, perceber e tomar decisões, além de resolver problemas.

Entre os exemplos de Inteligência Artificial estão as câmeras inteligentes que monitoram ruas ou ambientes fechados e conseguem identificar imagens fora dos padrões. Tem também os assistentes virtuais dos smartphones que conseguem fazer a análise do comportamento de compra dos usuários etc.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br

Escola Estadual Professora Celina Machado, em Coronel Fabriciano, cria projetos que estreitam laços com a comunidade


Pais e responsáveis podem participar de aulas de pintura, apresentações teatrais, palestras e diversas atividades

Alunos, pais e responsáveis se juntam à equipe pedagógica da escola em projetos que estabelecem parcerias. Foto: Arquivo da escola

Participar ativamente da vida escolar dos filhos, estar presente no dia a dia da unidade escolar e entender a importância da relação entre a família e a escola no processo de aprendizagem das crianças. Esses são alguns conceitos que norteiam as ações de muitos pais de alunos da rede pública estadual e, para fortalecer ainda mais essa parceria, algumas unidades escolares desenvolvem projetos que buscam motivar a participação da família no ambiente escolar.

Na Escola Estadual Professora Celina Machado, em Coronel Fabriciano, a direção da escola trabalha em conjunto com a equipe pedagógica para criar mecanismos atrativos que fortaleçam o desenvolvimento dos alunos. Uma das ferramentas utilizadas pela unidade de ensino é o Projeto Estreitando Laços, que oferece diversas programações culturais e sociais para os estudantes e, também, se estende aos pais e responsáveis.

Segundo a diretora da escola, Marceni Pacheco, “é na política da boa vizinhança que a nossa escola cria vínculos fortalecedores, com laços de parcerias, estabelecendo responsabilidades mútuas e construindo assim uma escola democrática”, explica a diretora.

Por meio do projeto, os alunos e a comunidade podem participar de aulas de pintura, torneios esportivos, apresentações teatrais, palestras sobre saúde e outros eventos. “A família, em parceria com a escola e vice-versa, é peça fundamental para o desenvolvimento do educando. Entretanto, para conhecer a família é necessário que a escola abra suas portas, e intensifique ações que busquem garantir a permanência dos alunos e também dos pais na instituição”, declara Marceni.

Marizete Aguiar é mãe de Gabriele Aguiar, aluna do 5º ano do ensino fundamental da Escola Estadual Professora Celina Machado. Ela afirma que tenta se envolver, o máximo possível, em projetos desenvolvidos pela instituição de ensino e conta que participa ativamente dos eventos educativos e culturais que a escola realiza. Segundo ela, “eu sempre estou na escola porque gosto de acompanhar a vida escolar da minha filha. É muito valiosa a liberdade que a unidade de ensino oferece aos pais. A comunidade tem um bom relacionamento com a diretoria e a equipe pedagógica porque a instituição sempre está de portas abertas para nos receber”, ressalta.

De acordo com Marizete, é muito importante que a escola e as famílias dos alunos estejam alinhadas para construir uma parceria que beneficie os educandos. “Sinto que nós, responsáveis por nossos filhos, e a equipe da escola estamos trabalhando no mesmo ritmo. Muitas vezes, ensino algo para a Gabriele e ela leva para a escola. Outras vezes, ela aprende algo lá e ensina em casa para os avós, os tios, por exemplo. Essa troca de experiências é muito interessante. Temos crescido muito com essa parceria”, destaca.

Espaço Escola

Conheça mais projetos de escolas da rede estadual de ensino de Minas Gerais acessando o link:

 www.educacao.mg.gov.br/parceiro/espaco-escola

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br

SRE de Coronel Fabriciano abre inscrições para cursos do Programa Formação pela Escola


O Programa Formação pela Escola oferece cursos a distância de programas e ações educacionais financiados pelo FNDE.

No período de março a abril de 2020 serão oferecidos os cursos:

“Censo Escolar (Educacenso)”, para Assistentes Técnicos da Educação Básica (ATB), principalmente aos profissionais que trabalham diretamente com o programa.

“Controle Social de Conselheiros”, para membros do Colegiado Escolar.

Atenção!

Para ambos os cursos, todos os servidores e membros da comunidade interessados poderão se inscrever. Sugere-se que as Equipes Diretiva e Pedagógica das escolas também participem.

Para a inscrição, os interessados deverão preencher o formulário acessando o link abaixo até o dia 25/02/2020; deverão aguardar contato para confirmação de matrícula, que será feito posteriormente no e-mail pessoal informado.

Tutora responsável pelo programa na Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano: Flávia Nunes Peron

Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano
Rua Guarapari, 1.163, Bairro Belvedere – Coronel Fabriciano/MG – CEP: 35170-102  

(31) 3841 9486  e  3841 9474

MEC REGULAMENTA REGISTRO E EMISSÃO DE DIPLOMA DIGITAL


O Ministério da Educação publicou em 12/03/2019 a Portaria nº 554, que regulamenta o registro e a emissão de diploma digital pelas instituições de ensino superior que compõem o Sistema Federal de Ensino. Esta é a segunda portaria que trata sobre o diploma digital e visa proporcionar às mais de 2,4 mil instituições o passo a passo para implementar o novo formato. Continuar lendo MEC REGULAMENTA REGISTRO E EMISSÃO DE DIPLOMA DIGITAL

Curso “Currículo Referência de Minas Gerais: conhecê-lo para implementá-lo” está com inscrições abertas


Interessados podem se inscrever até o próximo dia 20/01

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG), por meio da Escola de Formação e Desenvolvimento Profissional de Educadores de Minas Gerais, está divulgando nova turma para o curso “Currículo Referência de Minas Gerais: conhecê-lo para implementá-lo ”. Continuar lendo Curso “Currículo Referência de Minas Gerais: conhecê-lo para implementá-lo” está com inscrições abertas

Educação Especial ganha novas diretrizes na rede pública estadual de Minas Gerais


Pela primeira vez, as orientações para normatização e organização da Educação Especial na Perspectiva Inclusiva nas escolas estaduais foram publicadas por meio de resolução

A Educação Especial ofertada pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) ganhou mais força este ano. É que nesta sexta-feira (10/1) foi publicada, no Diário Oficial Minas Gerais, a Resolução SEE n 4.256/2020, que institui as diretrizes para normatização e organização da Educação Especial na rede estadual de ensino. Continuar lendo Educação Especial ganha novas diretrizes na rede pública estadual de Minas Gerais

Publicada resolução que apresenta critérios e diretrizes para a designação 2020 nas escolas estaduais de Minas Gerais


Designação será realizada em duas modalidades: de 18 a 21 de janeiro acontece a designação on-line. Já a presencial será de 22 a 31 do mesmo mês

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) publicou no Diário Oficial desta terça-feira (7/1) a Resolução nº 4.257, que estabelece os critérios e diretrizes para a designação 2020. De acordo com o documento, a designação on-line acontecerá no período de 18 a 21 de janeiro. Já a presencial será de 22 a 31 do mesmo mês.

Participam da designação on-line candidatos às seguintes funções: Professor de Educação Básica – PEB Anos Iniciais Regente de Turma/Eventual e Professor para o Ensino do Uso da Biblioteca; Analista de Educação Básica – AEB; Assistente Técnico de Educação Básica – ATB; Especialista em Educação Básica – EEB e Inspetor Escolar.

A escolha de vagas para a designação on-line será em processo único com a atribuição de vagas realizada em duas etapas. Na primeira, ocorrerá a disponibilização e preenchimento das vagas, de acordo com o Comporta da escola e a manifestação de preferência do candidato. O resultado da primeira rodada será divulgado no dia 28 de janeiro.

Já a segunda etapa ocorrerá quando a vaga ofertada na primeira rodada não for preenchida, em decorrência da não comprovação das informações pelo candidato ou não comparecimento em tempo hábil. Ao servidor designado no processo de designação on-line e dispensado da função, em decorrência de provimento da vaga, será assegurada nova participação na segunda etapa de atribuição de vagas. O resultado da segunda etapa será divulgado no dia 04 de fevereiro.

Designação presencial

A designação presencial será realizada no período de 22 a 31 de janeiro em polos ou micropolos. É responsabilidade das Superintendências Regionais de Ensino (SREs) organizar e gerenciar a designação presencial. Essas vagas serão destinadas para os candidatos às seguintes funções: Professor de Educação Básica – PEB Regente de Aulas e para o Auxiliar de Serviços de Educação Básica – ASB.

As vagas destinadas à designação presencial deverão ser divulgadas, por meio do site controlequadropessoal.educacao.mg.gov.br/divulgacao, de editais afixados na própria escola, na SRE e em locais públicos previamente definidos, com a antecedência mínima de 48 horas do horário previsto para seleção dos candidatos na chamada inicial para designação.

A orientação da Secretaria é que as SREs organizem as designações de modo que um mesmo componente curricular aconteça em horários distintos para que mais candidatos possam participar do processo.

Listagens com a classificação definitiva

As listagens com a classificação definitiva dos candidatos inscritos para participar do processo de designação 2020 podem ser consultadas no site www.designaeducacao.mg.gov.br. A relação com todos os nomes será utilizada para as designações, na modalidade on-line e na modalidade presencial, ao longo de todo ano letivo de 2020.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br/ (editado)

MEC investe mais de R$ 300 milhões em escolas com vulnerabilidade social


Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) atende demandas de instituições com carências no abastecimento de água, em acessibilidade e localizadas no campo

Garantia de qualidade de vida a estudantes em vulnerabilidade social. Esse é o objetivo da parte do Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE) sob o guarda-chuva da Secretaria de Modalidades Especializadas de Educação (Semesp) do Ministério da Educação (MEC). Neste ano, mais de R$ 300 milhões foram destinados para levar água, melhorar a estrutura e a acessibilidade em escolas urbanas e rurais que participam da iniciativa.

Como o próprio nome revela, o programa destina dinheiro diretamente às escolas, sem intermediários. O objetivo da iniciativa é dar assistência financeira às escolas da educação básica das redes estaduais, municipais e do Distrito Federal e às escolas privadas de educação especial mantidas por entidades sem fins lucrativos. Os recursos são investidos em melhoria da infraestrutura física e pedagógica, em reforço da autogestão escolar e em elevação dos índices de desempenho da educação básica.

Cabe à Semesp três modalidades das chamadas ações agregadas do PDDE. A primeira repassa dinheiro a escolas com problemas no abastecimento de água. Neste ano, o governo federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), liberou R$ 32,04 milhões, dinheiro para atender 1.206 escolas, o que representa cerca de 86 mil alunos.

Direcionado às instituições localizadas em áreas rurais, o PDDE Campo teve aporte de R$ 203,89 milhões. Os recursos vão para 19.210 escolas, beneficiando cerca de 2 milhões de alunos.

A terceira modalidade visa tornar as escolas mais acessíveis a pessoas com deficiências físicas. Foram investidos R$ 109,2 milhões neste ano para atender 4.252.915 estudantes.

Na avaliação da secretária de Modalidades Especializadas de Educação, Ilda Peliz, o programa diminui burocracias ao repassar recursos diretamente para a escola. “A dinâmica da iniciativa agiliza o processo. Além disso, proporciona qualidade de vida e dignidade aos alunos”, frisou.

As escolas são escolhidas pelo MEC com base nas informações fornecidas no Censo Escolar, base de dados oficial da educação coordenada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). As instituições precisam se cadastrar no Sistema do PDDE Interativo e, após serem escolhidas, devem fazer um plano de ação em que indiquem quais são melhorias, reparos e reformas necessárias.

É feita uma análise da viabilidade de cada pedido e, assim, o valor é repassado de acordo com o número de alunos. Para que as necessidades sejam atendidas, a escola precisa estar regularizada e possuir prédio próprio.

PDDE Água na Escola – A modalidade prevê a garantia de abastecimento contínuo de água adequada ao consumo. Entre as ações previstas, estão a aquisição de equipamentos, instalações hidráulicas e contratação de mão de obra voltada à construção de poços, cisternas ou outras formas e meios de abastecimento de água.

PDDE Campo – Estes recursos devem ser utilizados na adequação e na benfeitoria da estrutura física das escolas rurais, por meio da contratação de mão de obra para realização de reparos ou pequenas ampliações e cobertura de outras despesas. A escola pode solicitar, por exemplo, consertos no sistema elétrico, paredes, portas, calçamento e telhado.

PDDE Acessibilidade – As escolas participantes utilizam o recurso para tornar mais acessíveis a estrutura física e pedagógica da escola. Com o repasse, é possível solicitar cadeira de rodas, rampas, sanitários, vias de acesso, corrimão, recursos de tecnologia assistida, e sinalização tátil e sonora, por exemplo.

Larissa Lima, do Portal MEC

http://portal.mec.gov.br

Ano letivo na rede estadual de ensino de Minas Gerais começa no dia 10 de fevereiro


A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) publicou no Diário Oficial em 19/12 a Resolução nº 4.254/2019 que estabelece o Calendário Escolar 2020. O documento define os procedimentos de ensino, diretrizes administrativas e pedagógicas para a rede estadual de ensino no próximo ano. O Calendário Escolar prevê o mínimo de 200 dias letivos e a carga horária legalmente estabelecida.

De acordo com o documento, o ano escolar na rede estadual, que é quando os professores e demais servidores retomam as atividades, terá início no dia 03 de fevereiro. O ano letivo, que é marcado pelo retorno dos alunos às unidades de ensino, começará no dia 10 de fevereiro. Já o recesso escolar do mês de julho será de 13 a 25. O fim do ano letivo está previsto para o dia 16 de dezembro e do ano escolar para o dia 18 do mesmo mês.

Datas importantes para a organização e gestão das unidades escolares também constam no calendário, como período de duração dos bimestres, de realização dos conselhos de classe e reuniões com os responsáveis, além de datas para lançamento de resultados bimestrais pelos diretores e professores, por exemplo.

Confira aqui o Calendário Escolar 

Continuar lendo Ano letivo na rede estadual de ensino de Minas Gerais começa no dia 10 de fevereiro

Governador e secretária de Educação de Minas Gerais apresentam novo modelo do ensino médio integral


Serão criadas, no próximo ano, 16 mil novas vagas para a educação integral e profissional no estado, com investimentos de R$ 151 milhões

O governador Romeu Zema e a secretária de Educação Julia Sant’Anna presentaram nesta quinta-feira (21/11), no Palácio da Liberdade, o novo modelo do Ensino Médio Integral e Ensino Médio Integral Profissional em Minas Gerais para cerca de 220 alunos da rede estadual de ensino. Os estudantes do 9º ano do ensino fundamental tiveram a oportunidade de discutir sobre mercado de trabalho e o papel da educação integral na vida dos jovens, por meio do seminário “Construindo seu Futuro – Itinerários do Ensino Médio Integral em Minas Gerais”.

Em outubro deste ano, o Governo de Minas anunciou a criação de 16 mil novas vagas, a partir do próximo ano, para a educação integral e profissional no estado, alcançando 281 escolas de todas as regiões mineiras. Ao todo, serão investidos R$ 151 milhões em equipamentos, obras, alimentação e folha de pessoal.

seminario
Foto: Pedro Gontijo / Imprensa MG

Continuar lendo Governador e secretária de Educação de Minas Gerais apresentam novo modelo do ensino médio integral

MEC lança concurso de desenho da Bandeira Nacional para estudantes de escolas públicas


O “1º Concurso Sua Arte no Livro Didático” foi lançado nesta terça-feira, 19 de novembro, no Palácio do Planalto

Os livros didáticos do Ensino Médio de 2021 serão estampados com artes da Bandeira Nacional produzidas por estudantes de escolas públicas. As ilustrações serão escolhidas no “1º Concurso Sua Arte no Livro Didático”, lançado nesta terça-feira, 19 de novembro, no Palácio do Planalto, pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), vinculado ao Ministério da Educação (MEC) e principal financiador da educação básica do Brasil.

As melhores artes da Bandeira Nacional serão impressas na quarta capa dos livros didáticos, que fazem parte do Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD), responsável pela distribuição de obras didáticas, literárias e pedagógicas para alunos e professores das escolas públicas de educação básica.

Durante a cerimônia de anúncio do concurso, com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, lembrou que o lançamento do concurso coincidiu com a comemoração do Dia da Bandeira. “A bandeira não é um pedaço de pano. […] Ela é um pacto das gerações passadas para levarmos ao futuro e não existe futuro sem educação”, afirmou o ministro.

O presidente do FNDE, Rodrigo Dias, disse que a iniciativa faz parte de mudanças que o governo do presidente Jair Bolsonaro tem realizado por meio do MEC e seu braço executivo, o FNDE. “Esse é mais um motivo de orgulho e motivação para retomar a admiração pela nossa bandeira, a bandeira do Brasil”, afirmou.

Como vai funcionar — Os cinco primeiros colocados no concurso — um de cada região do país — vão ganhar um computador, uma viagem para a cidade de São Paulo para a premiação do concurso que será realizada na Bienal do Internacional do Livro e ainda a inserção da arte no Livro Didático de 2021. Já os cinco segundos colocados — também um de cada região — serão premiados com tablet e viagem para a capital paulista. Os diretores e escolas dos estudantes vencedores recebem uma placa de participação.

Os resultados serão divulgados em 30 de julho de 2020. A cerimônia de premiação será realizada na Bienal do Internacional do Livro.

Inscrição – Os diretores das escolas públicas devem indicar a participação dos alunos do ensino médio, pelo site do FNDE, de 1° de dezembro de 2019 a 17 de abril de 2020.

A Comissão de Avaliação será composta por um aluno da rede pública maior de 12 anos que não esteja participando do concurso, um ilustrador profissional e três representantes do FNDE. Entre os critérios que serão considerados estão criatividade, contemporaneidade, harmonia estética, autenticidade e expressividade.

Larissa Lima e Dyelle Menezes, do Portal MEC

Educadores destacam a importância da participação na consulta pública para a construção do Currículo Referência do Ensino Médio


Versão preliminar do documento foi elaborada em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e recebe contribuições até 17 de novembro

Até o próximo domingo (17/11), toda a sociedade civil pode participar da construção do Currículo Referência do Ensino Médio de Minas Gerais por meio de uma consulta pública à versão preliminar. O documento foi elaborado por uma equipe de educadores a partir de estudos de currículos vigentes e está em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Professor de sociologia há 13 anos, Uriel Mortimer, destaca a importância da participação dos educadores na construção do documento. “Eu vi nessa consulta pública uma oportunidade de apresentar minhas considerações no que se refere à disciplina. Nós, como educadores, precisamos aproveitar esse momento para participar e contribuir”, destaca o educador que dá aula na Escola Estadual Interventor Alcides Lins e na Escola Estadual Padre Augusto Horta, no município de Curvelo.

A professora de Língua Portuguesa e supervisora da Escola Estadual José Caetano Ribeiro, em São Gotardo, Keny de Melo Souza, fala sobre a mobilização que está sendo feita em sua escola para que os professores participem da consulta. “Se queremos mudança temos que colaborar. Não adianta criticar sem contribuir. Já falei com todos os professores da escola sobre a importância de participar. Encaminhei o link e também vamos discutir na nossa reunião de módulo”. A educadora participou na área de Linguagens e suas tecnologias e destacou que “o documento está muito relevante e traz novidades muito interessantes para área”, ressalta Keny.

O professor de sociologia da Escola Estadual Cônego Joaquim Monteiro, em Matias Barbosa, Claudinei dos Santos Lima, pontuou que é importante que os educadores conheçam bem o documento já que, futuramente, estará em sala de aula. “Conhecer o documento é fundamental para que possamos concordar ou sugerir contribuições. É dever de ofício participar dessa construção”.

Consulta Pública

Para participar da consulta pública é necessário realizar um cadastro na plataforma e acessar os links para cada área de conhecimento: Matemática e suas tecnologiasLinguagens e suas tecnologiasCiências Humanas e Sociais Aplicadas e Ciências da Natureza e suas tecnologias.

Os participantes da consulta pública poderão sugerir retirada ou acréscimo de conteúdo. As indicações aditivas deverão ter como objetivo o acréscimo de novas habilidades ou de modificações nos descritores das habilidades. Já as supressivas (parciais ou totais) terão como objetivo sugerir a exclusão de habilidades ou descritores de habilidades, desde que não estejam previstos na BNCC.

A partir das novas contribuições coletadas, será elaborada a versão final a ser encaminhada para validação e normatização no Conselho Estadual de Educação (CEE).

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br

GUILHERME INFANTE HOJE (13/11) NA ESCOLA ESTADUAL ALBERTO GIOVANNINI


Cartunista mineiro Guilherme Infante fará apresentação aos alunos do ensino médio; evento faz parte do projeto cultural da escola

guilherme infante
Guilherme Infante apresenta na EE Alberto Giovannini. Hoje (13/11), a partir das 8h.               Foto: divulgação escola

 

 

ESCOLA ESTADUAL ALBERTO GIOVANNINI

EndereçoR. Itaparica, 394 – Giovanini, Cel. Fabriciano – MG, 35170-101