Arquivo da tag: TV Escola

Hora do Enem aborda filosofia, matemática, espanhol e redação


O programa Hora do Enem desta semana vai reforçar conteúdos essenciais para quem está se preparando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019.

Professores convidados revisarão funções básicas de matemática, darão lições de filosofia e física, prestarão esclarecimentos sobre interpretação de textos em espanhol e darão dicas para a prova de redação.

O Hora do Enem é transmitido de segunda a sexta-feira, às 7h, 13h e 18h, pela TV Escola. Os programas estão disponíveis no canal do YouTube, pela página oficial da emissora ou pelo aplicativo.

Eis a programação completa:

Segunda-feira: O professor Mick Xavier revisa estatística e função afim. Ele reforça o conteúdo resolvendo as questões 166 e 168 do Caderno Azul do Enem 2018.

Terça-feira: O Enem pode cobrar conteúdos referentes aos filósofos Santo Agostinho e Friedrich Nietzsche? O professor Paulo Andrade responde a essa dúvida. Ajuda candidatos que não têm ideia de como isso é cobrado na prova de humanas. Para treinar, resolve as questões 22 e 34 do Caderno Azul do Enem 2015.

Quarta-feira: Interpretação de texto é importante para realizar as provas de língua estrangeira. Neste programa, o professor Carlos Belém mostra como mandar bem nas questões de espanhol. Ele resolve as questões 5 do Caderno Azul do Enem 2017 e 4 do Caderno Azul do Enem 2018.

Quinta-feira: Hidrostática e ondas serão os conteúdos abordados pelo professor Fabrício Scheffer. O docente revê as questões 103 e 134 do Caderno Azul do Enem 2018.

Sexta-feira: O professor Raphael Torres dá dicas para evitar a repetição de palavras na redação do Enem. Ele revisa as principais ferramentas a serem usadas na construção do texto dissertativo.

Acesse a página oficial da TV Escola.

Acesse o canal do Youtube da TV Escola.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social do MEC

Na reta final para o exame, Hora do Enem reforça dicas aos inscritos


A duas semanas do primeiro dia de provas do Enem 2018 – 4 de novembro –, os candidatos se dividem entre revisar o aprendizado e aprender ainda mais conteúdos novos. Produzido pela TV Escola, o Hora do Enem da semana que começa em 22 de novembro mostra que o ideal é refletir sobre os assuntos que estão em discussão no Brasil atual.

Na edição de segunda-feira, 22, o programa da TV Escola abre com a professora Daniela Mendes, que resolve a questão 138 do Caderno Azul do Enem 2017, sobre trigonometria. A seguir, o pesquisador da Universidade de São Paulo (USP) Roney Lira aborda como a matemática pode ajudar a identificar as notícias falsas (fake news) propagadas nas redes sociais.

Sociologia é o tema de terça, 23. O convidado é o professor Carlos Oliva, do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Ele ajuda a entender alguns temas importantes da sociologia na reta final para o Enem. Também participa desta edição a professora Claudia Bourseau, que resolve a questão 67 do Caderno Azul do Enem 2017 sobre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Convidado de quarta-feira, 24, o professor Wilson Cardoso reforça conceitos-chave sobre a influência da cultura negra na arte brasileira e fala também sobre a presença de elementos da cultura indígena.

Já na quinta, 25, Hora do Enem dá dicas para quem quer se sair bem nas provas de química do Enem 2018. O programa recebe uma expert na área de conhecimento dessa disciplina, a professora Márcia Coelho, pesquisadora da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Para encerrar a semana, o programa de sexta, 26, o programa tem como convidada a diretora de educação e avaliação básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), Luana Bergmann. Ela explica as mudanças que de fato vão ocorrer no exame deste ano e desmente boatos sobre a prova de redação.

Com apresentação de Land Vieira, Hora do Enem é transmitido de segunda a sexta-feira, às 7h, 13h e 18h. É possível assistir aos episódios também no portal oficial da emissora, no canal do YouTube e no aplicativo disponível nas lojas virtuais.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Programa que estreia no dia 16 explica regras da língua escrita


A TV Escola, emissora vinculada ao MEC, estreia na segunda-feira, 16, Como se escreve. A nova atração vai ao ar logo após o programa Hora do Enem (transmitido às 7h30, às 13h30 e às 18h30), tendo como destaque o professor de redação e língua portuguesa Rômulo Bolivar, que dará dicas sobre grafia correta das palavras, uso de acentos, hífen, sem preconceito linguístico. São 48 episódios de três minutos.

O objetivo é aprimorar o conhecimento sobre algumas convenções da língua escrita, fazendo com que o telespectador aprenda de forma leve o que desconhece ou que utiliza de forma equivocada. O programa procura contextualizar as explicações, com muito bom humor. Rômulo acredita que dominar a escrita formal é uma atividade relacionada a questões da memória, não à inteligência. “Nesse sentido, quanto mais ilustrado for o tipo de explicação por parte de quem ensina e mais praticado por quem entende, melhor será o resultado desse projeto na vida das pessoas”, avalia.

Segundo o professor, a dificuldade em escrever de acordo com as regras do português correto ocorre em função de pouco acesso a uma explicação mais prática e menos preconceituosa sobre o tema. “Há uma falta de percepção de que a língua é plural, de modo que o registro utilizado para se comunicar nas redes sociais, no bilhete ao amigo ou à família pode não ser tão eficaz para comunicar-se numa empresa ou numa redação do Enem [Exame Nacional do Ensino Médio], por exemplo”, explica.

Irreverência – Com grande audiência na internet – ele ensina no canal do Pro Enem, com 658 mil inscritos -, Rômulo estreia na TV com as melhores expectativas. “Meu trabalho na internet foi quase um acidente”, conta. “Levei para os estúdios a irreverência com que trabalhava no presencial, mas procurei investir mais no conteúdo e nos vídeos de maior duração do que em brincadeiras e em vídeos relâmpago, o que era uma tendência quando comecei. Para minha surpresa, deu certo. ”

Dono de um carisma que tem conquistado alunos por todo o país, Rômulo parte de convicções bem simples para ensinar. É assim que ele se destaca no mundo virtual e, agora, na televisão. “Não dou aula para câmeras, dou aulas para pessoas – alunos e seguidores que precisam aprender em todo o Brasil”, resume. “Meus alunos não estão ali para aprender só com o computador, mas comigo. Portanto, preciso ouvi-los, me comunicar diretamente com eles, provocá-los e ser o mais didático possível para atingir a quem está me assistindo pela primeira vez ou que me segue há anos. ”

Os episódios de Como se escreve também estarão disponíveis no portal da TV Escola, nas redes sociais e no canal do Youtube.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Seis novas atrações estão na grade de programação de março


A programação da TV Escola, emissora vinculada ao Ministério da Educação, ganha novidades a partir de 5 de março. São desenhos, séries e programas para todas as faixas etárias, com destaque para a estreia da segunda temporada de Chico na Ilha dos Jurubebas e o retorno de Deu a louca na História, série da BBC baseada em um dos livros mais vendidos para adolescentes no Reino Unido.

Com estreia no dia 5, segunda-feira, Deu a louca na História é uma versão não convencional sobre os momentos mais impactantes da história da humanidade. Em tom irreverente e divertido, aborda diversas passagens marcantes, desde a Idade da Pedra, passando pela Idade Média e pelas Grandes Guerras Mundiais. Serão duas temporadas, com episódios inéditos no Brasil. A série vai ao ar às segundas-feiras, às 11h e às 17h, com reapresentações às sextas, nos mesmos horários; aos sábados, às 15h30 e 19h30; e, aos domingos, em três sessões – 8h30, 13h e 18h. Continuar lendo Seis novas atrações estão na grade de programação de março

Artes plásticas são o tema de Salto para o Futuro da semana


Em 1922, a Semana de Arte Moderna colocou em foco a arte brasileira e questionou padrões estéticos europeus até então reverenciados em todo o país. Considerado um marco na cultura brasileira, o evento ajudou a ampliar a abordagem das artes plásticas nas escolas. Salto para o Futuro desta quarta, 21, aborda esse tema a partir do questionamento da abrangência que a formação curricular direcionada à arte deve ter. O programa vai ao ar às 20h pela TV Escola, órgão vinculado ao Ministério da Educação.

De 1922 para cá, muitos eventos artísticos foram realizados no Brasil, revelando uma grande diversidade de talentos. O programa foca na contribuição que representa apreciar as obras desses artistas plásticos, entre pintores, escultores e gravuristas.

“Por que a arte é importante na escola?”,  propõe a convidada Roseli Alves, coordenadora do Instituto Arte na Escola, de São Paulo. “Porque ela é importante fora da escola. As crianças estão submetidas à cultura visual, que não é só a arte acadêmica. São imagens, outdoors, grafites. Então a arte vai fazer com que o olhar dessa criança seja muito bem trabalhado, seja o senso crítico, seja o senso estético.”

Também presente nesta edição de Salto para o Futuro, Luiz Pizarro, pintor, arte-educador e coordenador de projetos educacionais no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM), destaca que o museu deve ser um espaço complementar à escola, e não apenas um local onde se ensina arte. “Houve uma experiência muito interessante em que um menino saiu de perto de sua turma e ficou em torno de uma escultura de Maria Martins que ‘namorava’ com o surrealismo”, conta. “Perguntei o que ele mais gostou e ele disse: ‘eu não sei, mas me encantou’. É isso que a gente quer: que cada um tenha o seu olhar, respeite o olhar do outro e que veja que isso vai formar um todo. Que isso é o aprendizado, isso é a cultura.”

 Apresentado por Bárbara Pereira e Murilo Ribeiro, Salto para o Futuro também pode ser acompanhado, em tempo real, no site e nos aplicativos da TV Escola.

Assessoria de Comunicação Social do MEC