Imagens

EE Professor Pedro Calmon em Coronel Fabriciano está na lista de seleção de anteprojetos para o eixo de pesquisa Territórios de Iniciação Científica


Foram selecionados 29 anteprojetos para o eixo de pesquisa TICS, que integra o Programa de Iniciação Científica no Ensino Médio

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) divulgou nesta sexta-feira,(20/10), a lista dos anteprojetos de escolas estaduais selecionados para integrar o eixo de pesquisa Territórios de Iniciação Científica (TICS), do Programa de Iniciação Científica no Ensino Médio. Os projetos foram escolhidos conforme os critérios descritos no Edital SEE nº06/2017.

Foram selecionados 29 anteprojetos de autoria de estudantes e professores do ensino médio da rede estadual, sendo 17 da área de Ciências da Natureza, 5 de Linguagens e Códigos; 2 de Matemática; e 5 de Ciências Humanas. Os Territórios de Iniciação Científica apostam na interação entre a Educação Básica e o Ensino Superior para que a realidade, os anseios e as trajetórias de vida dos jovens do Ensino Médio e os problemas que enfrentam em seus territórios tornem-se objetos de pesquisa.

Clique aqui para acessar a lista de projetos e escolas selecionados.

As escolas inscritas que não foram selecionadas terão até o dia 23/10 (segunda-feira) para interpor recurso, que deverá ser feito através do e-mail ensinomedio@educacao.mg.gov.br, em no máximo uma lauda, informando no assunto do e-mail Recurso_Edital TICS_ [Nome da escola]. O resultado final, após a análise dos recursos será divulgado no dia 25/10 (quarta-feira) e a previsão de início do projeto é no dia 30 de outubro.

Iniciação Científica

O Projeto de Iniciação Científica no Ensino Médio tem por finalidade viabilizar e apoiar a atividade de pesquisa e investigação científica em escolas da Rede Estadual de Ensino de Minas Gerais, por meio do apoio a projetos de Iniciação Científica a estudantes do Ensino Médio e da concessão de extensão de carga-horária a professores do Ensino Médio, para que desenvolvam os projetos de pesquisa.

O principal objetivo do Projeto Iniciação Científica no Ensino Médio é incentivar, apoiar, valorizar e dar visibilidade à produção e compartilhamento de conhecimentos e saberes, a partir do ensino e aplicação de metodologias de pesquisa científica no Ensino Médio, oportunizando aos estudantes e professores a identificação de problema, da escola ou da comunidade, e construir coletivamente soluções para resolvê-los ou minimizá-los.

Fonte: http://www.educacao.mg.gov.br (edição nossa)

Anúncios

Interessados ainda podem se inscrever para especialização em Ensino de Artes Visuais e Tecnologias Contemporâneas na UFMG


O curso é gratuito e semipresencial, com oferta de 240 vagas. Inscrições foram prorrogadas até 20 de outubro

O Centro de Apoio à Educação a Distância (Caed) e Escola de Belas Artes da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) selecionam alunos para o curso de especialização em Ensino de Artes Visuais e Tecnologias Contemporâneas, ofertado gratuitamente e na modalidade semipresencial. A maior parte das atividades é ministrada a distância, com alguns encontros presenciais, nos municípios de Contagem e de Lagoa Santa. As inscrições foram prorrogadas até o dia 20 de outubro

Podem se candidatar às 240 vagas oferecidas graduados em curso superior que não tenham concluído outro curso de especialização pela UFMG. As inscrições serão realizadas, com a entrega de documentos listados pelo edital de seleção, via Sedex ou presencialmente, na secretaria do Curso de Especialização em Ensino de Artes Visuais, na Escola de Belas Artes, localizada no campus Pampulha, em Belo Horizonte.

A primeira fase do processo seletivo é eliminatória e consiste em prova escrita. O exame, para o qual é indicada bibliografia específica no edital, será aplicado no dia 11 de novembro, sábado, no polo de apoio presencial escolhido pelo candidato no momento da inscrição. A segunda fase é composta da análise do currículo e da carta de intenções dos candidatos classificados na etapa anterior.

O resultado da seleção será divulgado nas páginas da Escola de Belas Artes e do Caed/UFMG, a partir do dia 22 de novembro. As atividades do curso têm início previsto para o segundo semestre letivo de 2017.

Mais informações podem ser solicitadas pelo e-mail cespea@eba.ufmg.br e pelo telefone (31) 3409-5248.

Com informações da Assessoria de Comunicação do Caed/UFMG

Boletim semanal – Seminário Nacional Escrevendo o Futuro – FAVOR REVISAR


Confira as novidades do Programa
Escrevendo o Futuro
11 de outubro de 2017
Seminário Nacional Escrevendo o Futuro: com a palavra, o professor-autor
No mês que homenageia os professores de todo o Brasil, o Programa Escrevendo o Futuro deu voz aos docentes que promovem o ensino da leitura e da escrita em diferentes regiões do país.

Curso on-line “Leitura vai, escrita vem” abre inscrições dia 19/10O curso oferece reflexões teóricas e sugestões práticas para educadores interessados em aprimorar dinâmicas para o ensino da leitura. É gratuito e autoformativo. Saiba mais e participe!

ep. Crônica | O Futuro que escrevo Estado do Rio de Janeiro realiza formação presencial em parceria com o Escrevendo o FuturoA participação dos professores e o compartilhamento de experiências em sala de aula destacaram-se no encontro, que envolveu também coordenadores pedagógicos e técnicos de secretarias de educação.

ep. Crônica | O Futuro que escrevo Leitura: de coordenador para professorCoordenadora pedagógica quer mobilizar sua equipe para a participação nos cursos on-line do Portal. Veja a resposta da Olímpia.

Prazo para retificação se encerra na próxima semana


Escolas que declararam dados incompletos ou que necessitam corrigir informações repassadas para o Censo Escolar 2017 têm até a próxima quarta-feira, 11, para fazer as alterações no Sistema Educacenso. Todos os anos, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) dá prazo de 30 dias para as escolas fazerem retificação, inclusão ou correção de informações referentes às informações declaradas. Esse prazo não será prorrogado.

O Censo Escolar é o principal instrumento de coleta de informações da educação básica, e é considerado o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro na área. Coordenado pelo Inep, é realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

O levantamento abrange as diferentes etapas e modalidades da educação básica e profissional: ensino regular, educação especial, educação de jovens e adultos (EJA) e educação profissional. A coleta de dados das escolas tem caráter declaratório e é dividida em duas etapas. A primeira consiste no preenchimento da matrícula inicial, quando ocorre a coleta de informações sobre os estabelecimentos de ensino, turmas, alunos e profissionais escolares em sala de aula. A segunda é o preenchimento de informações sobre a situação do aluno, e considera os dados sobre o movimento e rendimento escolar dos alunos, ao final do ano letivo.

Os dados coletados são fundamentais para a elaboração de diagnósticos sobre a educação brasileira e para a implementação de políticas públicas na área. Além disso, as matrículas e informações escolares declaradas servem de base para o repasse de recursos do governo federal e para o planejamento e divulgação das avaliações realizadas pelo Inep.

Assessoria de Comunicação Social, com informações do Inep

MEC libera R$ 384,1 milhões para merenda de estados e municípios


Os recursos da oitava parcela do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) foram liberados para estados, municípios e Distrito Federal. No total, são R$ 384,1 milhões, que devem ser investidos na merenda de estudantes da educação básica de todo o país. O repasse é feito por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao Ministério da Educação.

Os recursos do Pnae são repassados anualmente em dez parcelas, de forma a cobrir os 200 dias do ano letivo. As secretarias da educação, responsáveis pelas redes de ensino, recebem os valores e operam a alimentação escolar. São atendidos pelo programa estudantes da rede de educação básica (educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos) matriculados em escolas públicas, filantrópicas e em entidades comunitárias conveniadas com o poder público.

Pelas regras do programa, o mínimo de 30% da verba transferida deve ser utilizado na compra de produtos da agricultura familiar, de maneira a movimentar as economias locais. “O Pnae é extremamente importante, pois garante a alimentação de 40 milhões de estudantes por dia, o que representa 50 milhões de refeições diárias”, comenta o diretor de Ações Educacionais do FNDE, José Fernando Uchoa, ao destacar a abrangência do programa. Apenas neste ano, o FNDE repassou R$ 3 bilhões voltados à alimentação escolar.

O montante transferido a cada ente pode ser conferido no portal do FNDE.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

ESCOLA DE TIMÓTEO É DESTAQUE LOCAL


Prêmio de R$ 10 mil será conferido à Escola Estadual João Cotta de Figueiredo Barcelos, selecionada pelo Comitê de Minas Gerais como destaque na Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano 

images

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) divulgou nesta sexta-feira (6/10) o resultado da escola escolhida como Destaque Estadual e lista de escolas selecionadas como Destaques Locais do Prêmio Gestão Escolar 2017, que este ano chegou a sua 16º edição. A Escola Estadual João Lourenço, do município de Areado, pertencente à Superintendência Regional de Ensino Poços de Caldas, foi selecionada para representar o Estado de Minas Gerais no Prêmio como Destaque Estadual e irá concorrer, na próxima etapa, ao título de “Destaque Regional”. No dia 3 de dezembro, as escolas representantes das cinco regiões geográficas do Brasil (Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sul e Sudeste) disputarão a etapa final (Nacional) concorrendo ao título de “Escola Referência Brasil”.

Prêmio Gestão Escolar (PGE), realizado Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e parceiros, é um estímulo à melhoria da gestão das escolas públicas brasileiras de educação básica. Tem como objetivo geral contribuir para a garantia de uma educação pública de qualidade, direito fundamental de todos os estudantes brasileiros, por meio do fomento à cultura da autoavaliação e da intervenção nos processos de gestão. Em Minas Gerais, a coordenação é feita pela Secretaria de Estado de Educação.

O Prêmio

Cada Superintendência Regional de Ensino (SRE) constituiu um Comitê Local, com o objetivo de avaliar as inscrições das escolas estaduais e municipais e indicar aquela que possui melhor prática de gestão escolar, recebendo o título de escola “Destaque Local”. As escolas indicadas pelas SREs foram avaliadas pelo Comitê Estadual, constituído por servidores desta Secretaria e um representante da Undime-MG (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) para a seleção da escola “Destaque Estadual”.

Clique AQUI para conhecer as escolas públicas mineiras selecionadas como Destaque Local em cada SRE que receberão, desta Secretaria, recurso financeiro no valor de R$ 10 mil para implementar o Plano de Ação da escola. Já a escola Destaque Estadual, a Escola Estadual João Lourenço, receberá R$ 20 mil, conforme Edital SEE nº 03/2017.

Destaque Estadual

A Escola Estadual João Lourenço, única unidade de ensino estadual do município de Areado, atende 1.320 estudantes nos anos finais do Ensino Fundamental, Ensino Médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA), além do Atendimento Educacional Especializado em Sala de Recursos. A diretora da escola é a servidora Maria Aparecida de Paula e Souza, que está nesta função há 10 anos.

Continuar lendo ESCOLA DE TIMÓTEO É DESTAQUE LOCAL

COMUNICADO


Os Ministérios da Educação e da Saúde estão trabalhando para mapear casos de gravidez em escolares adolescentes, com o objetivo de fortalecer ações conjuntas que possam impactar na redução desse número e na garantia do cuidado integral e equânime à adolescente grávida.

Para efetivar a ação, solicita-se que as instituições educacionais preencham um questionário (link abaixo). A proposta integra um conjunto de ações do Programa Saúde na Escola contribuindo para a formação integral dos estudantes por meio de ações de promoção, prevenção e atenção à saúde.

As informações coletadas no questionário são fundamentais para a qualificação das ações de promoção da saúde e prevenção da gravidez na adolescência. Bastam 2 minutos para respondê-lo:

 https://egestorab.saude.gov.br/paginas/acessoPublico/questionarios/questionarioPse.xhtml

Período da pesquisa: até 30/11/2017

Participe!

II Encontro Estadual Educação e Juventude abre nova agenda nas regionais


Protagonismo juvenil e reforma do ensino médio foram pauta do encontro encerrado ontem (28); Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano foi representada pelos estudantes Kennedy Duarte Lana (EE Professora Ana Letro Staacks – Timóteo) e Arthur Arruda de Souza (EE Alberto Giovannini – Coronel Fabriciano)

Abertura II Encontro Estadual Educao e Juventude - Eric_Abreu 70

Abrir espaço para escutar e debater o papel da juventude dentro das escolas e no processo de reformulação do ensino médio no estado foi uma das finalidades do II Encontro Estadual Educação e Juventude, que teve início na manhã desta quarta-feira (27/09), no Hotel Fazenda Canto da Siriema, em Jaboticatubas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. Promovido pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, o encontro contou com a participação de jovens estudantes e analistas educacionais de todo o estado, que debateram sobre os anseios e as expectativas apresentados pelos jovens.

Após o encontro, os cerca de 150 participantes serão multiplicadores em suas regiões, na construção de ações voltadas para a juventude e de uma escola mais democrática. A programação contou também com oficinas para direcionar os estudantes, como a de Coletivos Juvenis, sobre como os coletivos podem contribuir para a ampliação dos espaços de participação na escola; Protagonismo Juvenil e de Metodologias Construção de Projetos, para fomentar o protagonismo juvenil nos estudantes; Educomunicação, para orientar sobre o uso dos meios de comunicação como ferramenta de produção e transmissão de conhecimento; e Metodologias Científicas aplicadas em experimentos aerodinâmicos.

Confira e curta

Instagran: @vemprajuventude

Facebook: Campanha VEM

Twwiter: #vemprajuventude

Com informações: http://www.educacao.mg.gov.br

 

Informativo


A Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano informa que se encontra disponível para consulta, no site do FNDE, a reposição integral dos livros consumíveis e a reposição e complementação parciais dos livros reutilizáveis do Ensino Fundamental (Anos Iniciais e Anos Finais).
O conhecimento prévio do material didático disponibilizado permitirá às escolas um melhor planejamento para 2018.
Confira os procedimentos passo a passo:
Endereço para consulta: www.fnde.gov.br , localize “Consultas Online e clique em “Distribuição de livros”.
Imagem inline 2
Selecione  Ano, Programa, Esfera, UF, e Município,  clicar em “Confirmar” .
Clique no ícone Imagem inline 5 a frente da escola desejada para consultar o material disponibilizado.
Imagem inline 4
Para gerar relatórios é só clicar em Geral,  Encomenda ou Distribuição.
Imagem inline 6

Para visualização de todo o conteúdo do relatório exportar para PDF.
O PDF permite salvar e imprimir o documento.
Imagem inline 7

Boletim semanal – Vem aí o Seminário Nacional Escrevendo o Futuro


Confira as novidades do Programa
Escrevendo o Futuro
28 de setembro de 2017
Seminário Nacional Escrevendo o Futuro: com a palavra, o professor-autor!
O encontro será realizado nos dias 3 e 4 de Outubro, com transmissão ao vivo, e promoverá reflexões sobre práticas inovadoras desenvolvidas em sala de aula. Saiba mais.

Oralidade e ensino de língua portuguesaEm artigo para a revista Na Ponta do Lápis, Sandoval Nonato (USP) faz uma retomada social e histórica do ensino da oralidade, chegando aos desafios atuais do trabalho com gêneros orais na escola.

Roraima sedia encontro de formação presencial do Escrevendo o FuturoA pauta formativa e o envolvimento dos participantes foram destaques no encontro realizado em Boa Vista (RR). Saiba mais.

ep. Crônica | O Futuro que escrevo Leitura e atividades de avaliaçãoOlímpia fala sobre as expectativas de aprendizagem vinculadas à leitura e avaliação após as atividades.

IFMG divulga edital para ingresso no curso de Engenharia Elétrica


A Comissão de Apoio à Organização do Exame de Seleção do Instituto Federal de Minas Gerais – IFMG – Campus Avançado Ipatinga, divulga o Processo de Seleção de alunos para o curso de Graduação em Engenharia Elétrica, 1º Semestre de 2018:
 
 

As inscrições para concorrer a uma vaga vão até 20 de outubro de 2017 e podem ser feitas, exclusivamente, pelo site: www.ifmg.edu.br. A taxa é de R$ 20 reais.

Curso superior ofertado em Ipatinga:

Engenharia Elétrica – 35 vagas – Integral

Rede IFMG

Somando as vagas de todos os campi do IFMG, estão sendo ofertadas 4,3 mil vagas, sendo cerca de 2,5 mil para cursos técnicos e 1,8 mil para graduação.

Confira todos os detalhes do processo seletivo 2018

A novidade desta seletiva é o lançamento de um edital geral, que dita as normas comuns ao processo como um todo, e dois editais complementares: um para cursos técnicos, outro para superiores.

Formas de ingresso

Assim como ocorreu no último processo seletivo, o ingresso nos cursos superiores se dará por meio da nota do ENEM ou via Sistema de Seleção Unificado (Sisu). Para utilizar a nota do ENEM, o candidato deverá ter feito o Exame em pelo menos um dos seguintes anos: 201720162015.

Para os cursos técnicos – integrados ou subsequentes – haverá prova objetiva, prevista para acontecer no dia 19 de novembro.

Veja informações completas nos editais: 

• Edital geral – nº 91/2017 (divulgado em 15/9/2017)
• Edital Cursos Técnicos – nº 92/2017 (divulgado em 20/9/2017)
 Edital Cursos Superiores – nº 93/2017 (divulgado em 20/9/2017)

VEM: campanha para trazer o jovem que deixou os estudos de volta para a escola começou nesta segunda-feira (25)


Iniciativa convida os jovens em situação de evasão a retornarem à escola para dar continuidade aos estudos. Inscrições podem ser feitas até o dia 25 de novembro

A escola só fica completa quando você faz parte dela. É com esse mote que a Secretaria de Estado de Educação (SEE), pelo terceiro ano consecutivo, promove a Campanha VEM, uma das frentes da Virada Educação Minas Gerais criada com o objetivo de trazer de volta para a escola o jovem em situação de evasão. A campanha é um chamamento para que os jovens que por algum motivo abandonaram a escola antes de concluir os estudos possam retornar em 2018. Os interessados podem se inscrever, por meio de formulário eletrônico disponível neste link, até o dia 25 de novembro.

Desde 2015, a SEE tem mobilizado esforços para sensibilizar os jovens sobre a importância de retornar aos estudos. A Campanha é direcionada especialmente para as pessoas que ainda não concluíram o Ensino Médio e que desejam retornar para o ensino regular ou Educação de Jovens e Adultos (EJA), já que o Cadastramento Escolar 2018 deste ano contemplou também a EJA Ensino Fundamental. Ao manifestar o seu interesse por meio da inscrição no site da SEE, o candidato será então encaminhado a uma unidade escolar e terá a sua vaga assegurada na rede estadual de ensino para o ano letivo de 2018.

A secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, explica que a Campanha VEM faz parte de um movimento de mudança na escola, um esforço da Secretaria em escutar a juventude e discutir com toda a comunidade escolar estratégias para criar uma escola mais afinada com a realidade dos estudantes. “Estamos empenhados em ouvir a juventude e pensar ações que respondam as suas demandas para construirmos coletivamente. Realizamos rodas de conversas, pesquisas diagnósticas, encontros e diversos momentos de escuta e mobilização, que desde o início desta gestão estão pautando nossas principais ações. Podemos destacar a ampliação da nossa Política de Educação Integral e Integrada em todo o Estado, com o atendimento de mais de 150 mil estudantes, e que, a partir deste semestre, passou a contemplar também 44 escolas de Ensino Médio; a Educação Profissional, que hoje já conta com mais de 44 mil alunos matriculados em cursos técnicos na rede estadual; o lançamento dos editais de iniciação científica no ensino médio; a criação do Programa de Convivência Democrática; a ampliação do ensino médio noturno e reorganização da Educação de Jovens e Adultos (EJA), dentre várias outras ações”, disse a secretária.

Para a diretora de Juventude da SEE, Priscylla Ramalho, a Virada conseguiu emplacar uma importante agenda de ampliação do acesso à escola, do retorno dos jovens em situação de evasão, especialmente jovens, e também de fomento à participação dos estudantes na escola. “Este ano foram três ações importantes nesse contexto de participação dos jovens: a criação dos conselhos de representantes de turmas em todas as escolas de anos finais e ensino médio; a criação dos coletivos juvenis, ação conectada ao programa Ensino Médio Inovador; e a agenda da iniciação científica no ensino médio, incentivando projetos desenvolvidos nas escolas dentro dos eixos de pesquisa Território de Iniciação Científica e Núcleos de Pesquisas e Estudos Africanos, Afro-Brasileiros e da Diáspora (Ubuntu/Nupeaas)”, pontua Priscylla.

No último sábado, foi realizado o Dia da Virada Educação em toda a rede estadual, um momento em que as escolas se abrem para a comunidade para mostrar os projetos e ações que estão fazendo a diferença na vida dos estudantes. Veja mais sobre as atividades desenvolvidas nas escolas na Virada Educação no evento criado na página oficial da Secretaria no Facebook. Nesse espaço, as escolas podem compartilhar a programação realizada no último sábado e também conhecer o que foi apresentado nas outras unidades.

Fonte: http://www.educacao.mg.gov.br (editado)

GRÊMIOS ESTUDANTIS DE TIMÓTEO COBREM EVENTO DA VIRADA EDUCAÇÃO 2017


EE Professora Haydée de Souza Abreu e EE Professora Ana Letro Staacks realizam neste sábado (23) atividades da Virada Educação 2017

Iniciativa da Secretaria de Estado de Educação de Minhas Gerais, realizada desde 2015, este ano, o Dia da Virada também marca a discussão da Política de Educação Integral e Integrada do estado e a continuidade da Campanha VEM, que consiste no chamamento e busca ativa de jovens em situação de evasão escolar. A Campanha, em sua 3ª edição, terá início na próxima segunda-feira, dia 25, e vai até o dia 30 de novembro, período em que os interessados em retomar os estudos deverão se inscrever no site da SEE, por meio de formulário eletrônico, manifestando seu interesse em voltar para a escola, para garantirem sua vaga em 2018.

No dia de hoje (23) as escolas estaduais de Minas abrem suas portas para receber a comunidade – alunos, pais ou responsáveis, familiares, amigos – para mostrarem as ações e projetos que são desenvolvidos nas unidades. Será um momento de interação, de envolvimento e participação, destacando o que de melhor a escola tem feito.

A programação da Virada nas escolas contará com atividades artísticas e culturais, articulada com as ações e trabalhos desenvolvidos no ano letivo.

Atuação dos Grêmios Estudantis

Em Timóteo, integrantes do Grêmios Estudantis das escolas estaduais Professora Haydée de Souza Abreu e Professora Ana Letro Staacks fazem a cobertura da Virada, compartilhando relatos, fotos e vídeos das atividades por meio da página oficial da Secretaria de Estado de Educação no Facebook, no evento especialmente criado para postagens das próprias escolas.

Com informações: http://www.educacao.mg.gov.br

Veja fotos desta manhã

WhatsApp Image 2017-09-23 at 08.47.18
Virada Educação 2017- Apresentação das alunas do Curso Normal – Setembro Azul Libras – EE Professora Haydée de Souza Abreu/ Timóteo
WP_20170923_08_30_20_Pro
EE Professora Haydée de Souza Abreu/ Timóteo
WP_20170923_08_29_03_Pro
EE Professora Haydée de Souza Abreu/ Timóteo
WP_20170923_09_13_45_Pro
Sorteios( Smarphone, clareamento, frango assado,2 pizza, aparelho odontológico) EE Professora Haydée de Souza Abreu
WhatsApp Image 2017-09-23 at 10.15.26
Premiação dos sorteios – Virada da Educação
IMG_20170923_092252228_HDR
Professores Diretores e representantes da SRE de Coronel Fabriciano Willian E.E.Professora Haydée de Souza Abreu.

 

Governo de Minas Gerais prorroga quatro concursos da Secretaria de Educação por mais dois anos


O Governo de Minas Gerais prorrogou, por mais dois anos, os editais Seplag/SEE 02, 03, 04 e 05, todos de novembro de 2014, referentes aos concursos públicos para provimentos de cargos de professor de educação básica para as áreas de música e ensino religioso, além de assistente técnico, especialista e professor para o ensino básico e para atuar com atendimento educacional especializado.

De acordo com a subsecretária de Gestão de Pessoas da Seplag, Warlene Salum Drumond, a prorrogação dos concursos torna mais ágil a reposição de servidores que venham a se desligar por motivo de aposentadoria, exoneração ou falecimento. “Além disso, evita-se também mais gastos com a realização de novos concursos para os referidos cargos”, afirma Warlene.

Para o subsecretário de Gestão de Recursos Humanos da Secretaria de Estado de Educação, Antônio David de Sousa Júnior, a prorrogação dos editais possibilita ao governo se estruturar para dar sequência ao processo de nomeações. “Buscamos atingir o objetivo estratégico de dar maior estabilidade às equipes de trabalho de nossas escolas estaduais. Essa estabilidade pressupõe a redução dos trabalhadores com vínculos precários, obtida mediante a nomeação sistemática de servidores efetivos”.

Ele explica que a prorrogação vai possibilitar que seja nomeada a totalidade dos candidatos classificados nos concursos dos editais 02 (Conservatórios de Música), 03 (Ensino Religioso) e 05 (Educação Especial), desde que assegurada a existência das vagas para os candidatos excedentes. “Possibilitará ainda esgotarmos as vagas de cumprimento obrigatório do Edital 04/2014 e avançarmos na nomeação de candidatos classificados como excedentes, na busca de obtermos, para todas as carreiras da SEE, a maioria de servidores efetivos”, completa ele.

Assessoria de Comunicação

Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais 

Boletim


 Infográfico PNE   20/SET EDUCAÇÃO&PARTICIPAÇÃO

A educação integral e o Plano Nacional de Educação
Em comemoração a seu 2º aniversário, a plataforma Educação&Participação divulga infográfico interativo estabelecendo diálogos entre a educação integral e cada uma das 20 metas do PNE.

 Entrevista com especialista
22/SET EM EDUCAÇÃO&PARTICIPAÇÃO
Usar mídias digitais é empoderador, mas não é tão fácil de demonstrar

Sonia Livingstone fala sobre o uso de mídias por crianças, jovens e adolescentes e a importância de serem estimulados durante sua aprendizagem.

 Campanha    08/AGO EM EDUCAÇÃO&PARTICIPAÇÃO
Por que você faz parte da educação integral? Conte para nós!

Ajude a construir um mapa colaborativo das ações de educação integral no país. Sua experiência será publicada na plataforma Educação&Participação.

 Última semana   14/SET EM EDUCAÇÃO&PARTICIPAÇÃO
Inscrições para curso sobre redes e educação vão até 26/9

Gratuito e totalmente on-line, o curso aborda o conceito básico de redes sociais – locais e virtuais –, seu potencial formativo e de engajamento social.

Iniciativa Coordenação Técnica

Escolas estaduais realizam neste sábado a Virada Educação Minas Gerais


O dia da Virada marca o lançamento da Campanha VEM 2017, que fará o chamamento aos jovens em situação de evasão escolar, para que retomem seus estudos em 2018

Sábado é dia de diversão, de aproveitar o tempo livre, se reunir e curtir com os amigos e interagir com a família, certo? E por que não trazer tudo isso para dentro da sua escola? Neste sábado, 23 de setembro, acontece a Virada Educação Minas Gerais 2017, quando as 3.643 escolas da rede estadual abrirão suas portas para receber a comunidade – alunos, pais ou responsáveis, familiares, amigos – para mostrarem as ações e projetos que são desenvolvidos nas unidades. Será um momento de interação, de envolvimento e participação, destacando o que de melhor a escola tem feito. A programação da Virada, que este ano chega a sua 3ª edição, contará com atividades artísticas e culturais, articulada com as ações e trabalhos desenvolvidos no ano letivo.

A Virada Educação é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Educação, realizada desde 2015. Este ano, o Dia da Virada também marca a discussão da Política de Educação Integral e Integrada em Minas Gerais e a continuidade da Campanha VEM, que consiste no chamamento e busca ativa de jovens em situação de evasão escolar. Neste ano, a Campanha terá início na próxima segunda-feira, dia 25, e vai até o dia 30 de novembro, período em que os interessados em retomar os estudos deverão se inscrever no site da SEE, por meio de formulário eletrônico, manifestando seu interesse em voltar para a escola, para garantirem sua vaga em 2018.

Durante toda a semana, as unidades promoveram atividades diferenciadas e se prepararam para a Virada, que é a culminância da Semana Escola em Movimento. As escolas vão mostrar suas ações e projetos pedagógicos exitosos, com iniciativas que vão desde apresentações musicais, cafés com prosa, saraus, exposições, feiras de ciências, oficinas de artesanato, até gincanas, torneios esportivos, exibição de filmes, mostras de trabalhos, peças de teatro, rodas de conversa e muito mais.

“O interessante do processo de construção dessa iniciativa, de 2015 até hoje, é que percebemos que as escolas estão se apropriando da Virada, já incorporaram esse dia na sua programação anual, com atividades diversificadas e cada vez mais participação de toda a comunidade escolar. Também é muito importante destacar como esse movimento conseguiu emplacar uma agenda de ampliação do acesso à escola, do retorno dos jovens em situação de evasão, especialmente jovens, e de uma agenda importante de fomento à participação dos estudantes na escola, para que ela fique de fato próxima das juventudes”, relata a diretora de Juventude da SEE, Priscylla Ramalho. Continuar lendo Escolas estaduais realizam neste sábado a Virada Educação Minas Gerais

Escola João Cotta conquista primeiro lugar no Prêmio Gestão Escolar


mn_9SBNrjoao_cota_1

A fase regional envolveu escolas dos 11 municípios do colar metropolitano do Vale do Aço abrangidos pela Superintendência Regional de Ensino (SRE) Coronel Fabriciano. A Escola Estadual João Cotta de Figueiredo Barcelos conquistou, recentemente, em primeiro lugar o Prêmio Gestão Escolar, que é um prêmio nacional composto pelas fases Local, Estadual, Regional e Nacional. É promovido pelo Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), em parceria com o Ministério da Educação e contempla projetos inovadores e gestões competentes na Educação Básica da rede pública.

Esta é a 16ª edição do prêmio, que a partir de 2011, tornou-se bianual. Desde 1998, quando foi criado, mais de 34 mil escolas de todas as regiões do país participaram e aproximadamente 7 milhões de estudantes foram beneficiados com os projetos implantados pelos gestores inscritos. Neste período, 90 escolas chegaram à etapa final e foram premiadas com recursos financeiros e equipamentos, além de formação e intercâmbio para os diretores. A fase regional envolveu escolas dos 11 municípios do colar metropolitano do Vale do Aço abrangidos pela Superintendência Regional de Ensino (SRE) Coronel Fabriciano.

O projeto selecionado envolveu ações realizadas em quatro dimensões: 1) gestão pedagógica: analise de resultados, 2) gestão pedagógica: planejamento, 3) gestão democrática e participativa e 4) Infraestrutura. Em cada item foram apresentados ações provenientes do trabalho transdisciplinar na instituição que proporcionou uma considerável melhoria acadêmica associados a um trabalho de evolução do aluno como individuo e pessoa através de ambiente escolar convidativo e propício ao ensino.

A diretora da escola Professora Silvana Dias comemorou a notícia: “É uma grande alegria saber que dentre tantos outros bons projetos nossa escola foi mais uma vez reconhecida. O resultado indica que nossa meta de realizar ações inovadoras foi executada através de um esforço coletivo de todos os professores e demais profissionais da escola, por isso gostaria de parabenizar a cada um deles”. afirmou.

No Brasil foram no total de 7.900 inscrições sendo que Minas Gerais foi proporcionalmente o oitavo estado brasileiro com maior número de participantes. A escola timotense disputará a fase estadual da competição com outras 46 escolas representantes das demais SRE’s mineiras. A edição deste ano ainda tem o apoio da Unesco, Fundação Roberto Marinho, Embaixada dos Estados Unidos da América, Instituto Unibanco, Fundação Itaú Social, Fundação Lemann, Instituto Natura, Gerdau, Fundação Santillana, Fundação Victor Civita e Organização dos Estados Iberoamericanos (OEI).

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br/ler_noticia.php?id=53333&t=escola-joao-cotta-conquista-primeiro-lugar-no-premio-gestao-escolar–

Atividades da “Semana em Movimento” agitam escola de Timóteo


A Escola Estadual Professora Ana Letro Staacks, em sua Semana da Virada da Educação de 2017, tem desenvolvido atividades multidisciplinares dentro e fora da sala de aula. A direção, coordenação pedagógica e docentes trabalham com a autoestima de seus estudantes. Percebe-se que os estudantes do ensino médio apresentam deficiências em seu aprendizado diário, em diversas disciplinas, e muitos revelam falta de interesse pelos estudos. Alguns especialistas*¹ dizem que esse comportamento é inerente à idade e às mudanças hormonais decorrentes da saída da fase da infância e adolescência para a vida adulta.

Diante desse panorama, a escola, em conjunto com outras instituições, tem ministrado palestras motivacionais com o objetivo de incentivar os estudantes aos estudos, para a promoção de um futuro profissional promissor. Dentre os prelecionistas da semana, inclui-se o Coach Gilmar Oliveira que proferiu diversas palestras, sendo algumas de suas ações inclusas em seu curso “Capacitação: Vida em Carreira” que será ministrado posteriormente para diferentes instituições do Vale do Aço mineiro. Percebeu-se a mudança de comportamento dos estudantes após a palestra, principalmente por causa de adesão a diferentes cursos do Coach e mudança de comportamento em sala de aula pela busca de novos conteúdos em diferentes disciplinas. Reitera-se que outras atividades motivacionais, bem como novas propostas também vêm acontecendo dentro da Semana da Virada da Educação 2017, proposta pela Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais. 

*¹ Referência ao trabalho de Locatelli, Bzuneck e Guimarães (2007).
LOCATELLI, Adriana Cristine Dias; BZUNECK, José Aloyseo; GUIMARÃES, Sueli Édi Rufini. The motivation of adolescents in relation to the perspectives of the future. Psicologia: Reflexão e Crítica, v. 20, n. 2, p. 268-276, 2007.

Texto enviado pela escola

EE Professora Ana Letro Staacks

Telefone

(031) 3849-5354

E-mail escola.191531@educacao.mg.gov.br
Endereço Avenida Senador Milton Campos, 1
Quitandinha
Timóteo – MG
CEP: 35180-058

SIMPÓSIO APRENDIZAGEM ATIVA


Iniciativa da Fundação Aperam Acesita e Faculdade Única de Timóteo tem  parceria da Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano

Imagem inline 1

Contato:

Flávia Souza Silva Soares | Coordenadora de Projetos


Fundação Aperam Acesita
RHF – Educação 

Alameda 31 de Outubro, 500, Centro Norte – 35.180-014 – Timóteo – MG – Brasil
+55-31-3849-7748 | +55-31-9102-6211 | +55- 
flavia.soares@aperam.com | www.aperam.com

DEPARTAMENTO DE MEIO AMBIENTE DE TIMÓTEO DIVULGA PROGRAMAÇÃO COMEMORATIVA DO DIA DA ÁRVORE


Confira

Dia
Atividade
Local
15 a 20/09
Palestra nas empresas
15  as 15h – Thermon
19  às 7h – Oil Teck
21
Abordagem Ambiental
7h – Pátio Secretaria de Obras
Blitz Educativa
9h – Primavera
Momento ambiental
16h – Praça Coliseu
23
Um Dia no PERD/RAVV
9h às 15h – PERD
25
Aprimoramento Pedagógico
18h – CEFET MG

Com informações:

Departamento de Meio Ambiente
Secretaria de Obras, Serviços Urbanos e Meio Ambiente 

Prefeitura Municipal de Timóteo
Endereço: Rua Gardênia, 41, B. Primavera, Timóteo/MG – Telefone: 31 3847-4786

Programa vai debater inclusão de estudantes com deficiência


Como as instituições de ensino têm lidado com a inclusão social de crianças e jovens com algum tipo de deficiência será tema de debate no programa Salto para o Futuro, a ser exibido pela TV Escola nesta quinta-feira, 21. Participam do encontro o secretário especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Marco Pellegrini, e a diretora de Políticas de Educação Especial, Patrícia Raposo, ambos do Ministério da Educação. Essa edição do programa faz parte de uma grade especial preparada para marcar o Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência.

Ao longo de todo o dia 21, a emissora vai exibir documentários, séries e programas que abordam a realidade da pessoa com deficiência e as políticas públicas para a garantia de seus direitos. Além das legendas descritivas presentes nos programas já exibidos pela TV Escola, vários desses especiais terão audiodescrição. Entre os destaques do dia, está o lançamento do documentário Outro Olhar, cuja exibição vai ocorrer em dois horários, às 7h30 e às 18h35. O vídeo conta a história de uma estudante gaúcha com síndrome de Down.

A grade infantil da TV Escola também terá programação especial. Na série O que são as coisas, o personagem Hugo imagina um mundo perfeito em que todas as crianças olham, pensam e agem como ele. Os amigos Lili e Félix o ajudam a descobrir que a variedade é o tempero da vida. Já na animação Mimi e Lisa, são contadas as aventuras de Mimi, uma menina cega que, junto à amiga Lisa, descobre um mundo de aventuras e fantasias. Também estarão disponíveis vários episódios de Punky, primeira série de animação a trazer como personagem principal uma menina com Síndrome de Down.

Data – O Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência foi instituído em 1982 e oficializado pela Lei nº 11.133/2005. A data foi escolhida para coincidir com o Dia da Árvore, como representação do surgimento das reivindicações sobre cidadania. Segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 45 milhões de brasileiros têm algum tipo de deficiência.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Exames têm novas datas de aplicação em todo o Brasil


O Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja Nacional) 2017 será aplicado em 19 de novembro, e não mais em 22 de outubro. A mudança de data foi necessária em função de um atraso na homologação da licitação, o que inviabilizou a distribuição dos participantes nos locais de prova dentro do cronograma. Também terá nova data o exame para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Encceja PPL): 21 e 22 de novembro. A retificação foi publicada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) no Diário Oficial da União desta terça-feira, 19.

Igualmente os horários do Encceja Nacional e do Encceja Nacional PPL foram alterados pelo Inep, para garantir que todos os candidatos possam acessar os locais de prova com mais comodidade e segurança – já que o exame será aplicado durante o período de vigência do horário de verão em vários estados. Como o horário oficial de Brasília é a referência em todas as unidades da federação, em alguns municípios da região Norte, como no Acre, os participantes teriam de chegar aos locais de prova três horas mais cedo. Dessa forma, os horários do turno matutino e vespertino foram atrasados em uma hora.

O Encceja Nacional 2017 será aplicado para 1.573.862 pessoas. Dessas, 301.583 farão provas para o ensino fundamental e 1.272.279 para o ensino médio. O exame abrange 564 municípios distribuídos em todos os estados.

Confira, abaixo, o quadro com os horários de aplicação das provas.

Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações do Inep 

Inscrições para cursos on-line de língua alemã estão abertas


Foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta segunda-feira, 18, o edital referente ao processo seletivo para cursos on-line de língua alemã ofertados pelos núcleos de línguas das universidades federais e estaduais credenciadas pelo programa Idiomas Sem Fronteiras – Alemão (IsFAlemão). As inscrições são gratuitas e devem ser feitas exclusivamente pela internet até as 12h (horário de Brasília) do dia 27 de setembro. As aulas terão início em 23 de outubro.

Podem se candidatar alunos de graduação e pós-graduação, técnicos e docentes ativos. A divulgação dos resultados está prevista para o dia 2 de outubro, a partir das 12h, na página eletrônica do programa. Em caso de desistência de selecionados, serão realizadas outras chamadas sucessivas, por ordem de classificação, por meio do e-mail informado no ato da inscrição.

As universidades convocarão os candidatos para a confirmação de matrícula e reunião de orientação entre os dias 2 e 7 de outubro. Os selecionados receberão um e-mail com informações sobre como deverão fazer o registro no curso. Não será possível se cadastrar antes do recebimento da mensagem.

O cronograma completo está disponível na página do IsF, que também contém o formulário de inscrição nos cursos.

O edital pode ser acessado no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 18.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Selecionadas instituições que vão oferecer formação continuada


O Ministério da Educação divulgou nesta segunda-feira, 18, a lista de instituições federais de educação superior que foram selecionadas para oferecer cursos de formação continuada, em nível de aperfeiçoamento, com foco na prevenção e combate à violência, ao preconceito e à discriminação no ambiente escolar. Cada projeto receberá até R$ 300 mil.

Foram selecionadas as universidades federais da Paraíba (UFPB), do Tocantins (UFT), do Paraná (UFPR) e do Rio de Janeiro (UFRJ). Todas as instituições aderiram ao Pacto Universitário de Educação em Direitos Humanos e já têm o comitê gestor constituído. Ao todo, o MEC recebeu 47 propostas de 32 instituições federais.

“Todas as propostas recebidas foram de altíssima qualidade. O que a gente percebeu foram universidades e institutos federais engajados no tema”, elogiou a coordenadora-geral de Direitos Humanos da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi), Patricia Mollo. De acordo com ela, a exigência é que o trabalho de conclusão seja de intervenção na escola. “Assim, o MEC vai poder acompanhar indiretamente as escolas que estão sendo beneficiadas com a formação daqueles profissionais.”

 Cabe às instituições selecionadas, com o apoio da Secadi, a articulação com as secretarias de educação para a indicação das escolas, professores e demais profissionais da educação que vão participar dos cursos nas instituições formadoras. É necessária a presença de, pelo menos, um gestor escolar e dois professores da mesma escola.

Calendário – As instituições que não foram contempladas têm até 25 de setembro para recorrer. A avaliação dos recursos será entre os dias 26 de setembro e 2 de outubro. A divulgação da classificação final sairá em 3 de outubro.

O edital prevê que as aulas tenham início no primeiro semestre de 2018. Como se trata de um curso de especialização a distância, deve ter, no mínimo, 180 horas, sendo pelo menos 27 horas presenciais.

Cada projeto deverá atender 250 inscritos divididos em até cinco polos de atendimento, totalizando cerca de mil estudantes. As turmas deverão ser compostas, preferencialmente, por profissionais que estejam atuando em sala de aula. Os projetos de conclusão de curso deverão ser voltados para a própria escola onde o profissional trabalha. As dúvidas podem ser tiradas por meio do e-mail edital.edh@mec.gov.br.

O resultado está disponível na página da Secadi.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

MEC fará transmissão ao vivo para tirar dúvidas sobre o Encceja


Para tirar as dúvidas sobre as mudanças no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) de 2017, o Ministério da Educação vai fazer uma transmissão ao vivo no Facebook nesta quarta-feira, 20, com a participação da diretora de Gestão e Planejamento do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Eunice Santos.

A partir das 19h30, a diretora vai responder perguntas relacionadas ao Encceja enviadas pelos internautas. Será uma oportunidade para tirar dúvidas, inclusive, sobre as mudanças de data e horário do exame. Nesta terça-feira, 19, o MEC anunciou que o Encceja Nacional 2017 será aplicado em 19 de novembro – a data prevista anteriormente era 22 de outubro.

A mudança foi necessária devido ao atraso na homologação da licitação, o que inviabilizou a distribuição dos participantes nos locais de prova dentro do cronograma. O Encceja para pessoas privadas de liberdade e jovens sob medida socioeducativa (Encceja PPL) também mudou; agora, será aplicado nos dias 21 e 22 de novembro.

Acesse a página do MEC no Facebook.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

PUC Minas e SEE oferecem curso gratuito sobre Africanidades para professores do Ensino Médio


As inscrições se encerram quando completadas as 50 vagas disponíveis para a Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais

Os professores do Ensino Médio da Rede Estadual já podem se inscrever, clique AQUI , para o curso gratuito: “Educação, africanidades e saberes tradicionais”, que acontecerá no dia 13 de outubro, no Campus Coração Eucarístico da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/Minas). A carga horária é de 4 horas (de 8h às 12h) e as inscrições se encerram assim que foram preenchidas as 50 vagas disponibilizadas para os professores.

O curso é uma parceria entre a Secretaria de Estado de Educação (SEE) e a PUC/Minas e faz parte da 18ª Edição do MINIONU, que acontece entre 13 e 15 de outubro, um projeto realizado pelo Departamento de Relações Interacionais da Universidade que tem como propósito levar temas internacionais aos alunos do ensino médio. Ele insere-se no conjunto de simulações das Nações Unidas realizadas em todo mundo. É um projeto pedagógico com concepção abrangente de aprendizado.

O Minicurso “Educação, africanidades e saberes tradicionais” pretende propiciar aos professores momento de discussão e reflexão acerca da Educação das Relações Étnico-Raciais e do ensino de História da África e História e Cultura Afro-Brasileira.
O curso será ministrado pelos professores Joelton Lima (PUC-MG), Andréia Cunha (SEE/MG) e Rogéria Cristina (SEE/MG), ambas da Superintendência de Modalidades e Temáticas Especiais de Ensino. O minicurso integra os esforços da Campanha da Secretaria de Estado de Educação, “Afroconsciência: com essa história a escola tem tudo a ver”, que visa contribuir para a formação e atualização de professores. Haverá certificado de participação.

Fonte: http://www.educacao.mg.gov.br

Escolas estaduais de Minas promovem Semana Escola em Movimento 2017


Durante a semana, as unidades da rede estadual discutirão suas avaliações externas e internas para propor ações pedagógicas, em preparação para a Virada Educação, que acontece no próximo sábado (23)

SEMANA-ESCOLA-EM-MOVIMENTO

De hoje (19) até sexta-feira (22), as 3.643 escolas da rede estadual ensino de Minas Gerais vão realizar a Semana Escola em Movimento. Serão quatro dias dedicados a discutir sobre os processos de avaliação externa e interna realizados por meio do Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação Pública (Simave), analisar os resultados e planejar ações pedagógicas.

O objetivo principal é proporcionar um momento de diálogo, reflexão e planejamento coletivo, a fim de empreender ações para o desenvolvimento da Educação Integral e Integrada, contribuindo para a promoção do desenvolvimento integral dos estudantes. Essas ações devem ser concebidas como parte do currículo escolar, em diálogo com os diversos componentes curriculares, de modo que promovam o desenvolvendo das mais variadas habilidades e competências dos estudantes. A Semana Escola em Movimento é também uma preparação para a Virada Educação Minas Gerais 2017, que será realizada no próximo sábado, dia 23, quando as escolas abrirão suas portas para mostrar à comunidade o que está sendo feito na escola.

Nesta Semana, equipes pedagógicas deverão analisar os resultados das avaliações externas realizadas em 2016 e das avaliações diagnósticas ocorridas no primeiro semestre, e promover a discussão acerca da execução das ações previstas em seu Plano de Ação para o ano de 2017, elaborado a partir dos Itinerários Avaliativos. Nessa avaliação, as escolas devem considerar ainda outros fatores que podem intervir no desempenho escolar, como a gestão democrática, o trabalho coletivo e a relação com a comunidade.

A superintendente de Avaliação Educacional da SEE, Geniana Guimarães, conta que a Semana Escola em Movimento foi pensada para que escolas possam analisar os seus resultados de avaliações não de forma isolada, mas articulada com as ações que são desenvolvidas na unidade. “É o momento de olhar para ela mesma a partir de uma visão mais integral e articulada, analisar as avaliações considerando todas as ações que possam ter influenciado esses resultados e planejar o que precisa melhorar, o que pode ser feito diferente para alcançar um melhor desempenho”, pontua Geniana. Para a superintendente, a avaliação não deve ser o objetivo final, mas o caminho para se pensar em ações pedagógicas mais assertivas de aprendizagem. “Devemos avaliar para ensinar e não ensinar para avaliar, por isso trabalhamos hoje as avaliações nessa perspectiva. É preciso integrar toda a comunidade nessa discussão, mostrar a importância dessas avaliações para o planejamento da escola e da própria Secretaria, inclusive para o estudante, que precisa se sentir parte desse processo e entender porque é importante para ele mesmo fazer essas avaliações”, salienta Geniana. Continuar lendo Escolas estaduais de Minas promovem Semana Escola em Movimento 2017

Mais de 900 mil estudantes farão as provas da 2º fase da Obmep 2017 neste sábado


Em Minas Gerais, serão 2.950 escolas estaduais com 82.558 alunos classificados que participarão da etapa final da Olimpíada 

1

Neste sábado, dia 16 de setembro, às 14h30, mais de 900 mil estudantes de escolas públicas e privadas de todo o país farão as provas da 2ª fase da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep) 2017. O Estado de Minas Gerais terá 2.950 escolas estaduais com 82.558 alunos classificados participando dessa etapa da Obmep.

Este ano, a competição nacional para estudantes do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio bateu recorde de inscritos, registrando 18,2 milhões de participantes, de 53.230 instituições de ensino, atingindo 99,6% dos municípios brasileiros. Foram classificados para a segunda fase da competição, 941.594 estudantes.A Obmep classifica os 5% mais bem colocados de cada escola na primeira etapa. O Nível 1 (6º e 7º anos do Ensino Fundamental) terá 315.538 participantes; o Nível 2 (8º e 9º anos) contará com 275.385, e o Nível 3 (Ensino Médio) 350.671. Nesta edição, também participam, pela primeira vez, estudantes de 4.472 colégios particulares.

A organização recomenda que os alunos cheguem aos centros de aplicação com pelo menos 30 minutos de antecedência, portando documento original de identificação (carteira de identidade, certidão de nascimento ou carteira escolar), o cartão informativo da Obmep, caneta, lápis e borracha.

A Obmep distribuirá o mesmo número de medalhas das edições anteriores a alunos de escolas públicas (500 de ouro, 1.500 de prata, 4.500 de bronze e até 46.200 menções honrosas). Os estudantes de escolas particulares receberão 25 medalhas de ouro, 75 de prata, 225 de bronze e até 5.700 menções honrosas. Os vencedores serão anunciados em 22 de novembro no site da competição.

Criada em 2005, a Obmep é realizada pelo Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e do Ministério da Educação (MEC).

No ano passado, na 12ª edição da Obmep, os estudantes mineiros conquistaram pela décima vez consecutiva o maior número de medalhas na competição. Ao todo, os alunos das escolas públicas de Minas Gerais faturaram 1.585 medalhas na competição, sendo 125 de ouro, 384 de prata e 1.076 de bronze.

Clique AQUI para acessar a planilha com as escolas participantes, alunos classificados e seus locais de provas.

Fonte: http://www.educacao.mg.gov.br

Conferência vai propor criação de sistema estadual de Educação


Marcada para março do ano que vem, iniciativa terá etapas municipais e territoriais que acontecerão de setembro a dezembro deste ano

A construção de um sistema de educação que integre as ações dos municípios e do Estado é o tema principal da Conferência de Educação de Minas Gerais, lançada na manhã desta sexta-feira (15 de setembro), no auditório do Estadual Central, em Belo Horizonte. A iniciativa é encabeçada pelo Fórum Estadual Permanente de Educação de Minas Gerais, entidade que reúne instituições de ensino, gestores públicos e sociedade civl, entre elas a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais.

No evento, foi apresentado o calendário da Conferência, que acontecerá de 22 a 25 de março de 2018, em Belo Horizonte, e será precedida de etapas nos municípios e conferências em 12 territórios, que vão acontecer de setembro a dezembro deste ano: as municipais até novembro, e as territoriais, entre 16 de outubro e 15 de dezembro deste ano.

conferência2

A solenidade foi aberta pela professora Suely Duque Rodarte, coordenadora do Fórum Estadual de Educação e diretora executiva da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação de Minas Gerais (Undime-MG), que destacou a importância da articulação entre todos os integrantes do Fórum para a defesa da Educação no Estado.

Já a secretária de Estado de Educação, Macaé Evaristo, falou sobre o que representa a construção do Sistema Integrado de Educação neste momento. “Estamos construindo o Sistema de Educação em um momento de muita instabilidade política, mas agir na incerteza faz parte do cotidiano do educador. Para agir neste momento, é preciso ter coragem e reafirmar o princípio de garantia do direito à educação para todos. O Estado não se constitui historicamente para isso; o direito à educação é conquistado com base em muitas lutas”, pontuou ela na abertura de sua fala na solenidade. “Deixamos aqui nosso compromisso de apoiar a realização da Conferência no Estado. Vamos discutir os 8 eixos que estão tanto no documento da Conferência Nacional quanto da Conferência Nacional Popular de Educação, e estamos apresentando um nono eixo, que vai discutir construção de um sistema integrado de educação para o Estado”.

Macaé explicou o que vem a ser para ela um sistema integrado de educação. “Não é uma coisa fictícia. É criar mecanismos objetivos de integração entre Estado e municípios que vão interferir diretamente na vida das famílias e dos estudantes”. Ela citou como exemplo o transporte escolar de estudantes moradores de zona rural. “Muitas vezes o estudante mora em um distrito mais próximo de um município vizinho do que da zona central de seu município e acaba sendo matriculado em uma escola distante de sua residência, necessitando de transporte escolar. Por que ele não poderia ser matriculado no outro município? Precisamos pensar numa proposta para ampliar a cooperação também ente os municípios. Uma ação consorciada, por exemplo”.

conferência3

Entre os pontos fundamentais a serem debatidos, durante a Conferência, para a construção do Sistema, está a construção de um projeto pedagógico integrado, segundo a secretária. “É criar uma escola para a infância, uma escola para a juventude, um atendimento que pense para além das séries ou anos e que considere quais pedagogias teremos que desenvolver para atender a esse preceito. E atuar também a favor do direito à trajetória escolar sem interrupção”, argumentou ela.

Os outros pontos considerados imprescindíveis para Macaé para serem tratados na Conferência sistema são o financiamento da Educação, com a redistribuição do ICMS para a educação, a fim de ampliar o atendimento no nível municipal, em especial na educação infantil; a gestão democrática, reafirmando o ideário de participação na gestão que os conselhos municipais representam e a reafirmação do princípio da liberdade de aprender, de ensinar e da pesquisa, fazendo freta “à tentativa de cerceamento que os educadores vivem atualmente”.

Defesa de direitos

Além da construção do Sistema Integrado de Educação Pública de Minas Gerais (SIEP/MG), a Conferência de Educação pretende mobilizar a sociedade mineira para intensificar o monitoramento do Plano Nacional de Educação (PNE), propondo melhorias às políticas nacional, estadual e municipais. O PNE foi aprovado em 2014 e traz 20 metas para a Educação em todo país a serem cumpridas até 2024.

Segundo gestores e movimentos organizados da área da Educação, as metas do Plano poderão não ser cumpridas por conta das medidas de redução de investimentos promovidas pelo Governo Federal, em especial a Emenda Constitucional 95. Promulgada em dezembro do ano passado, a EC 95 congela por 20 anos os investimentos da União em educação, saúde e outras áreas sociais.

Na fala dos presentes no lançamento, a tônica foi a defesa dos direitos e a luta contra a Emenda Constitucional 95 . “Acredito que esta Conferência deveria sair com o mote de revogação da EC 95, não só porque ela limita os investimentos em Educação, mas também porque atinge outras áreas sociais. O direito à educação é indissociável de outros direitos, como à saúde e a assistência social”, conclamou a secretária de Educação, Macaé Evaristo.

Fez coro à Macaé, o professor Ramuth Marinho, coordenador da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, para quem os cortes da Educação impossibilitam a execução do Plano Nacional de Educação.

conferência

Na palestra magna de lançamento da Conferência, o professor emérito da UFMG, Miguel Arroyo levantou questões sobre o momento político atual de desmonte da Educação Pública. (veja vídeo completo da palestra na TV Web, a partir de 47 min de gravação).

Calendário

A Conferência de Minas Gerais é etapa preparatória da Conferência Nacional de Educação (CONAE 2018) e da Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE). Por isso, além do tema central – “A Construção do Sistema Integrado de Educação Pública de Minas Gerais (SIEP/MG) e a implementação dos Planos de Educação” -, serão discutidos os eixos propostos pelas nacionais, que tratam de avaliação na Educação, participação, democratização do acesso e da permanência, Educação e Diversidade, políticas interssetoriais, formação e remuneração dos profissionais e financiamento.

Conferências Municipais: até novembro de 2017
Conferências Territoriais: de 16 de outubro a 15 de dezembro de 2017
Conferência Estadual: 22 a 25 de março de 2018

Os 12 municípios que sediarão as Conferências Territoriais serão:
Juiz de Fora
Betim
Caratinga
Diamantina
Itaúna
Varginha/Alfenas
Montes Claros
Paracatu
Araçuaí
Teófilo Otoni
Uberlândia
Januária

Composição do Fórum

O Fórum Estadual Permanente de Educação do Estado de Minas Gerais é composto por representantes de instituições federais de ensino superior do estado, de universidades estaduais, da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, do Ministério da Educação, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais, do Fórum de Pró-Reitores de Graduação das Instituições Públicas de Ensino Superior, de Núcleos de Ensino a distância/Centros de Educação à distância das públicas mineiras, da União Nacional de Conselhos Municipais de Educação, e da Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação.

conferência5

Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais divulga vídeos vencedores do concurso “Eu curto ser Estudante”


Produção de alunos da Escola Estadual Ernesto Santiago, do município de Botelhos, recebeu 1.609 curtidas; Escola Estadual Almirante Toyoda (Ipatinga) está entre as dez mais

Criada em comemoração ao Dia do Estudante e para dar voz às juventudes das escolas estaduais para que possam contar o que pensam sobre ser estudante e como se sentem no ambiente escolar, a campanha “Eu curto ser Estudante” já tem os 10 vídeos mais curtidos que serão divulgados nas páginas oficiais da Secretaria de Estado de Educação (SEE) nas redes sociais.

A iniciativa teve como objetivo gerar um movimento de reflexão sobre o que é ser estudante e o seu espaço na sociedade, além de estimular a criatividade e a interação entre eles, o uso das mídias como meio de produção de conteúdo pedagógico e um espaço democrático de comunicação e expressão das juventudes.

O vídeo vencedor do concurso foi o da Escola Estadual Ernesto Santiago, do município de Botelhos, no Sul de Minas. Com produção e edição dos alunos Leonardo Jacon, Vitória Barbosa, Lauane Ribeiro e Raquel Istefany, do 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, o conteúdo recebeu 1.609 curtidas na página da Rede Jovem Virada Educação MG.

Um dos idealizadores do vídeo, o aluno Leonardo Jacon, do 8° ano, relata que a escola recebeu com muita alegria a conquista e que vê isso como um incentivo para continuar com a produção audiovisual. “Já tenho certa experiência com produção audiovisual e logo que soubemos do concurso ficamos entusiasmados e no reunimos para gravar e dar o nosso depoimento sobre a importância de ser estudante”, comenta o aluno.

Segundo a diretoria de Juventude da Secretaria de Educação quase 200 escolas participaram do desafio e enviaram suas produções. Cada escola escolheu, de forma democrática, o vídeo que melhor representasse a unidade. Os 10 vídeos que tiveram o maior número de curtidas estão sendo publicados, ao longo desta e da próxima semana, nas páginas oficiais da SEE, no Facebook e no Twitter.

Confira a lista completa dos vídeos mais curtidos:

1º – EE Ernesto Santiago – Botelhos (1.609 curtidas)

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fsecretariadeeducacaomg%2Fvideos%2F1745880292150512%2F&show_text=0&width=560

2º – EE Venceslau Brás – Jaíba (1.014 curtidas)

https://www.facebook.com/plugins/video.php?href=https%3A%2F%2Fwww.facebook.com%2Fsecretariadeeducacaomg%2Fvideos%2F1752436588161549%2F&show_text=0&width=560

3º – EE Provedor Theófilo Tavares Paes – Monte Sião (621 curtidas)

4º – EE Zoé Machado – Jaíba (474 curtidas)

5º – EE Mariana de Paiva – Guidoval (387 curtidas)

6º – EE Professor Souza Nilo – Itanhandu (367 curtidas)

7º – EE Afonso Romão Siqueira – Botelhos (243 curtidas)

8º – EE Padre José Antônio Panucci – Conceição da Aparecida (234 curtidas)

9º – EE Almirante Toyoda – Ipatinga (198 curtidas)

10º – EE de Antônio Ferreira, de Ensino Fundamental e Médio – Distrito de Antônio Ferreira, Franciscópolis (185 curtidas)

Abertas inscrições para curso do Programa de Alimentação Escolar


 

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia vinculada ao MEC, abriu vagas para o curso do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), que terá carga horária de 60 horas e será realizado pela modalidade a distância. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas até 20 de setembro. As aulas vão de 1º a 31 de outubro.

Com objetivo de construir conhecimento teórico e prático em operacionalização, controle social e acompanhamento do Pnae, o curso é voltado para nutricionistas, conselheiros, merendeiras, gestores em educação, secretários de educação, professores, técnicos em prestação de contas e demais profissionais que atuam na alimentação escolar.

O cardápio da alimentação escolar é um dos temas desenvolvidos durante o curso do Pnae, que começa em outubro (Foto: Mariana Leal/MEC)

Serão abordadas questões relacionadas à política pública e ao histórico da alimentação escolar no Brasil, apresentando o papel do nutricionista e suas responsabilidades em relação à conservação dos alimentos, com menção ao cardápio da alimentação escolar. Formas de gestão, repasses de recursos financeiros às escolas e o processo de aquisição de produtos alimentícios também serão tratados. Fazem ainda parte do aprendizado temas relacionados a agricultura familiar, etapas da prestação de contas e o papel do controle social, por meio do Conselho de Alimentação Escolar (CAE).

ficha de inscrição está disponível na página do FNDE.

Assessoria de Comunicação Social do MEC, com informações do FNDE

 

Conferência de Educação de Minas Gerais será lançada em Belo Horizonte nesta sexta-feira (15)


Evento vai apresentar diretrizes e calendário das 12 conferências territoriais que vão acontecer ainda este ano

O Fórum Estadual Permanente de Educação do Estado de Minas Gerais lança oficialmente nesta sexta-feira (15 de setembro), em Belo Horizonte, a Conferência de Educação de Minas Gerais, que terá como tema “A Construção do Sistema Integrado de Educação Pública de Minas Gerais (SIEP/MG) e a implementação dos Planos de Educação”. O evento contará com a presença de integrantes do Fórum, entre eles a secretária de Educação, Macaé Evaristo, e a diretora-executiva da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), Suely Rodarte, que coordena a instituição.

Etapa preparatória da Conferência Nacional de Educação (CONAE 2018) e da Conferência Nacional Popular de Educação (CONAPE), a Conferência de Educação de Minas Gerais vai acontecer entre os dias 22 e 25 de março do ano que vem e será precedida de etapas municipais e territoriais que deverão acontecer ainda em 2017. As etapas municipais estão previstas para acontecer até 15 de outubro, e as territoriais, entre 16 de outubro e 15 de dezembro.

De acordo com o Fórum, a Conferência de Educação de Minas Gerais possui caráter mobilizador e deliberativo e vai apresentar um conjunto de propostas relativas à implementação do Sistema Integrado de Educação Pública de Minas Gerais (SIEP/MG), ao monitoramento e à avaliação do Plano Nacional de Educação (PNE). A Conferência vai propor ainda melhorias às políticas nacional, estadual e municipais de Educação e a pactuação de responsabilidades entre os entes federativos com vistas à garantia do direito à educação de qualidade social, pública, gratuita e laica.

O Fórum Estadual Permanente de Educação do Estado de Minas Gerais é composto por representantes de instituições federais de ensino superior do estado, de universidades estaduais, da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais, da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, do Ministério da Educação, da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais, do Fórum de Pró-Reitores de Graduação das Instituições Públicas de Ensino Superior, de Núcleos de Ensino a distância/Centros de Educação à distância das públicas mineiras, da União Nacional de Conselhos Municipais de Educação, e da Associação Nacional pela Formação dos Profissionais da Educação.

Fonte: http://www.educacao.mg.gov.br

Escola de Ipatinga receberá Colar do Mérito do TCEMG


O mês de setembro é marcado pela entrega do Colar do Mérito “Ministro José Maria de Alkmim”, no Tribunal de Contas de Minas Gerais (TCEMG). Este ano, a Corte de Contas vai homenagear 20 personalidades brasileiras, em cerimônia no dia 21, às 17h, no Auditório Vivaldi Moreira. Uma novidade deste ano é que, entre os homenageados, a Escola Estadual Engenheiro Márcio Aguiar da Cunha, de Ipatinga, também receberá o Colar do Mérito, por ter conquistado o maior índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) do Estado. O Ideb, criado em 2007, é calculado com base no aprendizado dos alunos em português e matemática e na taxa de aprovação dos alunos.

Gestores públicos, presidentes de órgãos públicos e figuras que exercem papéis importantes para a população também compõe a lista de agraciados. O Colar do Mérito José Maria de Alkmim, é conferido anualmente a personalidades que prestaram relevantes serviços ao País, a Minas Gerais e ao Sistema Tribunais de Contas. A comenda foi instituída em 1995 e homenageia o bocaiuvense José Maria de Alkmin (1901-1974), que exerceu o cargo de ministro do TCEMG na primeira composição da Corte, em 1935, ao lado de Álvaro Baptista de Oliveira e Mário Gonçalves de Mattos. Alkmin foi também Ministro da Fazenda (1956-1958) e vicepresidente do Brasil (1964-1967).

Fonte: https://goo.gl/pDPFgr

Diário do Aço

Projeto escolar movimenta a comunidade do Ipaneminha em Ipatinga


Projeto que tem como objetivos aplicar os conhecimentos teóricos na prática, mobilizou 350 estudantes da EE Maurílio Albanese Novaes

Mais de 350 estudantes do 1º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Maurílio Albanese Novaes participam do Projeto Patrimônio Socioambiental de Ipatinga, que conta com aulas em campo na comunidade rural do Ipaneminha. O trabalho foi iniciado com pesquisas realizadas no mês de junho e terá a culminância no dia 23 de setembro em uma exposição fotográfica, aberta para a comunidade.

O projeto interdisciplinar, que já é desenvolvido há 11 anos na instituição, abrange conteúdos de Geografia e Biologia. Atualmente, o projeto é realizado em parceria com o Instituto Interagir Turismo Pedagógico. Uma das professoras coordenadoras da ação, Patrícia Rabelo explica que o objetivo do projeto é demonstrar na prática os conteúdos ensinados em sala de aula. “O projeto ambiental possui um cunho multidisciplinar e tem como fundamentação pedagógica a tríade educação, consciência e cidadania. Trata-se da ideia de que é imprescindível para os estudantes conhecer e estudar o espaço local para entender o espaço global. Além disso, o projeto torna concreto os conceitos aprendidos em sala, ele aproxima a teoria da realidade do estudante”, afirma Patrícia.

Após a fase das pesquisas e seminários realizados na escola, os estudantes passam para a segunda fase do projeto, as aulas de campo. Chamadas de “trilhas ambientais interpretativas”, aulas na nascente e na foz do ribeirão Ipanema, a fim de estudar o uso e a ocupação de suas margens e visitação à comunidade rural do bairro Ipaneminha. Dividido em duas turmas, os 350 alunos percorreram este trajeto na quarta-feira (13) e na quinta-feira (14).

Depois, com as percepções anotadas e cliques das paisagens, toda a turma irá começar a preparar a exposição fotográfica no dia 23, na Virada da Educação de Minas Gerais. A coordenadora destaca que o projeto é uma importante ferramenta didática. “É um instrumento facilitador do processo de ensino e aprendizagem, uma vez que o meio concreto (natural e cultural) dos estudantes estimula a capacidade de aprender, a formação crítica e cidadã e promove a construção de conhecimentos a partir de métodos pedagógicos criativos e interativos” pontua.

Fonte:  https://goo.gl/9nx68u (editado)

Diário do Aço

SUPERINTENDÊNCIA REGIONAL DE ENSINO DE CORONEL FABRICIANO REALIZA CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO DA OBMEP 2016


índice

A Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano (SRE) realizou nesta terça-feira (12) a cerimônia de premiação da 12ª Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), quando foram reconhecidos o talento de 27 jovens estudantes da região e a competência de seus professores e escolas.

Participaram do evento as famílias dos medalhistas, representantes das comunidades escolares e autoridades convidadas. Presidiram a cerimônia os professores Carlos Torrente (Coordenador Regional da OBMEP em Minas Gerais), Edvania Lana de Morais Andrade (Diretora da SRE de Coronel Fabriciano), Inara Viana Teixeira (Diretora Educacional), Rosane Aparecida Dutra (Supervisora da Equipe Pedagógica e Coordenadora da OBMEP na jurisdição), Orli Moreira Araújo Castro (Secretária Municipal de Educação de Marliéria) e Denilson Almeida Freitas (Diretor da EE Professora Elza de Oliveira Lage – Ipatinga).

Durante a cerimônia foram entregues 01 medalha de ouro, 07 medalhas de prata, 19 medalhas de bronze, 01 troféu para a Escola Estadual Liberato de Castro (Marliéria), 01 tablet para a Professora Maria Elizabeth Cruz (EE Liberato de Castro- Marliéria) e outro para o Professor André Maurício Oliveira da Silva (EE Professora Ana Letro Staacks – Timóteo).

Estudantes Medalhistas:

NOME ESCOLA MUNICÍPIO PRÊMIO
FILLIPE DE OLIVEIRA ALMEIDA INST MUN DE EDUC TEC DE TIMOTEO TIMOTEO Medalha de Ouro
HELOISA E A DAMASCENO EM PE BERTOLLO IPATINGA Medalha de Prata
LUANNA GABRIELLA LOPES PRADO EE ENG MARCIO AGUIAR DA CUNHA IPATINGA Medalha de Prata
MATHEUS HENRIQUE SANTIAGO HAUEK COL TIRADENTES PMMG IPATINGA Medalha de Prata
PAMELA APARECIDA ROCHA MORAIS EE LIBERATO DE CASTRO MARLIERIA Medalha de Prata
SANDY VERISSIMO MORAIS QUINTAO EE LIBERATO DE CASTRO MARLIERIA Medalha de Prata
THEO OLIVEIRA QUINTAO EE LIBERATO DE CASTRO MARLIERIA Medalha de Prata
JHORDAN LANA O TAVEIRA MARTINS EE PROFA ANA LETRO STAACKS TIMOTEO Medalha de Prata
LEONARDO SOARES DE ALMEIDA EE PROFESSOR LETRO ANTONIO DIAS Medalha de Bronze
MELISSA COSTA CORREA DE LIMA EE VICENTE INACIO BISPO ANTONIO DIAS Medalha de Bronze
TAMILA DA SILVA SA EE VICENTE INACIO BISPO ANTONIO DIAS Medalha de Bronze
GEOVANA ANICIO DA COSTA SANTANA EM FRANCISCO G BRITTO BELO ORIENTE Medalha de Bronze
LIVIA CRISTINA OLIVEIRA SILVA EM PERPETUO SOCORRO BELO ORIENTE Medalha de Bronze
GILDSON SANTOS PEREIRA EE PROFA CELINA MACHADO CEL FABRICIANO Medalha de Bronze
JOANA PEREIRA DE ALMEIDA NEVES EM MARIA DA CONCEICAO ATAIDE CEL FABRICIANO Medalha de Bronze
GUILHERME POLESCA CALIXTO EM LEVINDO MARIANO IPATINGA Medalha de Bronze
GUSTAVO HENRIQUE ALVES MARIANO EE PROFA ELZA DE OLIVEIRA LAJE IPATINGA Medalha de Bronze
IANN SERGIO GARCIAS SOARES EE ENG MARCIO AGUIAR DA CUNHA IPATINGA Medalha de Bronze
IGOR FELIPE COSTA VARGAS EM LEVINDO MARIANO IPATINGA Medalha de Bronze
ISABELLA GONCALVES DE LIMA EM PROFA MARIA CONCEICAO P ROCHA IPATINGA Medalha de Bronze
JULIA ROSA RODRIGUES EM LEVINDO MARIANO IPATINGA Medalha de Bronze
MAICON DOUGLAS FARIA COSTA EE DR OVIDIO DE ANDRADE IPATINGA Medalha de Bronze
SAMIRA SCHIMITH DE QUEIROZ EM EVERSON MAGALHAES LAGE IPATINGA Medalha de Bronze
SAMUEL OLIVEIRA FERRAZ PORTO EE DOM HELVECIO IPATINGA Medalha de Bronze
DANIEL ARAUJO MACHADO EE ANTONIO SILVA TIMOTEO Medalha de Bronze
JULIAN SQUETH WERDAN EE ANTONIO SILVA TIMOTEO Medalha de Bronze
WELLINGTON NASCIMENTO MARTINS CEFETMG – CAMPUS TIMOTEO TIMOTEO Medalha de Bronze

Veja as fotos

1
Denilson Freitas (EE Elza de Oliveira Lage), Inara Teixeira (SRE), Edvania Andrade (SRE), Carlos Torrente (OBMEP), Orli Araújo (SME – Marliéria) e Juliana Donde (SRE)
4
Estudantes da EE Manoela Soares Bicalho – Execução do Hino Nacional

Mais fotos

CEFET-MG oferece vagas gratuitas para cursos técnicos no Vale do Aço


São 362 vagas em Timóteo

O Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais
(CEFET-MG) está com vagas disponíveis para cursos gratuitos da
educação profissional técnica de nível médio em Timóteo, no Vale do
Aço. As vagas são destinadas para estudantes de qualquer cidade. As
inscrições acontecem através do site www.timoteo.cefetmg.br até o dia
1 de outubro, para os cursos à distância, e 31 de outubro, para os
cursos presenciais.

Para quem já concluiu ou está cursando o último ano do ensino
fundamental estão disponíveis três cursos de ensino médio integrados
ao curso técnico: Desenvolvimento de Sistemas, Edificações e Química.
Os cursos são diurnos.

Para quem já concluiu o ensino médio, estão disponíveis cursos
noturnos e cursos à distância na modalidade subsequente. Para quem
está cursando o ensino médio e pretende fazer apenas o curso técnico
no CEFET-MG, estão disponíveis cursos noturnos e cursos à distância na
modalidade concomitância externa. Os cursos noturnos são Edificações,
Informática e Metalurgia. Os cursos à distância são Eletroeletrônica,
Informática para Internet e Meio Ambiente.

Cursos técnicos também são oferecidos por meio da Internet

Segundo Evaldo Sérgio de Souza, diretor-adjunto da unidade, os cursos
à distância são destinados especialmente para aqueles que vivem ou
trabalham longe do Campus Timóteo, mas têm disponibilidade para
estudar pela Internet e visitar o campus todo sábado. O professor
lembra que os cursos também tem duração de dois anos e oferecem
oportunidade igual ao dos cursos presenciais.

Isenção da taxa de inscrição

Candidatos pagam uma taxa de inscrição do processo seletivo com valor
de R$50 ou R$70 para cursos à distância ou presenciais,
respectivamente. No entanto, o CEFET-MG oferece isenção da taxa de
inscrição para candidatos que, em função de sua condição
socioeconômica, não podem arcar com o pagamento. Esses candidatos
podem pedir a isenção até o dia 17 de setembro, também online, logo
após efetuar a inscrição do seu curso escolhido. Documentos de
comprovação devem ser enviados via Correios ou entregues pessoalmente
no Campus Timóteo.

Informações:
Pelo site www.timoteo.cefetmg.br/estudeaqui
Pelo Whatsapp (31) 98685-1056

Com informações: Diretoria do Campus CEFET Timóteo

Boletim semanal – Curso on-line


Confira as novidades do Programa
Escrevendo o Futuro
13 de setembro de 2017
Curso on-line “Leitura vai, escrita vem” abre inscrições amanhã, dia 14/09
O curso oferece reflexões teóricas e sugestões práticas para educadores interessados em aprimorar dinâmicas para o ensino da leitura. É gratuito e autoformativo. Saiba mais e inscreva-se!

Uma descoberta adolescenteJordana Thadei, participante do curso “Caminhos da Escrita”, fala sobre sua trajetória com a leitura e dos livros como forma de conexão com o mundo. O texto foi publicado na última edição da revista Na Ponta do Lápis.

Sergipe realiza formação presencial em parceria com o Escrevendo o FuturoTécnicos das Diretorias Regionais de Ensino e professores de língua portuguesa tiveram a oportunidade de participar de atividades formativas em Aracajú (SE).

ep. Crônica | O Futuro que escrevo Dicas para o encontro de jovens com a leituraComo promover esse encontro, por vezes muito desafiador? É o tema da conversa com Olímpia. Saiba mais.

FÓRUM TÉCNICO “SEMEANDO LETRAS”


 

Fórum Técnico - Semeando Letras
                                    - Plano Estadual do livro, leitura,
                                    literatura e bibliotecas. Encontro
                                    Regional do Território de
                                    Desenvolvimento Norte

CONVITE

O presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais, deputado Adalclever Lopes, a secretária de Estado de Educação de Minas Gerais, Macaé Maria Evaristo dos Santos, e o secretário de Estado de Cultura de Minas Gerais, Angelo Oswaldo de Araújo Santos, convidam para o Encontro Regional dos Territórios de Desenvolvimento Vale do Rio Doce e Vale do Aço do Fórum Técnico Semeando Letras: Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas.

19 de setembro de 2017 – Das 8h30 às 18 horas
Local: Superintendência Regional de Ensino de
Governador Valadares
Rua Peçanha, 662 – 6º andar – Galeria Wilson Vaz – Centro
Governador Valadares

Inscrições: 4 a 15 de setembro

Clique aqui para saber mais sobre a programação, o cronograma dos encontros regionais, as inscrições e demais informações »

Governo de Minas
                                            Gerais Linha Assembleia de Minas Linha Estamos também:

Issuu Issuu Issuu Issuu Issuu

Diretoria de Comunicação Institucional
Rua Martim de Carvalho, 94 – 8.º andar – Santo Agostinho
Belo Horizonte – MG – 30190-090

SRE DE CORONEL FABRICIANO AGENDA CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO DA OBMEP 2016


índice

A Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano (SRE) realizará na próxima terça-feira (12/9) a cerimônia de premiação da 12 ªOlimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), quando serão reconhecidos o talento de 27 jovens estudantes da região e a competência de seus professores.

Local: Sede da SRE

Rua Guarapari, nº 1163, Bairro Belvedere 
Coronel Fabriciano – MG

Participarão também do evento as famílias dos medalhistas, representantes das comunidades escolares e autoridades convidadas. Presidiarão a cerimônia os professores Carlos Torrente, Coordenador Regional da OBMEP em Minas Gerais, Edvania Lana de Morais Andrade, Diretora da SRE de Coronel Fabriciano e Rosane Aparecida Dutra, Supervisora da Equipe Pedagógica e Coordenadora da OBMEP na jurisdição.

Durante a cerimônia serão entregues 01 medalha de ouro, 07 medalhas de prata, 19 medalhas de bronze, 01 troféu para a Escola Estadual Liberato de Castro (Marliéria)  e 01 tablet para cada um dos dois professores premiados:

Professora MARIA ELIZABETH CRUZ (EE Liberato de Castro- Marliéria)

Professor ANDRÉ MAURICIO OLIVEIRA DA SILVA  (EE Professora Ana Letro Staacks – Timóteo)

 

Estudantes Medalhistas:

NOME ESCOLA MUNICÍPIO PRÊMIO
FILLIPE DE OLIVEIRA ALMEIDA INST MUN DE EDUC TEC DE TIMOTEO TIMOTEO Medalha de Ouro
HELOISA E A DAMASCENO EM PE BERTOLLO IPATINGA Medalha de Prata
LUANNA GABRIELLA LOPES PRADO EE ENG MARCIO AGUIAR DA CUNHA IPATINGA Medalha de Prata
MATHEUS HENRIQUE SANTIAGO HAUEK COL TIRADENTES PMMG IPATINGA Medalha de Prata
PAMELA APARECIDA ROCHA MORAIS EE LIBERATO DE CASTRO MARLIERIA Medalha de Prata
SANDY VERISSIMO MORAIS QUINTAO EE LIBERATO DE CASTRO MARLIERIA Medalha de Prata
THEO OLIVEIRA QUINTAO EE LIBERATO DE CASTRO MARLIERIA Medalha de Prata
JHORDAN LANA O TAVEIRA MARTINS EE PROFA ANA LETRO STAACKS TIMOTEO Medalha de Prata
LEONARDO SOARES DE ALMEIDA EE PROFESSOR LETRO ANTONIO DIAS Medalha de Bronze
MELISSA COSTA CORREA DE LIMA EE VICENTE INACIO BISPO ANTONIO DIAS Medalha de Bronze
TAMILA DA SILVA SA EE VICENTE INACIO BISPO ANTONIO DIAS Medalha de Bronze
GEOVANA ANICIO DA COSTA SANTANA EM FRANCISCO G BRITTO BELO ORIENTE Medalha de Bronze
LIVIA CRISTINA OLIVEIRA SILVA EM PERPETUO SOCORRO BELO ORIENTE Medalha de Bronze
GILDSON SANTOS PEREIRA EE PROFA CELINA MACHADO CEL FABRICIANO Medalha de Bronze
JOANA PEREIRA DE ALMEIDA NEVES EM MARIA DA CONCEICAO ATAIDE CEL FABRICIANO Medalha de Bronze
GUILHERME POLESCA CALIXTO EM LEVINDO MARIANO IPATINGA Medalha de Bronze
GUSTAVO HENRIQUE ALVES MARIANO EE PROFA ELZA DE OLIVEIRA LAJE IPATINGA Medalha de Bronze
IANN SERGIO GARCIAS SOARES EE ENG MARCIO AGUIAR DA CUNHA IPATINGA Medalha de Bronze
IGOR FELIPE COSTA VARGAS EM LEVINDO MARIANO IPATINGA Medalha de Bronze
ISABELLA GONCALVES DE LIMA EM PROFA MARIA CONCEICAO P ROCHA IPATINGA Medalha de Bronze
JULIA ROSA RODRIGUES EM LEVINDO MARIANO IPATINGA Medalha de Bronze
MAICON DOUGLAS FARIA COSTA EE DR OVIDIO DE ANDRADE IPATINGA Medalha de Bronze
SAMIRA SCHIMITH DE QUEIROZ EM EVERSON MAGALHAES LAGE IPATINGA Medalha de Bronze
SAMUEL OLIVEIRA FERRAZ PORTO EE DOM HELVECIO IPATINGA Medalha de Bronze
DANIEL ARAUJO MACHADO EE ANTONIO SILVA TIMOTEO Medalha de Bronze
JULIAN SQUETH WERDAN EE ANTONIO SILVA TIMOTEO Medalha de Bronze
WELLINGTON NASCIMENTO MARTINS CEFETMG – CAMPUS TIMOTEO TIMOTEO Medalha de Bronze

A Olimpíada em 2017

Continuar lendo SRE DE CORONEL FABRICIANO AGENDA CERIMÔNIA DE PREMIAÇÃO DA OBMEP 2016

Boletim semanal – Curso on-line “Leitura vai, escrita vem” abre inscrições dia 14/09


Confira as novidades do Programa
Escrevendo o Futuro
06 de setembro de 2017
Curso on-line “Leitura vai, escrita vem” abre inscrições dia 14/09
O curso oferece reflexões teóricas e sugestões práticas para educadores interessados em aprimorar dinâmicas para o ensino da leitura. É gratuito e autoformativo. Participe!

O voo dos pequenos pássarosEm seu relato de prática, professora Juliana Wilczek , de Rio Negro (PR), fala do desafio de mostrar aos seus alunos o quanto a poesia pode revelar um outro mundo.

ep. Crônica | O Futuro que escrevo Entre textos informativos e opinativosProfessora Olímpia reflete sobre a diferenciação de gêneros que apresentam diferentes sequências textuais.

INFORMATIVO 32


DADOS SOBRE O MERCADO DE TRABALHO MOSTRAM ALTO DESEMPREGO E TRABALHO PRECÁRIO ENTRE OS JOVENS BRASILEIROS

Geraldo Leão – 05/09/2017

“Geração desperdiçada”. Assim a matéria de Carta Capital sobre os últimos dados do mercado de trabalho no Brasil qualifica a situação dos jovens brasileiros em relação ao acesso ao emprego e à escolarização.

Os números continuam altos, apesar de a propaganda governamental divulgar como grande feito o pequeno recuo na taxa geral de desemprego de 13,7% no primeiro trimestre do ano para 13% no segundo trimestre. Para os jovens de 18 a 24 anos a taxa ficou em 27,3%, o que significa o dobro em relação à população em geral.

Deve-se levar em conta também que esse pequeno recuo de 0,7% se deu pela expansão das ocupações informais e contratos temporários de trabalho,  o que acentua o grau de precarização que afeta de maneira particular as novas gerações.

O artigo ressalta ainda o pouco impacto da expansão da escolarização na alteração do quadro de precariedade na inserção profissional das novas gerações brasileiras, além da manutenção da exclusão escolar: são 2,8 milhões de crianças e adolescentes fora da escola no Brasil, segunda dados do Unicef.

Esse quadro, além do impacto direto na manutenção do ciclo de pobreza e desigualdades sociais, pode produzir espaço para o desencanto e a aposta em soluções antidemocráticas, colocando em risco o futuro das novas gerações.

Confira a reportagem na íntegra em: https://www.cartacapital.com.br/sociedade/Como%20o%20alto%20desemprego%20entre%20jovens%20compromete%20o%20desenvolvimento

 

Prêmio Professores do Brasil tem inscrições até esta segunda


index
As inscrições para o Prêmio Professores do Brasil 2017 terminam nesta segunda-feira, 4 de setembro. Esta é a 10ª edição do prêmio, que tem como proposta reconhecer e divulgar práticas que contribuam com a melhoria do ensino público, valorizando o papel do professor enquanto sujeito ativo na formação de crianças e jovens de todo o país. Serão distribuídos R$ 255 mil em premiações em dinheiro, além de viagens educativas e equipamentos de informática e atletismo a professores do ensino fundamental e médio de escolas públicas que tenham desenvolvido experiências pedagógicas criativas e inovadoras.

Podem participar professores de escolas públicas de todo o país. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, na página do prêmio.

A premiação se divide em seis categorias: educação infantil – creche, educação infantil; pré-escola; ensino fundamental – primeiro ao terceiro ano (ciclo de alfabetização); ensino fundamental – quarto ao quinto ano; ensino fundamental – sexto ao nono ano, e ensino médio. A premiação é feita em quatro etapas: estadual (162 vencedores), regional (30 vencedores), nacional (6 vencedores) e temática especial (até 14 vencedores).

A cerimônia de premiação será no dia 6 de dezembro, na Praça das Artes, na cidade de São Paulo. Na mesma data serão conhecidos os vencedores nacionais desta edição.

Acesse a página do Prêmio Professores do Brasil

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Mendonça Filho comemora 80 anos dos programas do livro didático e anuncia concurso literário


Assista: https://youtu.be/fxHvH8U-ZPA


Na manhã desta sexta-feira, 1º, o ministro da Educação, Mendonça Filho, visitou o estande do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) na 18ª edição da Bienal Internacional do Livro Rio, no Riocentro, na capital fluminense. Acompanhado do presidente da autarquia, Silvio Pinheiro, o ministro celebrou os 80 anos das políticas públicas de livros didáticos e anunciou o concurso literário Faça parte dessa história, lançado em comemoração à data

“O Programa Nacional do Livro e do Material Didático [PNLD] é um dos programas mais relevantes do FNDE, e está aí justamente para oferecer o apoio necessário não só em relação ao livro didático, mas também à difusão da cultura e da leitura”, destacou Mendonça Filho. “Precisamos estimular a leitura, o que deve começar cedo, e uma feira como essa proporciona esse estímulo para que as crianças e jovens possam buscar, através da literatura e da leitura, a ampliação do conhecimento e uma visão do mundo cada vez mais aberta”, completou. Continuar lendo Mendonça Filho comemora 80 anos dos programas do livro didático e anuncia concurso literário