“FINZIM” DE 2018, “INICIOZIM” DE 2019*


Assim encerramos mais um ano do Blog da DIVEP, celebrando os nossos anos de vida e abraçando os nossos 1171 seguidores e, até hoje,  224580 visualizações de todo o mundo. Muito gratos a todos!

Estamos em férias. Retornaremos ao “finzim” de janeiro.

Abraços fraternos!

*Idioma Mineirês

Anúncios

Portal do Novo Ensino Médio já está disponível para acesso


O Portal Novo Ensino Médio, lançado pelo ministro da Educação, Rossieli Soares, na última sexta-feira, 14, já está no ar. A ferramenta reúne informações sobre as políticas, programas e ações desenvolvidas pelo Ministério da Educação para a implementação do ensino médio nas redes de ensino e escolas de todo o país. Na página, é possível ter acesso, por exemplo, ao Guia de Implementação do Novo Ensino Médio e ao documento dos referenciais para a elaboração dos itinerários formativos previstos nas diretrizes curriculares nacionais, que está em fase de finalização.

Construído a partir do trabalho colaborativo entre o MEC e o Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), o Guia de Implementação do Novo Ensino Médio tem o objetivo de auxiliar técnicos das redes de ensino e gestores escolares na efetivação das mudanças previstas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB). O material explica as mudanças em curso e aponta para um caminho de implementação que considera o estudo das novas possibilidades, os diagnósticos dos recursos das redes, a elaboração ou reelaboração dos currículos estaduais e a implementação das mudanças nas escolas de ensino médio. Continuar lendo Portal do Novo Ensino Médio já está disponível para acesso

Etapa do ensino médio é homologada e Base Nacional Comum Curricular está completa


O ministro da Educação, Rossieli Soares, homologou nesta sexta-feira, 14, a etapa do ensino médio da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Assim, a BNCC da Educação Básica está completa, com a definição dos conteúdos que todos os alunos têm o direito de aprender no decorrer do percurso escolar. “O Brasil está definindo pela primeira vez onde cada aluno precisa chegar em cada um dos anos do ensino médio”, comemorou o ministro. “O que vem agora é uma etapa muito importante de discussão com as escolas, pais e professores, para construção dos currículos.”

Rossieli destacou, ainda, a integração entre as áreas do conhecimento a partir da aprovação da BNCC. “O que foi aprovado é para que trabalhemos por área, com todos os professores de todos os componentes. Queremos trazer flexibilidade, protagonismo para os jovens e que eles possam discutir o seu projeto de vida. Vamos estar mais próximo deles nesse processo de aprendizagem para que eles entendam por que estão estudando. Este ensino médio que foi pedido pelos estudantes por muito tempo”, disse. Continuar lendo Etapa do ensino médio é homologada e Base Nacional Comum Curricular está completa

Secretaria de Educação e Undime entregam Currículo Referência de Minas Gerais


Educadores celebram finalização do documento; próximas etapas envolvem normatização e formação de profissionais da Educação

Currculo 01
Currículo Referência de Minas Gerais é entregue pela Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais e Undime-MG ao Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais. Foto: Franciele Xavier (SEE/MG)

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE) realizou no dia 11/12, no Hotel Dayrell, em Belo Horizonte, o Encontro Estadual do Currículo Referência de Minas Gerais para apresentar o documento final discutido ao longo de 2018 e entregá-lo ao Conselho Estadual de Educação, bem como à União dos Conselhos Estaduais de Educação.

O ato de entrega representa um marco histórico para a Educação em Minas Gerais, pois significa a finalização de um documento pensado, elaborado e redigido por milhares de pessoas, no primeiro regime de colaboração entre a SEE e a União dos Dirigentes Municipais de Educação em Minas Gerais (Undime-MG) e que contou, também, com a participação de dezenas de outras entidades. Cerca de 350 pessoas que estiveram envolvidas no processo de discussão do documento estavam presentes na cerimônia. Continuar lendo Secretaria de Educação e Undime entregam Currículo Referência de Minas Gerais

”Coletânea de Poemas: Vozes da liberdade”


Os textos que compõem a coletânea foram produzidos dentro de um projeto desenvolvido pela Escola de Tempo Integral Nacif Selim de Sales, instalada dentro do Centro Socioeducativo de Ipatinga

Resultado de uma coletânea de textos produzidos em uma oficina de poesia da escola de tempo integral da unidade do Centro Socioeducativo de Ipatinga (CSE), seis adolescentes que cumprem medida de internação são autores do livro artesanal de poesias “Coletânea de Poemas: Vozes da liberdade”, lançado na tarde de sexta-feira (14). O material foi apresentado em uma tarde de autógrafos, que contou com a presença de familiares e outros convidados, como os parceiros que contribuíram para efetivação do material.

O coletivo “A Rua Declama”, um grupo que declama poesias com uma linguagem popular em espaços públicos, fez uma intervenção durante o lançamento e comoveu os presentes.

Os textos que compõem a coletânea foram produzidos dentro de um projeto desenvolvido pela Escola de Tempo Integral Nacif Selim de Sales, instalada dentro do Centro Socioeducativo, que procurou trabalhar a autoestima dos alunos em diversas áreas escolares, sendo uma delas a oficina de poesias. Durante os trabalhos, os jovens manifestaram interesse de ir além das atividades propostas.

Sensibilizadas com o empenho deles durante o processo literário, as professoras e a coordenadora da escola de tempo integral, Roberta Rocha, decidiram fazer uma seleção do material produzido para a produção de um livro, que se concretizou graças ao apoio da direção da unidade, que abraçou a causa, e de pessoas que acreditaram no projeto.

O livro é composto por 17 poesias de autoria dos adolescentes, da coordenadora da escola de tempo integral e uma convidada. Para financiar a próxima edição, a coletânea foi vendida a R$ 10 aos visitantes.

A diretora Roberta Rocha, apaixonada pela literatura, também é autora de dois livros publicados. Quando percebeu o entusiasmo dos alunos na oficina de poesia, ela dedicou sua experiência para nortear e dar andamento ao projeto. “Durante a oficina, nós descobrimos poetas dentro unidade. Os textos são singelos, mas trazem uma verdade bruta. Usar a arte e a educação para abrir caminhos e salvar vidas é algo grandioso.

Quando um professor mostra para um adolescente que ele é forte, único e capaz, está transformando a vida dele”, observa.

Quando Paulo*, de 18 anos, entrou para oficina, começou a fazer empréstimos de livros de poesia na biblioteca da unidade e foi se identificando com alguns textos que se encaixavam com o que ele vivia. “Nas minhas poesias, eu também relatei o que vivo e o que sinto. Espero que as pessoas consigam se identificar”, diz o autor.

Pietro* conta que nunca imaginou ver um texto publicado em um livro e que, durante a oficina, foi criando amor e vínculo com a escrita. “Sinto um alívio quando escrevo, posso expressar tudo que estou pensando”, compartilha.

Até o adolescente Miguel*, que foi desligado do Centro Socioeducativo na última terça-feira, esteve presente para prestigiar os colegas. “Recebi um convite da direção e estou aqui para acompanhar o trabalho deles”.

* Os nomes são fictícios para preservar os adolescentes, conforme indicação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

Fonte: Diário do Aço

Boletim Semanal – Menos plástico, mais amor


Escrevendo o Futuro
13 de dezembro de 2018
Menos plástico, mais amor

Confira uma das crônicas da escritora brasileira Carol Bensimon, vencedora do Prêmio Jabuti 2018 na categoria romance.

“Novidades literárias” no Portal

Pensando no trabalho com a literatura na escola, Olímpia sugere um “roteiro literário de navegação”, que passa por conteúdos que acabam de ser publicados no Portal Escrevendo o Futuro.

Boletim semanal – Novo número da revista Na Ponta do Lápis


Escrevendo o Futuro
06 de dezembro de 2018
Novo número da revista Na Ponta do Lápis

A edição número 32 da publicação do Programa já está disponível na íntegra. Acesse e confira artigos, relatos, textos literários e uma entrevista exclusiva com a atriz e MC Roberta Estrela D’Alva.

Leitura literária em sala de aula

Projetos de Pernambuco, São Paulo, Pará, Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina revelam como professores trabalham a literatura na escola.

BNCC e produção de textos

A partir de pergunta enviada pela professora Ivanoilda, Olímpia fala sobre a prática de linguagem da produção textual e faz indicações de materiais para leitura.

 

ESCOLA ESTADUAL DE SANTANA DO PARAÍSO REALIZA SEMINÁRIO PARA DIVULGAÇÃO DE PESQUISA REALIZADA POR MEIO DO “PROJETO UBUNTU”


O Projeto UBUNTU/NUPEAAs incentiva a produção de estudos e pesquisas de iniciação científica por estudantes do ensino médio, com foco nas relações étnico-raciais; a Escola Estadual Joaquim Eliziário da Silva é pioneira nessa iniciativa

Capturar 1

Capturar 2

Conheça mais 

http://novotempo.educacao.mg.gov.br/

600 alunos apresentam Cantata de Natal na EE João XXIII em Ipatinga


1b
Na última segunda-feira (03/12), estudantes do Ensino Médio da Escola Estadual João XXIII apresentaram à comunidade escolar a II Cantada de Natal, evento realizado pela escola sob organização da professora Talita Gomes.
A cantata foi emocionante, com direito à presença do Papai Noel e do Presépio Humano formado por alunos e professores da escola.
Veja fotos

ESCOLAS DE CORONEL FABRICIANO DESAFIAM ESTUDANTES EM JOGOS DE XADREZ


12

As escolas estaduais Dr. Joaquim Gomes da Silveira Neto e Coronel Silvino Pereira, ambas situadas no município de Coronel Fabriciano, realizaram no dia 29/11 o projeto “Desafio de Xadrez”, contando com a participação de seus estudantes.  A justificativa do projeto pauta em uma educação projetada em jogos esportivos. O xadrez fortalece a saúde, desperta a socialização e a disciplina, amplia a concentração e, consequentemente, a evolução e o  crescimento pessoal do aluno.

O projeto “Desafio de Xadrez foi elaborado pelos professores de educação física Warley Rocha (EE Joaquim Gomes da Silveira Neto) e Gizelly Madureira (EE Silvino Pereira). Teve como objetivo principal vivenciar a prática das atividades esportivas (xadrez) como meio de competição saudável entre os estudantes, propiciando  a interação, a socialização e descontração entre eles.

A culminância do projeto aconteceu na Escola Estadual Dr. Joaquim Gomes com a competição entre os estudantes dos ensinos fundamental e médio, e contou com as presenças de Gisélia Furbino Azevedo, analista educacional da Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano (SRE) e a Coordenadora do Tempo Integral da Escola Estadual Silvino Pereira, Núbia Alves Montes Fernandes.

“O xadrez é uma atividade extremamente atrativa para os estudantes, que descobrem rapidamente as suas estratégias e que podem ser compartilhadas com seus colegas, através de partidas em desafio e da integração com outras escolas”, ressaltou Gisélia em entrevista ao Blog da Divep.

Veja mais fotos

1
Professor Warley condecorando estudante premiado.
13
Professora Gizelly e aluna medalhista.
5
Gisélia (SRE) prestigiando as premiações.

10

9

 

 

 

 

Boletim semanal – Eu, a leitura e a escrita


Escrevendo o Futuro
29 de novembro de 2018
Eu, a leitura e a escrita

Em relatos produzidos para o curso Caminhos da Escrita, professores Luana da Mota Santos e Rogério Dias Micheletti falam sobre suas trajetórias pessoais com a leitura.

Formações presenciais em Alagoas e Maranhão

Secretarias de educação e Escrevendo o Futuro realizam os últimos encontros formativos deste ano, para professores, coordenadores e técnicos. Confira no mapa das formações.

A BNCC e o olhar para a análise linguística

Professora Olímpia destaca trechos da BNCC, a partir de perguntas, para pensar sobre o ensino da prática de linguagem de análise linguística/semiótica. Confira.

Homologação das Diretrizes Curriculares Nacionais pelo ministro começa a mudar o ensino médio


 

O ministro da Educação, Rossieli Soares, homologou, nesta terça-feira, 20, as novas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs) do Ensino Médio, conjunto de regras orientadoras da implementação da reforma desse nível da educação em todo o Brasil. O documento foi aprovado, no início deste mês, pela Câmara de Educação Básica (CEB), do Conselho Nacional de Educação (CNE), órgão consultivo e normativo do MEC.

“Durante toda a discussão da lei da reforma do ensino médio, as diretrizes curriculares sempre foram tidas como um passo importante de regulamentação, por parte do CNE”, afirmou Rossieli Soares. “Então hoje estão esclarecidos, colocados limites em uma série de coisas que os estados poderão fazer a partir já do próximo ano. Teremos discussões importantes, ainda esse ano, para a conclusão da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que também é outro passo fundamental para a implementação do novo ensino médio. Hoje essa diretriz traz uma série de regulamentações para dar claridade e segurança jurídica para os próximos passos dos sistemas de ensino, das escolas que vão discutir e construir com seus conselhos estaduais”, completou o ministro.

As novas diretrizes curriculares orientam a elaboração dos novos currículos do ensino médio e, ao mesmo tempo, servem de parâmetro para a definição da BNCC – etapa do ensino médio. Com a homologação, as redes e sistemas de ensino já podem começar a organizar as formas de oferta do novo ensino médio, embora, por lei, as mudanças nos currículos desse nível educacional devam ser feitas em até dois anos após a aprovação da BNCC dessa etapa, que atualiza seu formato e ainda está em discussão.

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é um dos pontos abordados pela nova diretriz. “Ele continuará sendo executado em dois dias, sendo que o primeiro será para as habilidades e competências que serão previstas na BNCC”, explicou Rossieli Soares. “O segundo dia será de escolha do aluno para um dos itinerários formativos, especialmente as quatro áreas de conhecimento, podendo ainda ter o referencial e itinerário técnico que também fará parte.”

Rossieli Soares reforçou, contudo, que a mudança do Enem depende da aprovação da base, da construção de matrizes da avaliação, que ainda serão feitas pelo Inep após a BNCC. “Estamos falando de ter efetivamente a aplicação de novo Enem para o ano de 2021”, afirmou o ministro. Continuar lendo Homologação das Diretrizes Curriculares Nacionais pelo ministro começa a mudar o ensino médio

Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais divulga lista de classificação preliminar dos candidatos inscritos no processo de designação 2019


Interessados em fazer correção ou alteração dos dados informados na primeira etapa têm do dia 21 a 27 de novembro. Número de inscrições passa de 960 mil

Secretaria de Estado de Educação (SEE) divulgou nesta terça-feira (20/11) as listagens de classificação preliminares dos candidatos inscritos no processo de designação 2019. Os candidatos estão listados por ordem de classificação, para cada cargo e localidade distintos, a partir das informações prestadas na inscrição e dos critérios de prioridade definidos pela Resolução SEE nº 3.995/2018.

O candidato já inscrito que desejar fazer alguma correção ou alteração dos dados informados na primeira etapa tem do dia 21 a 27 de novembro para fazê-lo no site www.designaeducacao.mg.gov.br.

O candidato deverá conferir na listagem de classificação preliminar, os dados pessoais, o tempo de serviço e a habilitação/ escolaridade ou formação especializada, podendo alterá-los, se necessário, durante o período previsto no cronograma.

“Essa é a primeira vez que a secretaria adota como parte do aprimoramento do processo de inscrição para designação a publicação de uma listagem preliminar. O que vai possibilitar, dentro do prazo previsto, a correção das informações anteriormente prestadas pelo próprio candidato, exceto CPF, cargo/modalidade e localidade indicados, as demais informações podem ser objeto de eventuais ajustes ou alterações”, destaca a subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Antonio David de Sousa Junior.

A cada alteração será emitido um novo comprovante, com as alterações processadas. Após o fim do período de correção não será permitida a alteração de dados e será divulgada a listagem de classificação definitiva.

A listagem definitiva está prevista para ser divulgada no dia 4 de dezembro, no endereço eletrônico www.designaeducacao.mg.gov.br, nas Superintendências Regionais de Ensino e nas escolas estaduais. As listagens serão utilizadas para as designações na modalidade online e na modalidade presencial, ao longo de todo o ano letivo de 2019.

Para a designação 2019, o sistema da SEE recebeu um total de 437.704 cadastros e 963.301 inscrições, uma média de 2,2 inscrições por candidato, uma vez que cada candidato poderia realizar até três inscrições.

Designações 2019

As datas para a designação propriamente dita não estão definidas na Resolução SEE nº 3.995/2018. Tanto o cronograma quanto eventuais orientações complementares sobre a designação serão divulgados oportunamente nos canais oficiais de comunicação da SEE e no Diário Oficial Minas Gerais.

A designação é uma forma de preencher interinamente os cargos para garantir o funcionamento das escolas estaduais, conforme o artigo 10 da Lei nº 10254/1990. O processo é essencial na preparação da rede pública para o início do ano letivo.

Fonte: Agência Minas

CORONEL FABRICIANO REALIZA SEGUNDO ENCONTRO DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS


Evento foi realizado no dia 10/11 pela Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano e Secretarias Municipais de Educação de Coronel Fabriciano, Ipatinga e Timóteo;  avaliação, metodologia e prática pedagógica foram temáticas abordadas no seminário

Confira as fotos do evento

261

Assista

2ª edição do Amigo Livro Ipatinga


Projeto promove evento especial em Ipatinga com sorteios e lançamento de livros

Neste sábado, 17, a partir das 14h, no galpão principal do Parque Ipanema, em Ipatinga, acontece a edição especial do Amigo Livro, evento tradicional em Vitória, no Espirito Santo.

Nessa edição haverá um Painel Literário com os escritores presentes e o lançamento dos livros ‘Por que o cabelo da princesa foi passear?’, de Rodrigo Cristiano, e ‘O Menino que queria Voar’, de Roberta Rocha.

O Amigo Livro irá promover uma série de diferentes atividades literárias durante o evento, e os 50 primeiros participantes que chegarem irão ganhar automaticamente 1 kit contendo marcadores. Outra oportunidade para quem for ao Parque Ipanema ganhar um prêmio é participar da doação social.

A doação social é um ato simbólico promovido pelo Amigo Livro em seus eventos, como forma de mostrar o poder de mudança da literatura através dos leitores. A cada um (1) litro de leite doado, o participante irá ganhar um número para participar do sorteio. Quem quiser um novo livro para ler nas férias poderá participar da atividade Amigo X. No Amigo Livro a brincadeira é diferente: traga um livro com o tema “Um livro que você recomenda”, o sorteio será feito na hora e de forma aleatória.

O evento ainda terá uma atração mais do que especial para as crianças que forem ao Amigo Livro, com a participação de uma contadora de histórias do grupo Historiarte. Por fim, haverá também uma Batalha Literária, ação que utiliza um jogo de perguntas e respostas, onde quem ganha leva brindes.

O Amigo Livro é um projeto literário que reúne apaixonados por literatura através de suas ações nas redes sociais e eventos mensais na Grande Vitória, no Espírito Santo. Para participar basta se informar das regras e comparecer no evento. A entrada é franca.

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br

Boletim semanal – Poetas do corpo


Escrevendo o Futuro
14 de novembro de 2018
Poetas do corpo

Slam do Corpo une artistas surdos e ouvintes, ampliando os conceitos de criação poética.

Formações presenciais em Tocantins e Mato Grosso do Sul

Em parceria com o Programa Escrevendo o Futuro, secretarias de educação organizam encontros formativos.

Dicas para “trabalho com gramática”

Professora pede indicações de atividades de análise linguística. Veja as sugestões de Olímpia.

 

Teste avalia nível de alfabetização dos alunos de Ipatinga


O treinamento do início desta semana foi realizado pela Superintendência Regional de Ensino de Coronel Fabriciano (SRE)

Diretores e coordenadores de 29 escolas do ensino fundamental de Ipatinga participaram de uma capacitação para a aplicação das provas do Programa de Avaliação da Alfabetização (Proalfa) e Programa de Avaliação da Rede Pública de Educação Básica (Proeb) nesta segunda-feira (12), na Escola Municipal Padre Cícero, no bairro Bom Retiro.

Cerca de 6.500 estudantes da rede municipal de ensino de Ipatinga serão submetidos às avaliações nos dias 20 e 21 de novembro, terça e quarta-feira da próxima semana. As provas integram o Sistema Mineiro de Avaliação e Equidade da Educação (Simave). Este ano, os testes serão aplicados aos alunos do 2º, 3º, 5º e 9º ano do Ensino Fundamental.

O treinamento do início desta semana foi realizado pela Superintendência Regional de Ensino (SRE). É dela a responsabilidade de capacitar os diretores das escolas que, por sua vez, assumem a capacitação dos professores aplicadores. Além disso, todas as escolas receberão um manual de aplicação dos testes e um vídeo com orientações.

O PROALFA é uma avaliação anual para alunos do 3º ano do Ensino Fundamental e mede o desempenho de leitura dos estudantes. Já o Proeb avalia as habilidades dos estudantes do Ensino Fundamental e Ensino Médio em Língua Portuguesa e Matemática. Os testes começam 20 minutos após o início do turno e têm duração de duas a duas horas e meia.

Rita Beatriz Alves da Silva é diretora da Escola Municipal Chirlene Cristina Pereira, do bairro Bethânia. Os alunos da instituição já foram submetidos aos testes em anos anteriores. Ela acredita que a cada capacitação é possível minimizar eventuais erros cometidos em outras edições. “As avaliações externas são muito importantes, ajudam a nortear o trabalho e, para que os testes tenham eficácia, é necessário que elas sejam aplicadas conforme deve ser, corrigindo possíveis erros e aperfeiçoando a aplicação e condução dos trabalhos”, considerou.

Fonte: http://www.diariodoaco.com.br

Publicada resolução que define o calendário escolar de 2019 para as escolas estaduais de Minas


Ano letivo terá início no dia 07 de fevereiro de 2019 e o encerramento está previsto para o dia 13 de dezembro do mesmo ano

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) publicou, no Diário Oficial Minas Gerais desta sexta-feira (09/11), a Resolução SEE nº 3.999, que estabelece, para a Rede Pública Estadual de Educação Básica, o Calendário Escolar para o ano de 2019. De acordo com o documento, o ano escolar terá início no dia 04 de fevereiro, ou seja, a partir deste dia professores, especialistas, diretores e demais servidores já estarão presentes nas escolas estaduais para planejar as atividades que serão desenvolvidas nos primeiros dias de aula. Já o ano letivo, com o início das aulas a todos os estudantes, começará no dia 07 de fevereiro.

O Calendário Escolar para o ano letivo de 2019, respeitadas as normas legais, deve ser elaborado pela Comunidade Escolar, discutido com os servidores, estudantes e pais de estudantes e aprovado pelo Colegiado Escolar, com ampla divulgação e encaminhado para a Superintendência Regional de Ensino (SRE), que deverá homologar e supervisionar o cumprimento das atividades nele previstas, de acordo com as normas da SEE. A construção do Calendário também deverá contar com a participação das outras escolas estaduais de um mesmo município e, se possível, com as escolas municipais, sempre respeitando a autonomia da rede municipal e resguardando o interesse dos estudantes, as especificações locais e viabilizando o melhor gerenciamento do transporte escolar.

O Calendário Escolar em 2019 deve prever, no mínimo, 200 dias letivos e carga horária mínima de 800 horas para os anos iniciais do Ensino Fundamental e Ensino Médio noturno e 833 horas e 20 minutos para os anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio Diurno.

De acordo com a Resolução, o ano letivo se encerrará no dia 13 de dezembro e o ano escolar no dia 18 do mesmo mês. O período de 19 a 26 de junho será destinado às atividades da Semana Estadual de Prevenção às Drogas. Do dia 1º a 5 de julho deverão ser realizadas as atividades voltadas para o fortalecimento da cultura de prevenção de acidentes nas escolas e comunidade escolar. Já 21 de setembro será dia letivo destinado às atividades da “Virada Educação Minas Gerais”.

Além disso, o dia 23 de novembro de 2019 será letivo, destinado à realização de Feira de Ciências nas Escolas Estaduais de Ensino Fundamental e Médio, da Mostra de Trabalhos realizados pela disciplina “Diversidade, Inclusão e Mundo do Trabalho (DIM)”, do Ensino Médio Regular e na Educação de Jovens e Adultos noturno, e “Diversidade, Inclusão e Formação para a Cidadania (DIC)”, da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do Ensino Fundamental noturno, e Mostra de Trabalhos dos estudantes dos Centros Estaduais de Educação Continuada (CESECs) e dos Conservatórios de Música.

O período de 18 a 22 de novembro será destinado às atividades da “Semana de Educação para a Vida” e o dia 07 de dezembro de 2019 (sábado) será letivo destinado à realização de Assembleia Escolar para a Prestação de Contas da Gestão Escolar.

Fonte: http://www2.educacao.mg.gov.br

 

Boletim semanal – Inscrições abertas para o curso “Avaliação textual: análises e propostas”


Escrevendo o Futuro
08 de novembro de 2018
Inscrições abertas para o curso “Avaliação textual: análises e propostas”

O curso que reflete sobre as práticas avaliativas de professores está com inscrições abertas no Portal Escrevendo o Futuro. Aproveite mais esta oportunidade para aprimorar seu conhecimento.

Sequências didáticas para produção de documentários

Professoras desenvolveram SD’s para o trabalho com documentário em sala de aula. Nesta semana, confira as propostas de Michele Mendes Rocha e Rosa Maria Martins Pereira.

Roraima e Sergipe realizam encontros formativos

Secretarias de educação municipais e estaduais realizam formações presenciais em parceria com o Programa Escrevendo o Futuro. Confira no Mapa das Formações.

Pela valorização dos multiletramentos

Olímpia fala sobre o reconhecimento da multiplicidade de culturas e linguagens, uma das apostas da equipe do Escrevendo o Futuro para a 6ª edição da Olimpíada de Língua Portuguesa.

Boletim semanal – Vem aí a 6ª edição da Olimpíada


Escrevendo o Futuro
01 de novembro de 2018
Vem aí a 6ª edição da Olimpíada

A próxima edição da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro será realizada em 2019 e chegará com muitas novidades! Prepare-se.

Curso on-line “Avaliação textual: análises e propostas”

As inscrições para o curso que reflete sobre as práticas avaliativas de professores serão abertas no dia 08/11, quinta-feira, às 10h (horário de Brasília).

Como trabalhar gêneros virtuais com poucos recursos tecnológicos?

Professora Olímpia fala sobre as dificuldades no trabalho com os gêneros virtuais, em virtude de problemas de acesso à internet ou falta de equipamentos adequados nas escolas.

Boletim semanal – Sequências didáticas para produção de documentários


Escrevendo o Futuro
26 de outubro de 2018
Sequências didáticas para produção de documentários

Professores aceitaram o desafio apresentado pelo Programa Escrevendo o Futuro e desenvolveram SD’s para o trabalho com documentário em sala de aula.

Espírito Santo e Minas Gerais realizam formações presenciais

Secretarias de educação municipais e estaduais seguem organizando encontros formativos em parceria com o Programa Escrevendo o Futuro. Confira no mapa das formações.

Dicas para o trabalho com a literatura

Olímpia sugere materiais para professora que tem o objetivo de trabalhar literatura com os estudantes, envolvendo também a produção textual.

Na reta final para o exame, Hora do Enem reforça dicas aos inscritos


A duas semanas do primeiro dia de provas do Enem 2018 – 4 de novembro –, os candidatos se dividem entre revisar o aprendizado e aprender ainda mais conteúdos novos. Produzido pela TV Escola, o Hora do Enem da semana que começa em 22 de novembro mostra que o ideal é refletir sobre os assuntos que estão em discussão no Brasil atual.

Na edição de segunda-feira, 22, o programa da TV Escola abre com a professora Daniela Mendes, que resolve a questão 138 do Caderno Azul do Enem 2017, sobre trigonometria. A seguir, o pesquisador da Universidade de São Paulo (USP) Roney Lira aborda como a matemática pode ajudar a identificar as notícias falsas (fake news) propagadas nas redes sociais.

Sociologia é o tema de terça, 23. O convidado é o professor Carlos Oliva, do Colégio Pedro II, no Rio de Janeiro. Ele ajuda a entender alguns temas importantes da sociologia na reta final para o Enem. Também participa desta edição a professora Claudia Bourseau, que resolve a questão 67 do Caderno Azul do Enem 2017 sobre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário.

Convidado de quarta-feira, 24, o professor Wilson Cardoso reforça conceitos-chave sobre a influência da cultura negra na arte brasileira e fala também sobre a presença de elementos da cultura indígena.

Já na quinta, 25, Hora do Enem dá dicas para quem quer se sair bem nas provas de química do Enem 2018. O programa recebe uma expert na área de conhecimento dessa disciplina, a professora Márcia Coelho, pesquisadora da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Para encerrar a semana, o programa de sexta, 26, o programa tem como convidada a diretora de educação e avaliação básica do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), Luana Bergmann. Ela explica as mudanças que de fato vão ocorrer no exame deste ano e desmente boatos sobre a prova de redação.

Com apresentação de Land Vieira, Hora do Enem é transmitido de segunda a sexta-feira, às 7h, 13h e 18h. É possível assistir aos episódios também no portal oficial da emissora, no canal do YouTube e no aplicativo disponível nas lojas virtuais.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Participantes do exame já podem consultar cartão de confirmação


download (1)

Os mais de 5,5 milhões de estudantes que vão prestar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) já podem consultar o cartão de confirmação da inscrição. O documento, disponível na página do participante e no aplicativo do Enem 2018, informa número de inscrição, local de prova (com endereço e número da sala), datas e horários do exame e opção de língua estrangeira escolhida, além de atendimentos específicos e/ou especializados e recursos de acessibilidade, caso tenham sido solicitados e aprovados.

É preciso informar o CPF e a senha cadastrada na inscrição. Quem esqueceu a senha pode recuperá-la na página do Enem, por meio de um passo a passo elaborado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep), autarquia vinculada ao Ministério da Educação.

Não é necessário apresentar o cartão de confirmação da inscrição para ter acesso aos locais de prova – basta levar documento oficial com foto e caneta esferográfica de tubo transparente. O Inep, todavia, alerta para os participantes não deixarem para acessar o cartão na véspera da prova. Outra orientação é fazer o trajeto antes do dia do exame, para verificar a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar ao local de prova, evitando atrasos no dia da aplicação.

Declaração de comparecimento – Antes de acessar as informações, os participantes deverão ler um aviso sobre a declaração de comparecimento. Quem precisar comprovar sua presença na prova deverá imprimir e levar a declaração personalizada, também disponível na página do participante. Haverá uma declaração para cada domingo de aplicação. O cartão de confirmação só será visualizado após o participante confirmar ter lido o aviso e estar ciente de que é o responsável por levar essa declaração, caso necessite.

Horário de verão – O Enem 2018 terá o horário de Brasília (DF) como referência, como em todas as suas edições. Isso determina que o exame, tradicionalmente, seja aplicado com quatro fusos horários diferentes. Entretanto, este ano, o primeiro domingo de provas, 4 de novembro, coincidirá com o início do horário de verão.

O Inep alerta que os participantes se preparem para a mudança. Todos, onde quer que estejam, devem converter a hora local para o horário de Brasília, já adaptado ao horário de verão. Dentro dessa configuração, os portões sempre abrem às 12h e fecham às 13h. A prova começa às 13h30.

Clique aqui para acessar a página do participante.

Assessoria de Comunicação Social do MEC

Boletim semanal – Carolina Maria de Jesus em quadrinhos


Escrevendo o Futuro
19 de outubro de 2018
Carolina Maria de Jesus em quadrinhos

Como a obra da escritora pode ajudar a escola a discutir racismo, cultura negra e a se aproximar da realidade dos alunos? Saiba mais.

Goiás e Paraíba realizam encontros formativos

Secretarias de educação municipais e estaduais seguem realizando formações presenciais em parceria com o Programa Escrevendo o Futuro.

Busca pelo conhecimento real

Nesta semana, Olímpia responde questão sugerida por professor na enquete sobre a BNCC: Como selecionar o real conhecimento frente a tantas informações?

CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE – OS PROFESSORES


O professor disserta
Sobre ponto difícil do programa.
Um aluno dorme,
Cansado das canseiras desta vida.
O professor vai sacudi-lo?
Vai repreendê-lo?
Não.
O professor baixa a voz
Com medo de acordá-lo.

 

Ainda por Drummond:

Este poema recorda-me algo que Sebastião da Gama disse um dia a Miguel Torga e à sua esposa, Dr.ª Crabbé Rocha:
-“Para ser professor, também é preciso ter as mãos purificadas. A toda a hora temos de tocar em flores. A toda a hora a Poesia nos visita.”

Boletim semanal – Dia dos professores: jovens e a carreira docente


Escrevendo o Futuro
11 de outubro de 2018
Dia dos professores: jovens e a carreira docente

Educadores de diferentes regiões brasileiras falam sobre interesses e desafios no exercício de uma das profissões mais relevantes para o desenvolvimento de um país.

Últimas vagas para o curso “Leitura vai, escrita vem”

As inscrições para o curso on-line que promove reflexões teóricas e sugestões práticas para o ensino da leitura estão abertas. Última turma de 2018, participe!

Amazonas e Amapá realizam encontros formativos

Secretarias de educação municipais e estaduais seguem realizando formações presenciais em parceria com o Programa Escrevendo o Futuro. Saiba mais no mapa das formações.

BNCC e o trabalho com gêneros discursivos

Olímpia volta às inquietações sobre a BNCC a fim de tratar de uma dúvida recorrente: considerando a BNCC, quais seriam os gêneros textuais mais adequados para trabalharmos em cada ano?

INEP CONFIRMA CALENDÁRIO DE 2018


download

Outubro 2018

 Dia 22

 Divulgação dos locais de prova

Novembro 2018

 Dia 04

 Aplicação das provas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias / Redação / Ciências Humanas e suas Tecnologias

 Dia 11

 Aplicação das Provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias / Matemática e suas Tecnologias

 Dia 14

 Publicação dos Gabaritos e dos Cadernos de Questões

Janeiro 2019

 Data a confirmar

 Divulgação dos Resultados Individuais

Março 2019

 Data a confirmar

 Divulgação dos Resultados dos Treineiros

 Data a confirmar

 Divulgação dos Espelhos de Redação

Boletim semanal – hoje, dia 04/10, abertas inscrições para o curso “Leitura vai, escrita vem”


Escrevendo o Futuro
03 de outubro de 2018
Hoje, 04/10, abertas inscrições para o curso “Leitura vai, escrita vem”

O curso on-line promove reflexões teóricas e sugestões práticas para o ensino da leitura. Última turma de 2018, programe-se!

Pará, Bahia e Rio Grande do Norte realizam encontros formativos

Secretarias de educação estaduais e municipais realizam formações presenciais em parceria com o Programa Escrevendo o Futuro. Confira no mapa das formações.

5º ano: dicas para o trabalho com
a ortografia

Nesta semana, Olímpia fala sobre uma discussão recorrente no trabalho com alunos do 5° ano: atividades para a aprendizagem do sistema ortográfico.

Boletim semanal – Dia 04/10 serão abertas as inscrições para o curso “Leitura vai, escrita vem”


Escrevendo o Futuro
28 de setembro de 2018
Dia 04/10 serão abertas as inscrições para o curso “Leitura vai, escrita vem”

O curso on-line promove reflexões teóricas e sugestões práticas para educadores que queiram aprimorar dinâmicas para o ensino da leitura. Última turma de 2018, programe-se!

33ª Bienal – Uma deriva por ilhas afetivas

Com o título “Afinidades Afetivas”, a maior exposição de arte contemporânea da América Latina é organizada a partir de conexões artísticas e culturais entre os envolvidos.

Prazer pela leitura e redes sociais: convite à convivência

Professora de Macaé (RJ) leciona para turmas de Ensino Médio e pergunta para Olímpia: como despertar o prazer pela leitura com a invasão avassaladora das redes sociais?

Enem 2018: reaplicação das provas deve ser solicitada on-line


Prova será reaplicada nos dias 18 e 19 de dezembro

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) anunciou, nesta quinta-feira (27), a mudança na solicitação da reaplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2018). Nesta edição, os participantes devem fazer os pedidos por meio da página do participante Enem, disponível na internet, e não mais por meio do Fale Conosco da entidade. A novidade foi divulgada durante o Encontro Nacional para Alinhamento Operacional do Exame.
Cerca de 5,5 milhões de inscritos devem participar das provas regulares, nos dias 04 e 11 de novembro. No entanto, quem solicitar a reaplicação deverá realizar os exames nos dias 18 e 19 de dezembro mesma data reservada às pessoas privadas de liberdade (Enem PPL). Serão contemplados com o procedimento quem tiver a participação prejudicada por questões de logística ou de infraestrutura. Neste caso, apenas a pontuação da segunda prova será considerada.
Solicitação
O prazo para solicitar a reaplicação é 16 de novembro, cinco dias úteis após o segundo dia de avaliação regular. De acordo com o edital do Enem 2018, o julgamento dos pedidos será feito individualmente pela Comissão de Demandas e “a aprovação ou a reprovação da solicitação será comunicada por e-mail e/ou número de celular (via SMS) cadastrados pelo participante”.
Detectores de ponto eletrônico
A ampliação do número de detectores eletrônicos é outra novidade desta edição. Segundo o Inep, haverá cinco vezes mais equipamentos de detecção em relação ao Enem 2017, com capacidade de identificar sinais de radiofrequência de Bluetooth, celulares, radiofrequência de WiFi e transmissões ilegais. Segundo o órgão, “o recurso será usado para localizar e identificar, com precisão e sem a necessidade de busca pessoal, os participantes que tentarem usar pontos eletrônicos ou aparelhos de transmissão e que, eventualmente, possam ter burlado a inspeção por meio dos detectores de metal”.
Haverá também detector de metal nos banheiros e corredores, receptor eletrônico e demais mecanismos de segurança: prova personalizada, coleta de dado biométrico, lacre eletrônico nos malotes de prova, entre outros.
Como usar a nota do Enem
nota do Enem 2018 pode ser usada para se candidatar às vagas ofertadas para o ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que garante acesso às instituições de ensino superior públicas do país; do Programa Universidade para Todos (Prouni), que oferta bolsa de estudo parciais (50%) e integrais (100%) em instituições privadas; e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), modalidade de empréstimo para custeio de cursos não-gratuitos.

MAIS VENCEDORES E SUAS HISTÓRIAS EDUCATIVAS


Fonte: https://veja.abril.com.br

Mauro Rosa: ‘Arte não é perfumaria, ela pode ser transformadora’


Um dos vencedores do Prêmio Educador Nota 10 se dedica ao ensino de jovens e adultos

Mauro Rosa, de 35 anos, é mais jovem que muitos de seus alunos. Ele é professor de arte na EMEB Isadora Battistin, em São Bernardo do Campo (SP), em uma turma de EJA (Educação de Jovens e Adultos) — voltada a pessoas que já passaram da idade escolar e não tiveram oportunidade de estudar. “Há milhares de brasileiros nestas condições que acabam sendo deixados de lado. Temos uma herança histórica que tem de ser trabalhada. Não podemos esperar que essas pessoas morram para acabar com o analfabetismo, temos de fazer algo”, ressalta um dos vencedores do Prêmio Educador Nota 10.

“A nossa bandeira é mostrar que a arte não é só perfumaria, como muitas vezes é tratada dentro da escola. O primeiro passo e o mais difícil é desconstruir, mostrar que arte não é só desenho ou pintura, existem outras linguagens e formas de conhecimento”, explica o professor.

Seu projeto nasceu do relato de alunos sobre suas vivências e situações limitadoras de suas trajetórias. Foi decidido, então, que o trabalho do grupo seria um teatro de sombras, com cenários projetados em vídeo, que abordasse temas como homofobia, racismo e preconceito de gênero e contra detentos. “A arte é transformadora no sentido de trazer o aluno para uma reflexão mais profunda, humana e sensível.”

Com o projeto Vagas de Luz: Às Sombras do Preconceito, Mauro conquistou um lugar entre os dez melhores professores do ano pelo Prêmio Educador Nota 10, promovido pelas fundações Victor Civita e Roberto Marinho. Ele agora tem a chance de ser vencedor do título Educador do Ano na cerimônia que acontece no dia 1º de outubro, em São Paulo.

PROCESSO SELETIVO IFMG IPATINGA


ifmg

Acesse os editais do Processo Seletivo 2019 no portal do IFMG:
 
Campus Ipatinga ofertará  o curso de graduação em Engenharia Elétrica e o curso técnico integrado ao Ensino Médio em Automação Industrial.
As inscrições poderão ser feitas de 1° a 31 de outubro de 2018 na página do IFMG.
Comunicação do IFMG Campus Avançado Ipatinga – MG
Rua Maria Silva n° 125, Veneza
Ipatinga – Minas Gerais.
CEP: 
35.164-261
(31) 99734-7688

PROGRAMA NACIONAL DO LIVRO E DO MATERIAL DIDÁTICO Literário 2018


download

O PNLD é uma política pública executada pelo FNDE e pelo Ministério da Educação,  destinado a avaliar e a disponibilizar obras didáticas, pedagógicas e literárias de forma sistemática, regular e gratuita. O PNLD é um dos maiores programas de distribuição de livros do mundo. Os materiais adquiridos vão diretamente para as mãos dos alunos e professores das escolas públicas participantes do Programa.

O PNLD está em constante aprimoramento. Com a edição do Decreto nº 9.099, de 18/07/2017, todos os Programas do Livro foram unificados. Assim as ações de aquisição e distribuição de livros didáticos e literários, anteriormente contempladas pelo Programa Nacional do Livro Didático (PNLD) e pelo Programa Nacional Biblioteca na Escola (PNBE), foram consolidadas em um único Programa, chamado Programa Nacional do Livro e do Material Didático – PNLD.

A abrangência do Programa também aumentou, passando a incluir no PNLD Literário o atendimento às instituições comunitárias, confessionais ou filantrópicas sem fins lucrativos e conveniadas com o Poder Público que atendam a educação infantil oferecida em creches para crianças de até 3 (três) anos.

Termo de Adesão

Para participar, basta que as redes de ensino e instituições federais façam a adesão ao Programa. São atendidas apenas as entidades que tenham aderido formalmente ao PNLD. A adesão é realizada no sistema PDDE Interativo com a senha do Secretário de Educação ou Dirigente Federal, tornando dispensável o envio de documentos ao FNDE.

Com as inovações trazidas pelo Decreto nº 9.099, de 18/07/2017, as entidades deverão selecionar as etapas de ensino e o tipo de material que desejam receber. Assim, em 2018, para continuar recebendo materiais do PNLD, é necessário que todas as instituições federais e redes municipais e estaduais de ensino atualizem a adesão para que os livros continuem chegando às escolas.

As instituições federais e as redes municipais e estaduais de ensino que ainda não aderiram às obras literárias terão até a véspera da abertura do sistema para registro da escolha para formalizar a adesão no sistema PDDE Interativo. As redes que já aderiram não precisam aderir novamente.

Acessos

O manual com as orientações para atualização da adesão está disponível no portal do FNDE e pode ser consultado em:

https://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/termo-de-adesao.

A íntegra da Resolução nº 15, de 26/07/18, e os demais instrumentos legais que regulam a execução do PNLD estão disponíveis para consulta em:

http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/legislacao

Fonte: PNLD – MEC

PORTAL ESCREVENDO O FUTURO – BOLETIM SEMANAL: Novo curso on-line “Nas tramas do texto” abre inscrições hoje, 20/09


20 de setembro de 2018
Novo curso on-line “Nas tramas do texto” abre inscrições hoje, 20/09

Hoje, às 10h e às 14h (horário de Brasília), serão abertas as inscrições para o curso que reflete sobre o ensino e a aprendizagem de produção de textos.
São duas mil vagas.

Hilda Hilst, da palavra à emoção, liberdade de expressão

Confira a resenha sobre o curta-metragem “A Obscena Senhora Silêncio”, produzida no âmbito do curso “Sequência didática: aprendendo por meio de resenhas”, pela professora Cintia Baldin.

A área de Linguagens e o ensino de LP

A partir de perguntas enviadas por professores, Olímpia fala sobre a relação, prevista na BNCC, entre a área de Linguagens e o componente de Língua Portuguesa.

PORTAL ESCREVENDO O FUTURO – BOLETIM SEMANAL: Novo curso on-line “Nas tramas do texto” abre inscrições dia 20/09


13 de setembro de 2018
Novo curso on-line “Nas tramas do texto” abre inscrições dia 20/09

O curso autoformativo reflete sobre questões teóricas e práticas relativas ao ensino e à aprendizagem de produção de textos. Serão oferecidas 2 mil vagas. Participe!

Entre as veredas de Rosa:
literatura no sertão

Projeto leva caminhantes para conhecer as paisagens de Guimarães Rosa; nas comunidades visitadas, pesquisadora mostra como apresentar o autor para crianças e adultos.

Textos virtuais no EFI

Olímpia conversa sobre as diferentes linguagens inseridas em práticas de multiletramento, a partir da seguinte questão: é preciso trabalhar com textos virtuais no EFI? Como?

MEC PRORROGA PRAZO DE ESCOLHA DO LIVRO DIDÁTICO


PRORROGAÇÃO DA ESCOLHA PNLD 2019

O FNDE informa que o registro da escolha do PNLD 2019 foi prorrogado até as 23h59m do dia 12/09/18.

Especial atenção ao prazo, pois não haverá nova prorrogação.

images

ATENÇÃO

É atribuição dos diretores de cada escola, urbana ou rural, registrar a escolha do material didático no PDDE Interativo de acordo com a Ata de Escolha assinada pelos professores.

À Secretaria de Educação compete orientar as escolas sobre o processo de escolha dos livros do PNLD, garantindo a participação do professor na escolha do material adequado à realidade da escola e dos alunos.

Mesmo que sua rede de ensino tenha optado por receber um único material para todas as escolas (unificação), cada escola registrará a sua escolha no sistema. Finalizado o prazo para registro das coleções no sistema, os dados serão processados pelo FNDE e a coleção mais escolhida por componente curricular será  enviada para todas as escolas da rede.

 

IMPORTANTE

A escola pode escolher coleções de editoras diferentes para cada componente curricular. Entretanto cada coleção escolhida irá atender do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. Exemplificando, a escola pode escolher uma coleção de português da editora “X” e uma coleção de matemática da editora “Y”. Caso a sua escola receba alguma informação contrária a essa, entre em contato conosco.

Escolha do PNLD 2019 – Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental:

Resultado da escolha do PNLD 2019

Consulte aqui o registro da escolha do PNLD 2019.

Consulte aqui o percentual de registro da escolha do PNLD 2019.

Acesse o Guia Digital do PNLD 2019

Atenção: O conteúdo completo dos Manuais do Professor está disponível para acesso.

Informamos que a escolha do PNLD 2019 destinada à educação infantil e aos anos iniciais do ensino fundamental teve início no dia 23/08/2018 e estará aberta para registro no Sistema PDDE Interativo até o dia 10/09/2018. Fique atento aos prazos e às comunicações recebidas neste mês!

O MEC publicou, no dia 16 de agosto de 2018, no Diário Oficial da União, o resultado final da avaliação pedagógica referente ao PNLD 2019. Segue abaixo a Portaria nº 30, de 15 de agosto de 2018, que divulga a relação das obras aprovadas.

Nova legislação que regula as normas de conduta no âmbito da execução do PNLD!

Para garantir a integridade do processo de escolha e a autonomia das escolas, foram regulamentadas formas de divulgação pelas editoras dos livros inscritos no PNLD. Recentemente foi publicada a Resolução nº 15, de 26/07/18, que dispõe sobre as normas de conduta no âmbito da execução do PNLD e estabelece as diretrizes para melhor execução do Programa. É responsabilidade dos dirigentes e professores denunciar quaisquer violações às normas de conduta do PNLD pelo e-mail: ceac@fnde.gov.br.

Informe 24/2018 – Nova resolução de Normas de Conduta

Resolução nº 15, de 26 de julho de 2018

Outras Informações:

Ata da Escolha de Livros Didáticos

Compromissos da Escola

Dúvidas sobre a Escolha do PNLD 2019: livrodidatico@fnde.gov.br

Fraudes e Violações às Normas de Conduta: ceac@fnde.gov.br”.

Fonte: http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/livro-didatico/escolha-pnld-2019

Desfile de 7 de Setembro em Braúnas


Escola Estadual Fagundes Varela contou a própria história em desfile cívico

O desfile 7 de Setembro foi realizado em Braúnas pela Escola Estadual Fagundes Varela em parceria com a Escola Municipal Fernando Moreira Pinto, Prefeitura Municipal de Braúnas e a Polícia Militar.
Esse ano, quando se comemorou o 196 aniversário da declaração da Independência, o desfile tratou também da história da própria escola e falou dos projetos desenvolvidos atualmente.

Confira as imagens

RJy4CWhatsApp_Image_2018-09-08_at_10.41.26 (2)

HZoQYWhatsApp_Image_2018-09-08_at_10.39.25 (1)

Fonte: Diário do Aço (edição nossa)

CONSULTA AO IDEB 2017


Você pode pesquisar diretamente pelo nome da escola ou buscar pelo município e ver uma lista com os resultados das escolas. Para isso, basta pesquisar o nome da cidade no campo de busca, clicar na aba “Ideb” quando a página carregar e, então, clicar na aba “Ideb por escolas” no canto esquerdo da tela. Abrirá uma página com uma lista das escolas e seus respectivos resultados no Ideb 2017 separados por Aprendizado e Fluxo, como mostrado na imagem abaixo. Você também encontrará uma lista por escola com Fluxo e taxas de aprovação por série e outra com o Aprendizado e as notas da Prova Brasil.

Página com resultados do Ideb 2017 por escola
Clique aqui para ver os dados por escola do Ideb 2017!

PORTAL ESCREVENDO O FUTURO – BOLETIM SEMANAL: Práticas documentárias na escola – em busca de novos olhares


06 de setembro de 2018
Práticas documentárias na escola, em busca de novos olhares

Em artigo para a revista Na Ponta do Lápis, Cristina Teixeira Vieira de Melo, professora da UFPE, reflete sobre o trabalho com documentário em sala de aula.

Rio Grande do Sul e Mato Grosso organizam encontros formativos

Secretarias de educação de Rio Grande do Sul e Mato Grosso, em parceria com o Programa Escrevendo o Futuro, realizam formações presenciais. Confira no mapa das formações.

O professor e os desafios dos multiletramentos

A cultura digital e a preparação do professor para o trabalho com os multiletramentos são os temas da conversa com Olímpia desta semana. Confira.

Boletim semanal do Portal Escrevendo o Futuro – Inscrições para o curso “Sequência didática” serão abertas hoje, 30/08


Escrevendo o Futuro
30 de agosto de 2018
Inscrições para o curso “Sequência didática” serão abertas dia 30/08

Hoje, às 10h e às 14h (horário de Brasília), serão abertas as inscrições para o curso que aborda o trabalho em sala de aula com gêneros textuais e a sequência didática.

33ª Bienal – a arte de prestar atenção

Conheça a proposta do Programa Educativo da Bienal, que convida o público a ampliar os tempos e modos de se relacionar com a arte. A mostra artística acontece de 07/09 a 09/12, em São Paulo.

Acre, Pernambuco e Rio de Janeiro realizam formações presenciais

Programa Escrevendo o Futuro e secretarias de educação organizam encontros formativos para professores, coordenadores, assessores e técnicos pedagógicos. Confira no mapa das formações.

Fim da enquete, início de novas inquietações

Olímpia finaliza a enquete sobre a BNCC e fala sobre a última questão: se a internet é livre para acesso e publicação, por que o professor tem de considerá-la como foco de reflexões?

Este Blog é destinado a todos os educadores envolvidos no trabalho pedagógico em escolas de educação básica: analistas educacionais, pesquisadores, diretores, pedagogos, professores e estudantes. A intenção é utilizar este espaço para disseminação de notícias, artigos, textos, experiências e discussão de temas relevantes relacionados à prática educativa.